Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Contos adultos » Contos de incesto » Minha Irmã e Eu

Minha Irmã e Eu

Publicado em outubro 5, 2021 por Max

Olá, bom dia, boa tarde, boa noite, me chamo Max e vou contar algo que aconteceu a um tempo, quando eu era novo, fui separado de minha irmã Kelly,um ano mais nova, devido ao divórcio de meus pais, morei com meu pai e ela com minha mãe. Algum tempo eu voltei pra casa pra meu aniversário. Cheguei na Rodoviária e minha mãe me recebeu:

Continua depois da publicidade

-oi Max meu filho, quanto tempo

-oi mãe, faz mesmo um longo tempo

-nossa vc já ta um homem feito, olha só esses braços, andou malhando foi

Continua depois da publicidade

-ah mãe, a vida com o pai não tão fácil, ele me fez malhar todo dia

-seu pai hein, não vamos falar dele, tem alguém louca pra te rever

-vamos

Entrei dentro do carro e saímos, conversamos o caminho todo, falamos de tudo, sobre namoro, trabalho, casamento, tempo, até mesmo sobre o clima, ela me contou sobre minha irmã e seus erros de relacionamento, q ela não parava quieta em um, q sempre ficava chorando, quando chegamos em casa ela tinha saído, aproveitei pra tomar um banho e relaxar, mais tarde eu no quarto, ouço minha mãe conversar com alguém:

-Kelly, minha filha, advinha quem está aqui em casa ?

– ai mãe, seu namorado escroto de novo?

-claro que não né, seu irmão (ela sorri)

-meu irmão ? O Max ? Sério mesmo ? (ela sorri alegremente) onde ele ta ?

-no quarto q era dele

Kelly subiu as escadas correndo entrando no meu quarto e pulando em cima de mim me abraçando e apertando, Kelly era uma branquinha, cabelos longos, ruivos e olhos castanhos, corpo malhado, seios grandes e bunda empinada

-Ahhhhh MAAAAAX q saudade maninho, senti tanto a sua falta

-eu tbm maninha, (senti seus seios em meu corpo)

Logo nós fomos assistir TV, minha mãe saiu e nos deixou em casa sozinhos, começamos a assistir filmes, ficamos ate umas 2:00hrs da manhã assistindo filmes, deu até pra maratonar os de longa saga, até q ela disse:

-Max maninho, vamos deitar ? Deu sono, posso deitar com vc ? É q eu não quero ficar longe de vc de novo

-claro maninha, pode deitar

Logos fomo deitar na minha cama, estava um pouco frio, então ela me pediu pra abraçar ela, eu abracei e pude sentir sua bunda em mim, sem poder me conter acabei ficando de pau duro, acho q ela sentiu pois empinou a bunda mais e deu uma rebolada,eu logo entendi e comecei a alisar aquela bundinha, ela soltou um gemido baixinho, e eu não consegui me segurar, logo já tava tirando o pijama dela, ela sorria como se quisesse aquilo desde sempre. Comecei a chupar a sua bucetinha q estava melada, mamando seu grelo e sugando aquele melzinho gostsoso enquanto ela se contorcia e puxava meu cabelo pra si, e ela dizia:

-Ahhhh Max isso, chupa minha buceta, esta tão gostoso, hmmmm

Eu sentia aquele sabor virgem na minha boca, seu melado escorrendo pedindo por mais, ela logo se levantou e me atirou na cama, tirou meu short e começou a me chupar,chupava como se estivesse faminta por minha rola, ela me ordenhava como uma bezerra tira leite

-hmmmmm Max me fode vem, quero perder meu cabaço com vc, quero q seja meun primeiro

Ela ficou logo de 4 e eu cheguei por traz e pincelei meu pau na buceta dela, melando a entrada e seu grelo q latejava de tesão. Logo enfiei a cabecinha devagar, ela deu um gritinho e ordenou q eu continuasse, eu continuei arrebentando seu hímen,fazendo sangrar um pouco, ela gritava de dor enquanto eu deixava parado pra ela se acostumar, não demorou mto e ela pediu pra foder, comecei a fazer vai e vem devagar, e logo os gritinhos se tornaram gemidos de prazer, fodia ela bem gostoso segurando a cintura dela sentindo a sua bucetinha melada e apertada

-Kelly, eu to sem camisinha, é melhor tirar

-Max não tira, se vc tirar vai se arrepender

Me lembrei de quando ela falava isso e eu sempre me dava mal, então continuei, não demorou muito eu já tava gozando

-Kelly aaaahhh eu to….. eu to gozando(jorrando meu esperma quente, grosso, e farto)

-Isso Max, maninho, aahh enche minha bucetinha, q tesão sentir sua porra dentro de mim, é tão quentinha

Nos deitamos e ficamos de conchinha, abracei ela e ela disse q essa seria a primeira de mtas vezes, e realmente foi assim….

Obg por terem lido meu conto,desculpem se ficou grande, espero q gostem…. Bjos e Abraços comentem o q acharam, assim saberei se posso contar mais da nossa experiência

12174 views

Contos relacionados

Casos de Família 04 – Segunda Cena (O Pijama de cetim)

(Baseado em fatos reais)   Este capítulo é a continuação da história“ Casos de Família” e o capítulo anterior foi: Casos de Família 03 - Uma Viagem de Amor (E Sexo!)   ...

LER CONTO

Dando pro padastro e meio irmão

Minha família decidiu fazer uma viagem de fim de semana, para um hotel fazenda da região, com várias atividades campestres. Fomos eu, Carol de 18 anos, meu meio irmão Lucas (filho do meu padrasto)...

LER CONTO

Minha irmã me fez gozar

Meu nome é Rodrigo, tinha 23 anos e minha irmã Priscila tinha 17 anos, branquinha, magra, cabelos compridos, peitinhos médios, coxa grossa, e uma bunda empinadinha. Ao contrário de muitas minha...

LER CONTO

1 - Comentário(s)

  • Pedro 06/10/2021 03:58

    Parte 2 pfv

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 1 + 5 = ?

Se você gosta de ler contos eróticos o contos adultos é o site perfeito para você. Aqui você vai ler contos sexuais reais, e o melhor de tudo é que o site é atualizado diariamente.

© 2021 - Contos adultos