website page counter
Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Contos adultos » Contos eróticos de corno » MINHA ESPOSA E O NEGÃO DA PRAIA

MINHA ESPOSA E O NEGÃO DA PRAIA

Publicado em novembro 24, 2022 por Ademir

MINHA ESPOSA E O NEGÃO DA PRAIA

Domingo de sol forte, eu e minha esposa Isabella no apto da praia, de folga das meninas que resolveram ficar em são Paulo, uffff que bom, temos 2 filhas uma de 18 e outra de 15 anos que dão um trabalho danado, a muito tempo que eu não ficava a sós com minha gostosa mulher, chegamos no sábado e a noite já transamos gostoso, minha esposa quanto mais velha mais gostosa fica, é incrível, está com 40 anos já, mas nossa, o seu corpo está bom demais, ela faz o estilo gordelícia rsrsrs, bunda e tetas imensas mas ainda duras e empinadas rsrsrrs, sua boceta é lisinha, carnuda e greluda, nossa como é gostosa, tem o rosto muito bonito e bem cuidado, olhos castanhos profundos, cabelos negros longos também muito bem cuidados, é simplesmente lindona e boa demais.

 

Eu percebia os olhares dos homens sobre seu delicioso traseiro e ficava puto, não sabia se sentia ciúmes ou orgulho da deliciosa mulher que eu tinha, eu não merecia aquilo tudo, estava magricela e barrigudo e meu pau não era muito grande uns 15 ctms, fino e também já não ficava tão duro como alguns anos atrás, afinal estou com mais de 50 anos já, eu percebia que minha esposa não ficava satisfeita com nossas transas, ela fingia ter orgasmos para me agradar mas eu percebia que era fingimento rsrs, ela por sua vez parece não perceber o quanto está gostosa e a maneira como os homens olham para ela rsrsrs, não sei se ela é inocente ou se faz, quando nos casamos, ela era virgem e tenho certeza que nunca pensou em me trair, isso ia contra sua formação e religião.

Mas voltando a praia, no domingo levantamos cedo e após um café preparado pela Bella, nos arrumamos para ir a praia, minha esposa é bem branquinha e necessita de um protetor no mínimo 50 senão fica vermelha rsrsr , ficou totalmente nua e passou o protetor no suculento corpo enquanto eu também me protegia pois sou branquelo, ai me pediu para passar protetor nas suas costas onde não alcançava, passei o protetor em suas costas de olho na maravilhosa bunda dela, terminei as costas e comecei a passar na bunda, ela riu e disse, seu tarado, ai eu já passei, eu ri e dei uns tapas em suas nádegas carnudas, ela deu gritinhos e escapou de mim, vestiu um biquíni branco que mal cobria sua enorme boceta toda depilada e desaparecia entre suas nádegas avantajadas, o sutiã também mal cobria os enormes seios.

Olhei para aquilo tudo e a repreendi pois o biquíni era muito pequeno e certamente iria chamar muito a atenção principalmente dos machos de plantão, ela brincou dizendo que eu estava com ciúmes eu disse que não, ela insistiu e acabamos rindo da situação, ela vestiu um shorts por sobre o mini biquíni e saímos para a praia que fica do outro lado da rua onde temos apartamento, nossa assim como eu disse, por onde ela passava, todos os olhares se dirigiam para ela, principalmente os machos rsrsr, eu enciumado tentava escondê-la com meu corpo franzino mas sem muito resultados rsrsrs; a praia ainda esta meio vazia pois ainda era muito cedo mas todos os homens presentes se viraram para olhar minha esposa rsrsrs, ela andava com toda displicência parecendo não notar que despertava tanta tesão, os homens a estavam comendo com os olhos rsrsr, encontramos um bom lugar próximo da praia e eu armei o guarda sol e as cadeiras enquanto minha esposa tirava o pequeno shorts e mostrava todo o esplendor do seu maravilhoso corpo, metida naquele biquíni mínimo, os olhos dos marmanjos dos arredores saltaram das orbitas rrsrsrs, eu estava com ciúmes mas ao mesmo tempo orgulhoso e excitado pela situação.

Minha esposa deitou-se sobre a esteira me pedindo para passar mais protetor solar em suas costas, deitada assim de bruços, sua bunda grande ficava ainda maior, nossa era muita bunda, delicia de mais, senti que estava ficando ereto e disfarcei rsrsrs, fiquei ali na gostosa tarefa de passar o creme nas costas da minha esposa, vendo a inveja nos olhos dos marmanjos do pedaço; Depois de quase 2 horas se queimando e entrando na água para se refrescar, novamente minha esposa pediu para mim passar protetor em suas costas, já dava pra ver a marquinha do biquíni em sua pele branca lisinha e brilhante, quando então apareceu uma sombra sobre nós, um negro gigantesco, bem na nossa frente, era grande e musculoso, todo entusiasmado com o belo dia, soltou um palavrão, tipo nossa que dia lindo do caralho rsrsr, imediatamente percebeu nossa presença e desculpou-se pelo palavrão, perto de uma dama disse ele, percebi que estava de olho na bunda da minha esposa, com um sorriso sem vergonha e olhos de cobiça, percebi também que minha adorável esposa não tirava os olhos da mala do negão que realmente devido ao maio de praia muito apertado estava enorme e saliente.

Vi minha esposa morder os lábios de olho no negro e fiquei com ciúmes e pedi a ela para tirar os olhos do cara, ela toda chateada se virou e ai viu que eu estava com ereção, nossa Haroldo , que é isso, desculpe meu bem respondi, fiquei excitado, ela muito puta por eu ter chamado a sua atenção por estar olhando para o negro, perguntou se eu estava excitado por ela estar interessada no negro, e durante nossa discussão não percebemos que o negro estava bem ao nosso lado e interveio perguntando se poderia ajudar em alguma coisa com aquele sorriso descarado rsrsrs, ai eu sem pensar, respondi na lata, sim, você pode, vamos até nosso apartamento, minha esposa não entendeu o convite mas concordou, recolhemos tudo e seguimos para nosso apartamento com o negro de olho no balançar suave da enorme bunda da minha esposa rsrsr, chegamos ao apartamento e minha esposa ainda toda confusa.

Ofereceu um suco para o negro que aceitou e enquanto ela preparava o suco na cozinha, pedi licença ao negro e fui até lá e disse baixinho que já que ela estava tão interessada no negro, eu concordava que ela brincasse com ele um pouco, ela ainda meio confusa e sem acreditar que eu estava dizendo aquilo, me perguntou, o que você quer dizer com isso, eu respondi que concordava em deixar ela transar com o negro, ela ficou vermelha, indignada e muito brava, mas foi se acalmando e perguntou, tem certeza que quer isso mesmo, não vai sentir ciúmes, e se arrepender na hora H, eu respondi que sim, eu iria sentir ciúmes mas acima de tudo eu queria agradá-la e fazê-la feliz por isso eu concordei com aquilo; ela ficou meio em duvida ainda achando que eu estava louco e voltamos para a sala onde ela ofereceu o suco para o negro que não tirava os olhos maliciosos do seu corpo semi nu e informou que iria tomar um banho no quarto, concordamos e eu ofereci ao negro o outro chuveiro do banheiro principal, ele aceitou e eu fiquei ali pensando se aquilo foi uma boa ideia, eu estava com muito ciúmes mas ao mesmo tempo estava super excitado também e minha esposa apesar da duvida, aparentava estar muito afim de viver aquela aventura, então eu iria aceitar virar corno para agradá-la 15 minutos depois o negro, saiu da banheiro ainda se enxugando com o corpo negro molhado e peladão, eu me assustei quando vi o tamanha do seu cacete, mesmo mole era enorme com um grande saco pendurado, nossa o cara era um verdadeiro cavalo.

Terminou de se enxugar e se enrolou na toalha, logo em seguida minha esposa apareceu vestida em um short curtinho que evidenciavam sua maravilhosa bunda e uma mini blusa que mal cobria seu corpo, os olhos do negro quase saltaram das orbitas com a visão arrebatadora da minha deliciosa mulher e minha esposa toda encabulada pelo tesão que percebia estar provocando se aproximou sentando-se no sofá, o negro aproximou-se dela com a toalha armada por uma ereção enorme, ela ainda temerosa e sem graça com a situação, não sabia o que fazer, eu por minha vez estava já filmando tudo também com o pinto duro de tesão, o negro desatou o nó da toalha e a soltou desnudando o corpo negro e musculoso, o cacete enorme saltou assustando a mim e minha esposa quase batendo em seu rosto rsrsrsr, ela me olhou toda assustada com o calibre do cacete do negão como que pedindo permissão e eu assenti balançando a cabeça, ela então timidamente, segurou o enorme cacete, admirada pelo tamanho do monstro e masturbou o negro devagar, o pinto empinou de tesão e minha linda esposa, aproximou rosto e arregaçando bem o grande pinto,começou a lamber a cabeça preta avermelhada do cacete do negão, era extremamente grande, uns 23 ctms por 6 de grossura, ia rasgar a boceta da minha esposa.

Ela ainda meio sem jeito, entreabriu os lábios e abocanhou a cabeça do enorme pinto, eu via a boca da minha esposa deformada para agasalhar na boca aquele caralho, o negro gemeu dentro da boca dela e ela começou a mamar gostosamente, ai o negão segurou sua cabeça e enterrou o pinto em sua garganta, minha esposa se debatia tentando escapar do pinto em sua garganta se engasgando mas o negro a segurava forte dizendo mama putinha mama o cacete preto engole tudo e forçava, ela se debatendo desesperada, ai o negro tirou o cacete da sua garganta , ela respirou ansiosamente e ele voltou a mergulhar o pau em sua garganta, e ficou assim metendo forte em sua garganta até gemer e ter um orgasmo fortíssimo, eu estava me masturbando vendo minha linda esposa sendo fodida na boca por aquele cacete imenso, o negro gemeu e gozou forte em sua boca, dizendo engole, puta , engole toda minha porra, mama tudo, eu via minha esposa com lágrimas nos olhos, a boca deformada e o excesso de esperma escapando pelos lados dos seus lábios, o negro ficou ali metendo ate esporrar tudo, ela engolia o mais que podia mas era tanta porra que alguma escapou caindo sobre seus seios, o preto terminou de gozar, tirou o pau da sua boca e rasgou sua blusa desnudando suas enormes tetas, caiu de boca mamando ora um ora outro seio, os bicos estavam salientes pela enorme tesão e ela gemia com olhos esgazeados pelo prazer; eu já havia gozado 1 vez e continuava de pau duro, assistindo aquilo de camarote, o negro arrancou seu shorts e ela sem calcinha tornou-se pressa fácil, o negro abriu suas coxas grossas e pincelou sua boceta super lubrificada eu via seus fluidos escorrendo da boceta, ele encaixou a cabeça do enorme pinto na entrada da sua boceta e forçou.

Eu duvidava que aquilo ia entrar nela mas vi os lábios da boceta se abrir e receber a enorme cabeça, ela gemeu alto e se abriu o máximo possível, me olhou fazendo caretas de dor e disse que não ia aguenta aquele cacete, eu a beijei e o negro aproveitou para enfiar mais um pouco, ela gemeu em minha boca e eu consolei-a, calma meu amor, abre bem a boceta que entra mais fácil eu dizia, ela chorosa disse que havia aberto o máximo que podia, que o pau do negro ia rasgar sua boceta, e o negro continuava a penetrar chamando ela de putinha gostosa, e pedindo para ela abrir bem, eu fiquei ali abraçado com ela beijando seu rosto suado e pedindo calma enquanto o macho sobre seu corpo ia penetrando mais e mais, olhei sua boceta e vi que estava extremamente arreganhada para receber o pinto do negro, provavelmente ia ficar tão larga que não ia sentir mais o meu pau dentro dela rsrsrs.

A penetração se estendeu por mais alguns minutos até que vi o saco do negro tocando sua bunda, ela estava totalmente aberta, o pau preto imenso, estava enterrado dentro dela, ela gemia desesperada tendo orgasmos seguidos me apertando as mãos com força, enquanto o negro metia nela, depois de alguns minutos metendo, o negro não aguentou e gozou se enterrando no mais profunda dela tendo um orgasmo extremamente poderoso, gemia e gozava, eu via as contrações dos músculos da sua bunda e coxas enquanto despejava um monte de esperma na bocetinha deliciosa da minha esposa, ela teve novo orgasmo no gozo do negro e ficou ali totalmente desfalecida pela trepada intensa e pelos diversos orgasmos que teve, o negro descansou em cima dela e logo depois retirou o enorme cacete da sua boceta, eu vi o estrago que ele fez, o buraco estava enorme e vazava porra aos borbotões, nossa como tinha porra aquele macho, ela ficou ali acabada deitada em meus braços respirando com dificuldades ate passar os espasmos do gozo, estava suada e cansada mas o negro queria mais, eu a soltei voltando para meu sofá e o negro voltou a a mamar seus seios deliciosos, enfiando o dedo em sua boceta toda melada, enfiou a língua toda em sua boca sugando sua língua, minha esposa de olhos fechados vivia o momento mais sensual da sua vida, ele tirou a língua da sua boca e anunciou que queria comer a sua deliciosa bunda, disse que desde que tinha visto ela na praia havia desejado foder a sua enorme bunda.

Ela imediatamente descartou essa possibilidade pois mal aguentava o meu pau que era fino e pequeno imagina aquele pau preto enorme, se aninhou em meus braços com cara de assustada implorando para eu não deixar ele comer o seu cuzinho, eu disse a ela que seria bom assim ela iria matar o desejo que estava sentindo pelo preto mas ela replicou que não ia aguentar o pinto dele no cuzinho, o negro estava sorrindo com cara de lobo mau acariciando o enorme pinto duro e melado dos sucos da minha esposa, só esperando eu convencê-la, ai incentivou, vamos putinha, seu marido corninho quer ver você agasalhando esse cacete no cuzinho, vira a bunda ai vai, ela toda medrosa tentava argumentar mas o negro forte foi forçando seu corpo comigo sempre incentivando ela, eu estava excitadíssimo pela possibilidade de ver aquele cacete preto enorme entrando no cuzinho da minha esposa, ela com medo ainda foi se virando de bruços servindo o negro com a visão da sua enorme e maravilhosa bunda, digna de um pau grande como o dele, mal dava pra ver o buraquinho do seu cu devido as nádegas avantajadas rsrsrs.

Ele deitou a cabeça em meu colo lambendo meu pau com aquele enorme cu para cima, o negro mordeu toda sua bunda cravando os dentes e tirando gritinhos dela ai abriu suas nádegas e enfiou a língua em seu cu lambendo gostoso, ela gemia de prazer enquanto mamava meu pau, eu havia colocado a filmadora sobre o móvel filmando toda a cena, fiquei olhando o negro encaixar o cacete entre suas nádegas procurando a penetração, quando a cabeça entrou gritou com meu pau na boca e mordeu , nossa doeu muito , tirei o pinto da sua boca e ela gemendo pedia para o negro tirar que não estava aguentando, o negro disse calma, entrou a cabeça o resto e mais fácil e foi atolando o pinto em sua bunda.

Ela gemia tentando escapar se agarrando em mim, eu a incentivava, vamos meu amor, relaxa o cuzinho que entra mais fácil, ela chorava e gemia muito, o negro com um sorriso descarado continuava a entrar nela, nossa a visão do pinto dele entrando na bunda da minha esposa era extremamente excitante e eu acabei gozando no rosto da minha esposa rsrsrs, vi o negro encostar na bunda dela, o pinto enorme havia entrado todo em seu cu, ela sofria de pura tesão gemendo de dor e prazer, o negro começou um vai e vem fantástico, levando minha esposa a um novo orgasmo, ela estremecia e revirava os olhos gozando, estava quase desmaiando de dor e de tanto gozar, a meteção levou pelo menos uns 10 minutos pois o negro já havia gozado 2 x dentro dela e de repente o negro se enterrou profundamente nela e gozou, um gozo longo e abundante, eu via os espasmos da minha esposa tendo um novo orgasmo no gozo do negro.

Os músculos da bunda preta se contraindo despejando um monte de esperma no intestino da minha mulher, nossa como tinha porra aquele homem, terminou o gozo descansando sobre ela, estavam suados e quase desfalecidos pelo gozo intenso, depois de algum tempo o negro tirou o cacete do seu cu e eu vi o estrago que ele fez, o buraco estava enorme e vazando esperma rsrsr acho que seu cu não ia nem sentir mais o meu pau entrando ali rsrsrs, o negro foi ao banheiro e logo após saiu olhando para nos com cara de desdém, eu sentado com a cabeça da minha esposa no meu colo, ela quase desfalecida pelas múltiplas gozadas, vestiu o short e anotou o telefone em um papel dizendo que estaria a disposição sempre que quiséssemos, comentou que minha esposa era deliciosa demais, um verdadeiro poço de porra rsrsr e que gostaria muito de repetir a trepada com ela e despedindo-se saiu do apartamento, eu e minha esposa ainda ficamos mais um tempo ali quietos descansando, ai eu a chamei e disse, vamos querida, vamos tomar um banho, ela levantou-se toda melada de suor e esperma do negão, saiu andando para o banheiro meio trôpega , e reclamando que mal conseguia andar pois o pinto do negro havia arrombado sua boceta e cuzinho.

Eu ri da situação e ajudei ela a ir para o banheiro, sentou-se no vaso se livrando da maior parte do esperma do negro que ainda escorria da sua boceta e do cu e foi tomar banho, demorou uns 20 minutos no banho saiu reclamando que estava toda dolorida rsrsr, ela ficou uns 3 dias dolorida de tanto levar pica do negão, a gente evitava falar sobre o assunto pois ela sentia vergonha e eu um grande arrependimento e um pouco de receio por ter permitido e ate ajudado ela a me fazer corno, mas depois disso nossa vida sensual melhorou muito, ela gozava muito mais, me chamando de negão enquanto eu metia nela, nunca mais repetimos a experiência e nem falamos com o negro que fodeu ela tão bem e o telefone dele acabou se perdendo mas ficou a lembrança daquela aventura onde minha esposa se entregou totalmente ao negro gozando como nunca havia gozado e eu adorei ver outro homem metendo e gozando dentro da minha deliciosa esposinha…….

2780 views

Contos Eróticos relacionados

VI MINHA ESPOSA DANDO O CU PARA MEU AMIGO

A Andei muitos dias em teste comigo mesmo. Como seria meu comportamental e emocional após a colocação dos primeiros chifrinhos. O que mudou?  Bem!  Aumentaram os compromissos principalmente na...

LER CONTO

MINHA ESPOSA ADORA FODER COM NOVINHOS NA MINHA FRENTE

Meu nome é Carlson e sou casado com rosana, essa gostosa de 40 aninhos, na cozinha de nossa cada de praia. tenho 56 anos e somos liberais. sou corno manso assumido mesmo. e usamos esse local para...

LER CONTO

GOSTO DE SER DESMORALIZADA, NA FRENTE DO CORNO MESMO.

Vejam nessa foto e nesse filme que eu estou enviando como sendo desmoralizada, como uma cadela vadia e de rua, cheia de camisinhas com esperma, jogadas no meu rosto e no meus seios. Eu gosto muito...

LER CONTO

Gina e os encantos da sodomia II

Tomas com o polegar fica passando as imagens no celular. As fotos são de sua amiga Morgana. Ele tem tirado essas fotos sem que ela percebesse. As fotos que mais excita sua imaginação são três...

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 1 + 1 = ?
ContosAdultos.Club - O seu site de Contos Eróticos
Se você gosta de ler contos eróticos ou contos adultos é o site perfeito para você. Aqui você vai ler contos sexuais reais, e o melhor de tudo é que o site é atualizado diariamente.
© 2022 - Contos adultos