Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Contos adultos » Contos de incesto » Minha enteada safada

Minha enteada safada

Publicado em setembro 6, 2019 por CooledCutie

Olá, venho aqui relatar o que aconteceu, sou casado a 7 anos, tenho uma enteada que hoje tem seus 19 anos, sempre fui muito atencioso e cuidadoso com minhas ações, afinal sempre tive medo se ser mal interpretado e ser acusado por algo que não fiz(se é que me entendem), mas de alguns meses pra cá, minha enteada em agido de forma diferente, usando roupas mais curtas em casa, blusinhas finas sem soutien, saindo do banheiro de toalha e passeando pela casa, e isso começou a chamar a atenção para o mulherão que ela está se tornando, loira de olhos castanhos intrigantes seios redondo que parecem moldados com uma forma perfeita, bundinha empinada, magrinha cintura fina.

Assim com tudo isso passei a observar a danadinha, e ela sempre a notar minhas reações, sempre que chegava perto eu saia, sempre que se aproximava de mais eu evitava. Mas um belo dia não consegui evitar, ela teve um problema de infiltração no quarto dela e teve que dormir no meu quarto com minha esposa, assim que chegou tentei colocá-la para dormir no canto com a mãe dela, ela prontamente disse que não conseguia dormir no canto, somente na beirada que ela conseguiria dormir, minha esposa por sua vez só dorme no canto próximo a parede por gostar de encostar a perna na parede quando sente calor, então fui obrigado a dormir no meio.

Minha enteada estava com uma camisola dessas bem comportadinhas e pano leve, notei que estava sem soutien, mas me contive e deitei tentando buscar meu sono, minha esposa em um sono pesado, e minha enteada na beirada de costas para mim, aparentemente dormindo, com isso o cheiro doce daquela menina começou a mexer comigo, revirar meus pensamentos, com a mão tremula toquei em sua cintura, nossa a sensação de tocar aquele corpo era incrível, deslizei a mão até sua barriguinha chapada e firme e puxei ela levemente contra meu corpo, e neste momento quase morri com a mexida que ela deu achando que tinha acordado, mas pra minha surpresa o corpo dela só se acomodou melhor no meu, meu pau explodindo o tesao me matando, sem pe sar fui subindo da barriga até o meio dos seios, e assim levemente comecei acariciar um daqueles seios duros de bicos firmes, foi quando pensei, será que ela está de short ou só de calcinha.

Soltei seu peito e fui para coxa e comecei a subir a camisola, ai veio mais um susto, ela se mexeu novamente e ficou de barriga pra cima, e eu ali tremendo e de pau extremamente duro, tudo em silencio novamente, ela de barriga pra cima estava ate mais fácil de tirar minha dúvida, fui direto em direção a sua bucetinha, e para meu desespero e safada estava sem nada, completamente e somente de camisola, quando toque e senti aquela bucetinha lisa e nua não aguentei o tesao, ja não estava ligando pra mais nada, comecei acariciar aquela bucetinha, como ela estava de barriga pra cima dei um jeito de tirar o peito dela pra fora e comecei a mamar carinhosamente.

Foi ai que mais uma vez ela se mexeu e eu quase morri,so que desta vez ela jogou uma perna em cima de mim, foi ai que descobri a armação, a danada estava fingindo, deixando assim completamente livre a bucetinha para meus carinhos, pois quando passei a mão ela tava completamente enxarcada, enlouquecido comecei a passar os dedos e a chupar aquele mel maravilhoso que nunca senti igual, lambuzava e chupava os dedos, tava maravilhoso mas ela se virou de bruços p mim e assim acomodei meu corpo no dela e comecei a me esfregar, louco de tesao tirei meu pau pra fora e comecei a esfregar na grutinha dela, que por sinal muito molhada, foi quando pontiei so a cabeça na bucetinha dela so pra sentir aquele calor quando fui surpreendido por um único movimento dela e colocou a metade do meu pau pra dentro, tive que me segurar loucamente para não gozar, ela começou com leves reboladas tentando por td meu pau pra dentro soltando leves sussurros de gemido, e eu louco comecei a acariciar os seios dela, e gradativamente ela foi almentando os movimentos, comecei a pedir pra parar que eu iria gozar, foi quando ela fala pra mim.

– Goza, tô esperando por isso a muito tempo, mais você não colabora, vai enche essa buceta de porra!

Não me aguentei, gozei feito um cavalo e ela na mesma sintonia gozou tbm pois se contorcia descontrolada e eu sentia sua buceta apertada latejando e contraindo, ficamos grudados urrando por uns 40 segundos até que a mãe dela se mexeu e tivemos que nos desconectar do transe e desfaçar…

Logo contarei mais, ficou longo mais tentei relatar com detalhes, espero que gostem

7255 views

Contos relacionados

Tio , fazendo com meu lindo tio .

Como sempre fazíamos todo ano fomos a família toda para praia no carnaval . Foi uma semana inteira na muvuca , quase 30 pessoas numa enorme casa com piscina e tudo. Luis e casado com a irmã de...

LER CONTO

Priminha gostosa pediu para eu chupar sua buceta

Tudo bem pessoal? Meu nome é Pedro Henrique, tenho 21 anos e vou relatar neste conto o dia em que minha priminha gostosa pediu para eu chupar sua buceta. Tudo aconteceu na virada de 2017 para...

LER CONTO

Minha tia gostosa sentou muito no meu pau

Olá gente tudo bem? Meu nome é Henrique, tenho 19 anos e neste conto adulto vou relatar o dia em que minha tia gostosa sentou muito no meu pau enquanto minha mãe fazia compras no supermercado. ...

LER CONTO

Sexo com o primo em plena férias

Olá gente, me chamo Karolinny, tenho 18 anos e hoje vou contar uma história que me deixa super molhada quando lembro. É a história de quando eu fiz  sexo com o primo nas férias. Então, isso...

LER CONTO

1 - Comentário(s)

  • Japonesa 11/09/2019 17:05

    Fiquei molhadinha com seu conto. ;)

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 5 + 3 = ?

Se você gosta de ler contos eróticos o contos adultos é o site perfeito para você. Aqui você vai ler contos sexuais reais, e o melhor de tudo é que o site é atualizado diariamente.

© 2020 - Contos adultos