website page counter
Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Contos adultos » Contos de fetiche » Meu caso com uma hippie

Meu caso com uma hippie

Publicado em agosto 9, 2022 por Pedro

Talvez essa história não seja a melhor pra contar por aqui, pq não tem muita coisa sexual, mas se gostarem eu ainda vou escrever em outros lugares, a história é real, meio engraçada e curiosa, sim basicamente eu namorei com uma hippie que encontrei na rua, primeiramente contextualizando, eu sou um cara de 22 anos, moro sozinho pois estudo e trabalho em uma cidade, mas volto qse todos os fins de semana para cidade dos meus pais, as duas cidades são do interior do Ceará.

A história começou na cidade dos meus pais, num domingo, era cerca de 19 hrs qnd passei de moto por um sinal, onde tinha uma Hippie fazendo malabarismo, naquele sinal não era normal ninguém ficar, nunca tinha visto aquela hippie na cidade, ela era magrinha, bem feita, se estivesse bem vestida, bem arrumada, seria uma mulher realmente espetacular, ela era bem bonitinha de rosto, me chamou atenção.

Parei e falei com ela, dando boa noite, boa sorte, falei bastante com ela, perguntei de onde era(ela é da Argentina), como ela começou a fazer aquilo, naquele estilo de vida e tal.

Sai e fiquei pensando em como fazer para me aproximar dela, bem, segunda de manhã cedinho já iria viajar para a minha outra cidade, então tinha que ir atrás dela aquela noite mesmo, peguei o carro e passei por lá de novo, parei e só tinha esperando no sinal, então chamei, ela me reconheceu, ali falei “bora comer alguma coisa”, ela abriu um sorriso e pegou suas coisas, falando, “não tem problema eu entrar aqui não?”, Depois “cuidado onde ta me levando “, comprei comida e fomos para uma praça, lá conversamos, ela disse que eu estava sendo muito legal, eu comecei a falar que tinha achado ela bonita, queria conhecer e só pensei em fazer aquilo mesmo para me aproximar, ela era bem direta e falou “olha, se ta querendo me levar para algum motel, me avisa logo, só me garante que não é um louco que vai tentar me atacar “, bem fiquei sem muita reação e disse “não, não sou um maníaco, mas olha, amanhã vou viajar, se vc quiser ir para um motel…

” E acabou que fomos, bem lá ela tomou banho, eu fui acariciando e beijando ela, ela se ajoelhou e me chupou, ela tava bem peludinha, mas era bem gostosa, e embora não tivesse tão cheirosa, foi muito bom, depois deitados, ela ficava falando que tava com medo de eu ser um louco, que queria matar ela ou algo assim, mas fui conversando com ela com calma, disse a cidade que eu morava, ela falou que estava pensando em ir para lá depois daquela semana, ela me explicou que dormia numa casa com uns 15 hippies, mas que a maioria nem dormiam por lá, eles dormiam pelas ruas e que a maioria passava o dia pelas ruas, bem eu chamei ela para durmi lá em casa, mas ela nem levou a sério, quando saímos, ela só falou “olha, foi um prazer conhecer, pode me deixar lá naquela praça, obrigado aí por tudo”, eu logo disse “não, não, vamos para outro lugar, adorarei te conhecer e mais, não tava brincando, vamos durmi lá em casa, comigo”, bem ela realmente percebeu que não tava brincando, qnd parei numa conveniência comprei um monte de salgados, biscoitos, chocolate, cerveja.

Bem uma certa hora ela olhou pra mim e falou “se queria tanto me comer, não precisava se esforçar tanto”, isso só foi a primeira vez que ela falou isso kkkk, levei ela para minha casa, falei que ela ia tomar um bom banho e durmi, bem acho que fazia um tempo que ela não via um shampoo kkk, além de desodorante e perfume, ela não tava com nenhuma roupa para trocar, mas digamos que nem foi preciso kkk, ali ela se deitou na cama me olhou ela não acreditava que eu realmente tava tratando ela daquele jeito, bem ela foi bem mais safadinha lá, me deu o cuzinho e só precisou de uns cuspe, ela não tinha frescura, sentava com força, gemia bastante, mesmo peluda o cuzinho dela era ótimo, depois do sexo, se deitamos e falei, olha vc vai para aquela cidade, qualquer coisa se encontramos lá, peguei o contato dela, mas falei, acho que próximo final de semana estou aqui, se quiser ir comigo para lá, ela me respondeu que queria ir comigo, que iria até naquele dia mesmo, não levei muito a sério, qnd acordamos, me arrumei, e levei ela, ela me olhou e falou “gostei muito, dessa noite com vc, realmente vc não é um maníaco, apareceu do nada, mas era maravilhoso, quero te ver mais vezes”, olhei e falei “oow, queria que vc fosse comigo já hj, gostei muito de vc”, ela “sério?

Podemos pegar minhas coisas e iria com vc”, as coisas dela era uma mochila, passei a viagem toda imaginando, pq eu tava levando uma hippie aleatória para minha casa kkkk, bem qnd chegou eu deixei ela no meu quarto, já que ela tava cansada, bem fiquei com muito medo dela ter me roubado, mas qnd cheguei em casa, vi ela com um vestidinho meio caído, que deixava ela muito gostosa, mas ela tava com baseado na mão, olhou para mim falando “já voltou irmão”, naquele momento pensei ‘oq eu to fazendo da vida, sustentado vagabundo a toa’, bem mas ela tinha limpado minha casa, fez o almoço e tinha deixado tudo ajeitado, ali realmente me deixou confuso, mas decidi deixar ela por ali por um tempo, ela saiu de tarde para fazer seus malabarismo nos sinais, qnd foi a noite, passei por lá, peguei ela e decidi comprar algumas coisas de higiene para ela e tbm roupa, sim eu comprei roupas para ela, shampoo, desodorante, perfume e tudo mais, gastei um bom dinheiro com aquilo, com ela mesmo falou ‘nem precisava de tanto para comer ela’, mas realmente não tava me importando muito, inclusive gostava dela, tanto que no outro dia estava eu, no meu apartamento, dando uma geral nela, inclusive depilando kkk em plena terça feira, estava eu passando barbeador no cu de uma hippie que encontrei na rua, e depilei ela todinha, dei um belo banho, arrumei, e realmente, ninguém dizia que ela era uma hippie, saia com ela e o pessoal achava muito bonita, arrumada e tal, era bem boa, qnd dei uma geral nela, me lembro que passamos a noite toda numa transa incrível.

Chupei muito ela, comi o cuzinho dela de 4 com força, ela gemeu muito, gozou 2 vezes, naquela noite foi o melhor sexo da minha vida, qnd acordei, ela fez o café, trouxe para mim na cama, ela estava totalmente pelada, me deu um beijo e dava para senti que ela estava realmente gostando daquilo, de mim nem preciso falar muito, estava apaixonado por ela, principalmente depois do boquete que ela me fez aquela manhã, ela era muito safadinha, naquela semana meu pau tava em fogo, mas bem, realmente assumi ela como namorada, num ponto que fiz ela parar de ir para as ruas e morar de vez comigo, mas com um tempo, vi uma oferta de emprego que ela podia pegar, falei para ela, como se fosse uma oportunidade dela iniciar uma vida nova, mas ela não agiu nada bem, falando que não queria viver assim.

Veio para o Brasil viver uma vida livre, não ficar numa casa, bem naquele dia brigamos, pois eu não entendia pq ela não tinha me explicado antes, já tava um tempo morando comigo, eu basicamente sustentando ela, ela veio me falar como se eu tivesse forçado ela, mesmo assim convenci ela, já que seria mais fácil se manter pelo Brasil, trabalhando e morando comigo, mas não demoraria muito, depois de pouco mais de um mês, ela fez a mochila, se despediu e seguiu sua viajem pelo Brasil, ela chorou, tentou me explicar que era seu estilo de vida e que tinha que seguir, eu nem fiquei com raiva, continuamos se falando qse todos os dias, ela ainda voltou para minha cidade (dos meus pais) passamos um final de semana, mas daí já faz qse 2 meses disso, não se falamos mas tanto assim e ela já está no Uruguai, confesso que ainda penso nela e fico me sentindo otário por ter dado tantas coisas para ela e sustentado por um tempo, mas não me arrependo, creio que nesse tempo fui feliz e gostei bastante dela, ainda gosto e penso nela até hj.

Talvez essa história não deveria ser nem contada por aqui, nem tem tanta parte sexual, mas espero que quem leia goste, sei lá, só queria contar isso para mais pessoas que não fosse meus amigos.

4763 views

Contos relacionados

CUNHADA PROVOCA-ME COM OS SEUS DELICIOSOS PÉS

Há muito que uma das minhas cunhadas (irmã da minha mulher) sabe do meu enormíssimo tesão pelos pés dela. Esguios, magros, pequenos (calça o 35 como a irmã), branquinhos como todo o seu corpo....

LER CONTO

Minha namorada me fez um fio terra pela primeira vez.

Meu nome é Vinícius, e vou contar uma experiência que tive a um tempo atrás com minha ex, namorada. Pra falar a verdade, ela nem é ex namorada, nós apenas tínhamos uma amizade colorida. ...

LER CONTO

Amante da titia

Minha tia é deliciosa solteirona que adora uma putaria, uma coroa bem conservada com seios durinhos, um rabo grande e gostoso e um bucetão maravilhoso... Ela sempre me deu muita liberdade e...

LER CONTO

Minha prima safada

Vou contar pra vocês sobre o dia em que transei com a minha prima gostosa! Ela se chama Karol, tem cerca de 1,65 de altura e um corpo esculpido por Deus, uma cintura fininha, uma bunda enorme...

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 2 + 3 = ?
ContosAdultos.Club - O seu site de Contos Eróticos
Se você gosta de ler contos eróticos ou contos adultos é o site perfeito para você. Aqui você vai ler contos sexuais reais, e o melhor de tudo é que o site é atualizado diariamente.
© 2022 - Contos adultos