website page counter
Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Contos adultos » Contos eróticos picantes » ME TORNEI A PUTINHA ADORADA DO PAPAI

ME TORNEI A PUTINHA ADORADA DO PAPAI

Publicado em junho 24, 2022 por CARLOS A. LYRA

ME TORNEI A ‘PUTINHA’ ADORADA DO PAPAI. – – –
– . . . – Vou iniciar contando como fiz minha filha virar minha gostosa putinha submissa e depois de todos que eu desejava da família.
– . . . – Me chamo Luís Fernando tenho 52 anos minha filha Elaine Fernandes 32 (fui pai bem cedo), mas a mãe dela era casada com outro homem e nunca conheci Elaine quando criança ou adolescente e só a conheci ela já era casada, eu e a mãe dela iniciamos aproximação.
– . . . – Elaine é um loira de corpo perfeito, bunda invejada até por mulheres, podemos dizer que é uma mulher na sua inteira perfeição, com um par de seios lindos, firmes e desejosos de serem mamados, bico rosado uma delícia e ela sempre foi muito fogosa e com uma autocrítica imensa. … Sem ser orgulhosa ou arrogante. …
– . . . – Sei de tudo dela, pois ela se abriu comigo e eu como pai sempre ouvi, mas combinamos que não teria segredos entre nós jamais, ela vivia um casamento infeliz e nunca era satisfeita sexualmente pelo marido, eu havia deixado a EX pelo mesmo motivo então um compreendia o outro muito bem, logo depois ela se separou do marido e me convidou a morar com ela e o filho de 8 anos no Rio de Janeiro
– . . . – Confesso que as vezes eu via minha filha andando pela casa de calcinha e camiseta e teve vezes que imaginei que delicia deveria ser ela na cama.
– . . . – Confesso que algumas vezes espiei ela no banho e me encantava ao ver aquele mulherão ali peladinha tomando banho, ou quando íamos na piscina ela de biquini era encantadora, eu me policiava demais para não olhar tanto para aquela bunda dela.
– . . . – Assim vivíamos de boa em casa, até que numa manhã o telefone tocou ela atendeu dizendo Oi prima tudo bem com você, quanto tempo e bla bla bla, descobri que era uma prima chamada Dani, nesta hora eu estava de saída pra buscar umas cervejas e tal pois o calor estava demais, e meu neto havia ido passar o final de semana com o pai.
– . . . – A deixei então na sala falando com a prima e sair… após já andar uns 10 min notei a falta da carteira e voltei pra casa para pegar, entrei e Elaine não estava na sala e sim na cozinha por isso não me viu entrar, ao me aproximar da cozinha escuto o seguinte comentário .. Ahh prima não chegamos lá mas sou doida pra sentir rola do primo Sandro em mim. fiquei só na vontade naquela época, mesmo com 11 anos prima queria ser puta dele.
– . . . – Aquilo me subiu algo pela espinha e uma certa raiva e ciúme tomou conta de mim, pois ali fiquei sabendo que ela o primo e mais 2 primas viviam se esfregando quando tinham média de 11 anos e ela dizendo que desejava ter sido puta do primo.
Entrei na cozinha ela ao me ver ficou pálida…. sem palavras eu só disse, desliga o celular vou te mostrar o que é ser puta, avancei nela e o celular caiu ao chão, ela vestia uma camiseta e um short de moletom folgado, a virei de costas empurrando na mesa da cozinha, ela se apoiou com as mãos na mesa para não bater o rosto, passei a dar palmadas em sua bunda, ela chorando pedida desculpa papai… me perdoe, eu cego de raiva e um certo ciúme, puxei um cinto que eu usava, baixei o shortinho dela e notei que estava sem nada por baixo, dava-lhe cintadas na bunda….
eu dizia você quer ser puta de primo sua cadela, vai ser sim mas vai ser de seu pai..
– . . . – Rasquei sua camiseta deixando ela completamente pelada, segurando pela nuca não deixei que levantasse, eu estava cego de tudo com aquilo, com outra mão tirei minha roupa, pau estava latejando, fiz ela afastar as pernas aquele rabo na minha frente buceta linda, segurei meu pau e soquei de uma vez na buceta dela, entrou tudo ela chorava eu dizia quer ser puta, vai ser sempre minha..
– . . . – Metia em minha filha como se ela fosse uma qualquer, como se fosse uma puta de esquina…
– . . . – Eu metia mais e mais forte sempre chamando de puta, vadia cadela, humilhando-a de verdade.
– . . . – Após uns 5 minutos metendo e fodendo, senti que ia gozar eu já havia recobrado parte dos sentidos tirei o pau de sua buceta puxei pelos cabelos a fiz se ajoelhar diante de mim mandei abrir a boca e com umas 3 metidas gozei na boca de minha filha e disse, não jogue fora, pois, puta charmosa e safada bebê e pede mais.
– . . . – Ela bebeu eu disse pede mais cadela ela pediu, a fiz sugar meu pau deixando-o limpinho antes de terminar batia o pau na cara dela. Ai safada queria ser puta agora você puta, será minha outa quando eu quiser, vai me obedecer ao máximo será uma filha puta e submissa, dei um tapa na cara dela ela chorando dizia, sim papai vou ser tudo que desejar sempre…
– . . . – Ela estava assustada, ordenei para que tomasse um banho voltasse para a sala. ela de cabeça baixa saiu, pequei o celular que estava no chão e percebi que a prima Dani ouviu tudo, eu apenas disse, você será a próxima sua cachorra e desliguei.
– . . . – Após uns 20 minutos Elaine chega na sala tomada banho, e usando camiseta sutiã e tudo mais.
– . . . – Pedi que sentasse e eu fui pra um banho, ao retornar voltei de cabeça baixa, de certo modo eu estava arrependido de tudo que fiz, afinal minha filha, me sentei disse a ela, minhas malas estão prontas mas antes de partir devo te pedir perdão… eu jamais devia ter feito o que fiz, nunca deveria ter tocado em vc..
– . . . – Ela se levantou me olhou nos olhos e me disse, Pai esquece isso de ir embora, hoje o Senhor me fez se senti a mulher mais feliz do mundo… me realizei pai com o senhor fazendo o que fez.
– . . . – Não quero que vá jamais quero ser sua sempre Papai….
– . . . – Pai senhor não sabe o quanto esperei que um homem de verdade me fizesse o que o senhor fez hoje…
– . . . – Respondi mas filha enquanto eu fodia você muita coisa passou pela minha cabeça, eram pensamentos de sacanagem muito grande…
Ahhh pai te amo e farei tudo que o senhor desejar e jamais vou te trair, pois o senhor era o homem que eu espera em minha vida.
– . . . – Neste momento eu contei a ela o que eu havia dito para a prima dela e ela me disse, não tem problema papai se tivermos a chance um dia quero te ver foder ela, ela era safada quando pré-adolescente e sei que o senhor vai amar foder ela.
– . . . – Só não me deixe pai, serei sua mulher , amante, puta, filha safada… mas não me deixe.
– . . . – Me levantei dei um abraço nela que logo me disse, me beija pai como sua mulher, após um beijo ardente ela se ajoelhou puxando meu short e cueca segurou meu pau, acariciando levemente me olhando disse, serei sua pai como o senhor desejar, logo em seguida vi ela colocando cabeça de meu pau na boca e dando sua leve sugada, meu pau estava meia bomba mas bastou sentir boca dela toda, ele passou a pulsar na boca dela, coloquei mão em sua nuca, segurei pelos cabelos e passei a meter naquela boca maravilhosa…. resmungava chupa filha rola de seu pai sua puta. ahhhh delicia Elaine papai ama ser mamado assim, ela enfiava todo até na garganta, retirava o pau as vezes e passava pelo rosto e batia ele na cara dizendo, sou sua pai, sua filha faça td que desejar, serei a puta mais obediente do mundo e serei só sua..
– . . . – Ao enfiar meu pau na boca de novo eu disse, NÃO você será minha submissa e vai foder com quem eu quiser e onde eu mandar… ela só balançou a cabeça concordando…
– . . . – Logo se levantou e rebolando tirou a roupa toda peladinha me disse, use e abuse papai, olhei os vergões que havia deixado nela ao bater na hora da raiva.
– . . . – Me sentei e disse, vem foder seu dono ela abriu as pernas sentou em meu colo de frente, abocanhei seus seios e chupando e mordendo ela gemia, se contorcia a segurei pela bunda puxando senti meu pai na sua buceta, ela segurou encaixou e me disse, mete pai na filha fode forte.
– . . . – A puxei com tudo, pau entrou todo ela passou a rebolar, eu chupava, lambia seios dela, deliciosos os seios dela….
– . . . – Fodemos muito, ela pedia mais e mais, logo já estava dando tapas na bunda ela dizendo, castiga papai a filha castiga pois mereço fui uma menina má…
– . . . – Mudei a posição dela e mandei se virar de costas e sentar de novo, a visão da buceta engolindo meu pau e aquela bunda subindo e descendo não resisti anunciei que ia gozar ela toda puta disse, sou sua mulher papai pode encher minha buceta de porra, vai pai goza na filha papai… goza junto comigo pai…
– . . . – Explodimos num gozo alucinante, mandei ela se levantar abrir as pernas ao ver minha porra escorrer de sua buceta ordenei, pega e lambe, ela obedeceu passava mão na buceta e levava na boca, lambendo tudo depois ainda limpou meu pau todo.. lambendo até meu saco…
– . . . – Cansados de foder, quando ela foi vestir a roupa pedi que não, pois não queria mais ver ela de roupa… ela concordou. …
pelada ali ela me disse, Pai quer me castigar como fez na cozinha???
– . . . – Eu não perdi a chance, pedi o cinto ela me entregou se colocou de 4 e eu batia nela como se ela fosse uma criança, cinta pegava nas coxas, bunda e as vezes nas costas… e isso me dava tesão enorme.
Fomos pra um banho os dois, nos vestimos e saímos comprar umas bebidas de mãos dadas como um casal, na rua ela toda gostosa homens olhando e comendo com os olhos eu me sentia feliz.
– . . . – Entramos em um barzinho, me sentei na primeira mesa e mandei ela ir até o balcão fazer nosso pedido, vi homens seguirem ela com os olhos, ela usava um vestidinho acima do joelho uma calcinha minúscula e estava sem sutiã…
Ao voltar para mesa perguntei, filha você vai mesmo ser e fazer tudo que papai desejar? ela olhar fixo no meu disse, SIM PAI, VOCE É MEU HOMEM E SEREI OBEDIENTE.
– . . . – Mandei que fosse ao banheiro tirasse a calcinha e me entregasse na mesa, ela fez…
– . . . – Depois disso bebendo e conversando sacanagens, mandei que ela se descuidasse e abrisse as pernas de leve sem ser tão vulgar, pude ver minha filha pagando buceta enquanto olhavam de longe admirando e desejando o que seria só meu..
– . . . – Olhei a ela dirigindo meu olhar numa mesa onde tinhas 3 homens sentados e sabia que estavam babando por ela, peguei um cigarro e a fiz ir até na mesa pedir se alguém acendia, mandei ela abaixar na mesa, assim deixava seios à mostra…
– . . . – Ao voltar cigarro aceso ela me contou que cantaram ela, dizendo que ela devia estar com homens mais novos e não com um senhor…
– . . . – Gostei da situação, falei a ela um dia papai ia fazer uma suruba ela teria que trepar com 3 sendo bem puta pra eu assistir.
– . . . – Ela me disse, Pai já disse farei tudo que o senhor me ordenar, mas só farei se o senhor estiver presente, afinal filha precisa da proteção do pai.
– . . . – Ali ficamos e até bilhetinhos ela recebeu…. fomos para casa bebemos mais um pouco conversando e nos deitamos exaustos e dormimos, acordei com o café da manhã ao lado da cama e minha filha mamando meu pau e dizendo, pai quero seu leite. pois seu café ja está ai do lado…
– . . . – Vadia me chupou até que eu gozasse na boca, via porra escorrendo e ela pegando com mão levava na boca e dizia, porra de papai não vou perder uma gota.
– . . . – No domingo teve mais coisas, e mais exigências minhas….
– . . . – Pois prometi que de tão gostosa vou prostituir ela, ela disse se o senhor ordenar serei por você papai…
– . . . – CONCLUSÃO – A SUA SUBMISSÃO ACABOU TORNANDO-SE A MINHA PROSTITUTA PREFERIDA. … LINDA. GOSTOSA E A PREFERIDA DA GAROTADA DA REGIÃO. …
C. C. L.

10533 views

Contos relacionados

A afilhada gostosa da minha esposa

Meu nome é Fernando. Tenho 35 anos, sou moreno, tenho 1,75m e corpo atlético. Sou casado há dois anos com a Leandra, uma morena linda, de 37 anos e corpo bastante sensual. Antes de conhecê-la já...

LER CONTO

Uma Viagem Inesquecível – Parte 2

Uma Viagem inesquecível - Parte 2   Essa história continua depois de voltarmos da viagem a Ubatuba; eu, Linda e Marcos. Chegamos todos em casa num clima de que nada tivesse acontecido, a...

LER CONTO

Comendo o Cuzinho da enteada

- . . . . - Comendo o Cuzinho da enteada. - - - - . . . . – Isso me aconteceu em 2020 em pleno auge da pandemia. ... Foi ano muito proveitoso que a minha enteada Juliana passou a morar conosco,...

LER CONTO

A MINHA LINDA E TESUDA VIZINHA – 2º CAPÍTULO

- . . . – A MINHA LINDA E TESUDA VIZINHA. - - - - . . . – UMA DESCONFIANÇA INTERMINÁVEL. - - - Personagens desta História – Karoline e Ferdinando – Vizinhos. Categoria – Conto Erótico...

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 3 + 1 = ?
ContosAdultos.Club - O seu site de Contos Eróticos
Se você gosta de ler contos eróticos ou contos adultos é o site perfeito para você. Aqui você vai ler contos sexuais reais, e o melhor de tudo é que o site é atualizado diariamente.
© 2022 - Contos adultos