website page counter
Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Contos adultos » Contos eróticos gay » Me conhecendo com meus amigos de escola – Parte 4 (Fomos descobertos mas aproveitamos a noite)

Me conhecendo com meus amigos de escola – Parte 4 (Fomos descobertos mas aproveitamos a noite)

Publicado em agosto 30, 2022 por Japa Suky

Eu fiquei olhando, desci para pegar minha roupa perto da piscina, ele desceu atrás de mim e foi se trocar também…. Eu estava pronto e sentei no sofá, ele veio, todo vermelho sentou do meu lado…

Tom – Eae, gostou ?? Eu gostei muito… Su, sua bunda é muito bonita, deve dar de 10 a 0 nas meninas da escola, quando eu peguei na sua cinturinha e puxava, dava até as batidinhas, você ouviu??

Eu – Ouvi sim… você foi forte, falei pra você ir devagar, está doendo agora…

Tom – Mas você estava gostando, eu vi que você estava de olho fechado respirando fundo e se ajeitando pra mim te comer… teve até uma hora que vc que veio pra traz…

Eu – Mentira… estava doendo, eu estava segurando a dor… ( mentiiiiraaaaaa )

Tom – É nada, você estava gostando… eu gostei.

Fiquei com cara de tímido pois falar daquilo ainda não éra muito comum pra mim, eu via vídeo na internet e tudo mais, falar por falar na escola e tal… mas falar de dar, depois de ter dado pra ele, estava com muita vergonha.

Ele veio ficou mais perto de mim e disse:

Tom – Fica sem camiseta… você gostou quando eu chupei sues biquinhos na piscina? Até deu umas resmungadinha se torcendo um pouco… kkkkk

Fiquei com vergonha, estava encolhido no sofá, só balancei a cabeça que sim, e fiquei parado.

Tom – Tira a camiseta, fica que nem eu só de short, vamos assistir um pouco, vou ver se tem alguma coisa na cozinha….

Ele se levantou, foi para a cozinha, eu tirei a camiseta fiquei sentado, meio incomodado porque meu cuzinho realmente estava sensível… não estava doendo muito, estava mais sensível mesmo, eu sentado conseguia sentir ele, fiquei um pouco preocupado, pois tinha visto um pouco se sangue quando estava escorrendo o gozo dele na minha perna, mas depois do banho não tinha mais nada… fiquei com aquilo na cabeça.

Ele veio já sorrindo e colocou uma jarra de agua na mesa na sala, ligou a tv, sentou do meu lado, estava passando um filme, ele olhava pra mim, e eu tentando evitar ficar olhando pra ele…

Tom – Agora sim, relaxa um pouco, logo minha irmã ta ai… vamos aproveitar…

Me empurrou pra ponta do sofá, eu fique apoiando as costas no braço do sofá virado para ele, ele veio abaixou a cabeça e começou a chupar meu biquinho de novo, estava com a boca gelada da agua que ele tinha tomado, eu fiquei la sentindo ele me dar mordidinhas, lambidas, trocar de peitinho, chupar, colocar na boca e ficar circulando a língua em volta deles… confesso a vcs que eu estava amando aquilo, fiquei segurando a cabeça dele bem de levinho e deixando ele fazer o que ele queria… ele dava umas chupadas mais fortes, umas mordidinhas mas fortes tb, acho que éra pelo momento mas eu nem reclamava, queria que ele continuasse com aqueles beijos gostosos nos meus biquinhos… até que ele tirou o pau dele pra fora e começou a bater uma punheta me dando umas chupadas mais fortes e umas mordidinhas, ele meio que ficou de lado batendo uma, e me chupando…. Eu já no ápice, amando aquilo tudo, fui com a mão e fiquei acariciando o pau dele, ele tirou a mão dele e eu comecei a bater pra ele…

Tom – Ummmm, que delica, agora da até pra me concentrar mais aqui… ta gostando?

Eu – Uhum, esta gostoso… continua.

Tom – Quer que eu continue? Então vai ter que fazer o que eu quero depois. . . (falou com cara de malandro olhando pra mim, segurando um dos meus biquinhos com os dedos, dando uma rodadinha bem leve neles… desgraçado sabia como fazer….)

Eu – faço, continua… (na hora estava tomado de prazer, fui na jogada…)

Ele voltou a me dar umas mordidinhas, lambia com vontade, dava umas chupadas mais forte, sugando e puxando pra traz… eu estava louco pra tirar meu pauzinho pra fora e começar a bater uma, mas fiquei com medo da reação dele, pois até ali eu não tinha feito nada, só batinha uma depois das brincadeiras e já éras…. éra até gostoso, porque eu ficava com tesão o tempo todo, eu gostava daquilo, e sempre que eu gozava, parecia que esfriava tudo e me dava uma sensação de culpa mortal….. Então eu evitava kkkkkk …

Do nada escutamos a maçaneta da porta da uma forçada, (estávamos na sala, logo após a porta no andar de baixo), o Tom deu um pulo pra cima já colocou o pau pra dentro da bermuda, eu tomei um susto e sentei direito no sofá, puxei um travesseiro e coloquei no colo pra disfarçar o volume, mesmo que pequeno, mas éra uma tática rápida que eu usava no meu quarto quando alguém chegava, já estava meio que automático, eu olhei pra ele e dei uma balançada de cabeça apontando pro pau dele, ele olhou pra baixo fez cara de susto e saiu correndo pra piscina deu um pulão caindo de bolinha na agua… Eu com o coração a mil por hora, respirando rápido, pois quase fomos pegos. A irmã dele entra enquanto ele corria ainda, éla fica olhando para ele e diz:

Josi – O Tom… vai morrer seu fedelho… Já comeu?

Tom – Você falou que ia ligar quando estivesse vindo…

Josi – Não liguei edai? Cheguei mais cedo… (éra umas 16:30 mais ou menos)

Josi – Eae Japa… (todo mundo já me conhecia assim, apelido de todo asiático…. Já tinha ido na casa deles algumas vezes antes, e já falava com éla e a família dele.)

Éla olha para mim, vira, de repente olha de novo, faz uma cara meio expressiva, levantando uma das sobrancelhas mais ou menos como se tivesse falado sem falar nada… “Que porra é essa ??” Eu fiquei meio sem saber o que fazer, comecei a ficar vermelho certamente, comecei a ficar quente e respiração ficar a mil mesmo sem entender o que ela estava fazendo olhando pra mim… Éla virou, foi pra cozinha balançando a cabeça… Eu fui olhei pro travesseiro estava tudo normal, não estava aparecendo volume nenhum, mas quando olhei meus peitinhos, eu quase desmaiei na ora, minhas pernas amoleceram, eu fiquei mole… Meus biquinhos além de vermelhinhos estavam com marquinhas vermelhas de chupada, e até um com marquinha de dentes, como sou branquinho qualquer coisa aparece bem, mesmo o vermelhinho sento fraco, mais ou menos, porem ficava bem marcado… Na hora eu não sabia o que fazer, eu queria ir embora, queria correr pra piscina, ou colocar uma camiseta… sei la …. Fiquei no sofá travado de vergonha…. Olhei pra cozinha, vi que a Josi tinha ido pro fundo eu levantei, corri para a piscina e entrei na agua…

Eu – Tom…Tom… acho que sua irmã percebeu Tom… (já com voz de choro) …

Tom – Como meu? Éla não viu nada…

Eu – Olha (mostrando meus peitinhos), ta vendo, você deixou marca, éla ficou me olhando com cara estranha… éla viu…. éla viu.. (eu estava entrando em pânico, já chorando praticamente).

Tom – Éla não vai falar nada não… Éla não viu, éla é idiota assim mesmo, mas mesmo se éla falar alguma cosia eu arrebento éla, ta na minha mão, mo puta aqui no condomínio, se éla falar ta fodida… (ficou bravo e olhando para a cozinha pra ver se via éla)

Ele logo saiu da piscina, pegou a toalha deu uma secada e foi pra cozinha… Eu não sabia se ia junto, mas a vergonha de olhar éla de novo foi maior, fiquei na agua até o queixo pra não aparecer mais nada, só pensando no que eu ia falar se alguém descobrir…. Passou um tempo ele veio, com cara de bravo.

Tom – Vamos lá jogar…

Eu – O que éla falou?

Tom – Nada… éla é idiota, não vai falar nada não, éla é trouxa mas não é dedo duro…

Eu – Então éla viu né?? E agora?? Quero ir pra casa Tom … não quero ficar aqui mais… vou ligar pra minha mãe…

Tom – Se você ligar pra sua mãe com essa voz de choro vai ser uma merda… relaxa… vamos subir fica de boa… (ficou me tranquilizando durante um tempo)

Me convenci, ele foi até a sala pegou minha camiseta colocou na cadeira la fora pra mim, sai da agua me sequei coloquei a camiseta e fui pra subir a escada. Quando eu passo perto da escada na sala, da uma visão para a cozinha, eu olhei pra la a Josi estava apoiada na pia comendo uma maçã, olhou pra mim deu uma risadinha bem maliciosa e uma piscadinha… Parei de olhar pra éla e corri subir as escadas, entrei no quarto dele e sentei na cama, o Tom estava sentado no chão ligando o vídeo game…

Eu – Tom, éla não vai falar nada mesmo? Éla falou o que pra você?

Tom – Meu, relaxa, éla me disse que fez isso pra zuar com você, mesmo se éla percebeu, não vai fazer nada, senão eu conto tudo que éla faz… éla sabe que eu falo. Meus pais acreditam em mim, porque éla já aprontou varias…

Eu – Ta bom…

Fiquei la jogando, mas não saia da minha cabeça éla me olhando com aquela cara… e depois rindo e piscando pra mim… Mesmo assim confiei no Tom, porque éra o que me restava… Assim como o Tom tinha falado, os pais dele ligaram no horário, ele atendeu, falou que a Josi não tinha saído, estava la cuidando da casa, foi la entregou o celular para éla, tudo que nem ele tinha falado… Eu me lembro que não saia do quarto pra nada…. Fiquei la paralisado, falando só o necessário, jogando, perdendo tudo… A Josi vem abre a porta do quarto dele, (Eu olho pra éla já tiro os olhos rapidinho, voltando a olhar para o videogame, fiquei todo mole de novo, as vistas até embaralhou de medo).

Josi – Vamos la nadar? O Pai falou que vai chegar cedo com a Mãe, vão trazer pizza… Bora la nadar Japa??

Eu fiquei pálido e nem olhava pra éla…

Tom – Agente ta jogando, depois vamos…

Josi – Ta bom… Vou esperar… Juízo vocês dois. (Deu uma risadinha e saiu)

Tom – A gente não é igual a você não…. (Falou já de boa).

Perguntei pra ele, o porque ele chamava éla de puta, e ele me disse que a uns anos atrás éla começou a se encontrar as escondidas com um cara casado do condomínio, o cara dava dinheiro pra éla, comprava roupa e em troca comia. E Ele descobriu, ele não disse nada e éla parou de se encontrar com o cara que a mulher já estava desconfiando… o que salvou éla é que quando a mulher foi tirar satisfação o Tom falou que éla não saia de casa pra mãe dele e pra mulher….. foi um rolo doido deles la, que acabou com os dois fazendo um pacto entre eles…. não sei falar…. Coisa de irmãos, amor e ódio… enfim. Acabou que ele me convenceu a ir para a piscina de novo, mesmo eu não querendo ir… fui pra não ficar sozinho, e já estava mais tranquilo com a irmã dele.

Chegamos na piscina, a Josi estava sentada na borda, toda linda, maravilhosa. Loira de olhos verdes, igual a mãe dela, fiquei sem graça porque éla estava de biquíni… O tom logo deu um pulo que nem sempre, jogando agua pra todo lado… eu fiquei pra fora sentado na cadeira do sombreiro, já estava escurecendo, passado das 20:00. Os Pais do Tom chegaram com Pizzas e pediram para ele ajudar com as cosias, os dois saíram da agua foram se trocar e eu como estava seco fui cumprimentei eles e sentei no sofá. Não deu 5min desce a Josi, primeiro que o Tom, e senta do meu lado no sofá…

Josi – Eae, porque não entrou na agua? Ficou com vergonha de mim?

Eu – Não… eu não queria entrar mesmo… (olhando pros lados tentando evitar o contato visual, e vendo se dava pra ir pra outro lugar)

Josi – Entendi… Podia pular de camiseta se você quisesse rsrsr…. Relaxa Japa… sério… o Tom me contou, não vou falar nada… eu sabia que ele curtia coisa diferente, quando eu usava o pc dele eu via no histórico vários filmes que ele tinha visto. Relaxa, sério, não conto nada, segredinho nosso… Só fiquei surpresa sua sapequinha rsrsr..

Eu – … Ele via o que??

Josi – Segredo nosso? Eu te conto e vc não vai falar pra ele… Ele gosta de garotos, mas vestidos de meninas rsrsr, Vocês já fizeram alguma cosia? Fora isso ( e apontou pros meus peitinhos )

Novamente eu fiquei vermelho e balancei a cabeça que não…

Josi – Mmmmm, esse não ai, não me convenceu…. Depois falamos mais, eu gosto de você, e não daqueles amigos tarados dele que ficam me comendo com os olhos todas as vezes que vem aqui… Vamos la comer, depois falamos mais..

Logo em seguida o Tom desce, olha pra nós, a Josi da um sorriso e sai a caminho da cozinha… Ele olha pra mim com cara de (o que éla queria?), eu balancei a cabeça como se fosse nada. Resumindo, comemos, o Pai dele superengraçado, a mãe dele maravilhosa e muito gentil. Saímos da mesa para ir subir.

Mae do Tom (Neuza) – Filho, Arruma a cama la do outro quarto pra ele.

Josi – Xiiii mãe, hoje eles ficaram jogando o dia todo…. deixa eles jogar, não é sempre que vem amigo do Tom aqui.

Tom – Fica na tua…

Pai do Tom (Klaus) – Pode parar vocês dois, parece gato e rato… pode jogar mais só se for baixo, pra não acordar agente, amanhã vamos para casa do seus avós de novo bem cedo, a mudança ainda não acabou…

Tom – Tá… Bora Japa.

Subimos todos, o Tom colocou um colchão no quarto dele pra mim, já ligamos o videogame e ficamos jogando bem baixinho, a Josi foi ficou no quarto com agente olhando sem falar nada, depois de um tempo a Mãe do tom o Chama, quando ele chega la:

Neuza – Tom, você já veio assistir TV no nosso quarto de novo?? Já te falei pra jogar e assistir na sala, ou no seu quarto, aqui não, você bagunça tudo.

A Josi olho pra mim apontando e balançando o dedo como se falasse (foram vocês né?), mas com uma cara meio debochada, zuando. Só que eu dei um sorrisinho e levantei o ombro como se falasse talvez… Éla abriu bem os olhos olhando pra mim, pôs a mão na boca como espantada, mas com um ar de risada acreditando e rindo. Eu fiquei com vergonha e voltei a jogar… A Josi veio, chegou bem perto do meu ouvido e disse:

Josi – Não quero escutar nada de noite em… faz baixinho, meu quarto é o do lado rsrsr.

Eu fiquei quieto, só olhei pra éla com vergonha e vermelho, com cara de sai fora. Éla saiu foi pro quarto dela e o Tom voltou. Ficamos jogando, pra variar fizemos barulho o Pai dele nos mandou desligar e ir dormir… O Tom tomou o banho dele no quarto mesmo, (tinha uma suíte) logo após fui eu, e mesmo com todo o ocorrido eu já estava mais calmo… fiz aquela limpeza, porem estava meio doido ainda, terminei meu banho, já éra umas 2:00 da manhã por ai… sai do banheiro o Tom já estava de bermuda samba canção deitado na cama dele sem coberta… eu de pijama completo como sempre gostei, fui deitei no colchão no chão e apagamos a luz… logo após apagar a luz eu escuto o Tom falando bem baixinho:

Tom – Su… Suu… Sobe aqui…

Eu – Não meu…. vai ficar fazendo barulho, esta muito quieto, sua irmã vai ouvir.

(O quarto dela éra do lado no dele, o de hospedes éra na frente do nosso junto com mais um banheiro e no final do corredor o quarto dos Pais dele. Casa muito bonita e grande)

Tom – Eu vou ai então…

Eu – Não Tom …. Vamos dormir… hoje já aconteceu muita coisa… (enquanto eu falava isso ouvi ele levantando e indo onde eu estava.)

Tom – Pronto… aqui não faz barulho… estava com saudade de pegar nessa bundinha gostosa.rsr

Eu – Hoje vc já me fez passar vergonha… vai pra sua cama.

Tom – Para… você também quer, eu sei, você gosta, eu gosto… vamos aproveitar…

Depois que ele falou, se levantou e acendeu um abajur que tinha ao lado da cama dele, bem fraco… Eu sentei na cama e fiquei olhando o que ia fazer… Ele veio andando no colchão, ficou de frente pra mim bem próximo, com o pau bem perto do meu rosto… Eu dei uma risadinha…

Tom – Vai, vamos, se não vou ter que bater uma vendo filmes de novo, e meus pais vão acordar…

Eu – Ta… mas fala baixo…

Ajoelhei, me arrumei no colchão bem na frente dele, puxei o calção dele para baixo e saiu aquele pau, já começando a ficar duro… eu pegue e comecei a bater uma punheta pra ele bem de leve pra não fazer barulho, fui e coloquei a boca bem de leve, fazendo o mínimo de barulho possível, chupando bem gostoso, (eu já tinha pego muito gosto por boquete) fiquei la olhando pra ele de joelhos chupando, ele foi colocou uma mão na minha cabeça, tirou minha mão e começou a fazer os movimentos, eu deixei, estava bom e eu não precisava ficar indo pra frente e pra trás, ele colocou a segunda mão e tentou ir mais fundo… eu puxei tirei o pau dele da boca já meio babado.

Eu – Vai com calma… não da pra ir tudo…

Tom – Da sim, você fez pro Maicão… eu tb quero, o pau dele éra maior que o meu.

Eu – mas la ele ajudou, eu não sei se consigo, vai fazer barulho…

Ele nem ligou, segurou minha cabeça com as duas mãos e ficou comendo minha boca, até fazendo barulho, eu ia e parava um pouco falava shhhhh, mas percebi que ele não ia parar enquanto eu não fizesse….

Eu – Pera ai … deita na cama… vou tentar, mas não empurra, vou fazer pra vc,

Tom – Aeeee, mas quero bem mais…

Ele ajoelhou na minha frente, eu fiquei de quatro na mesma posição de quando eu fiz no Maicão, coloquei o pau na boca e fui forçando aos poucos… chupava deixava babar bastante e tentava, só que eu dava umas tossidas… e eu ficava preocupado, fui tomei coragem, vi a grossura e tudo e já tinha visto que eu ia conseguir, que nas tentativas já estava indo um pouco mais, o Pau dele não éra tão grande então não chegava a ir na garganta em si… ficava próximo de descer… éra só eu controlar a ânsia que ia…. eu fui respirei e enfiei o pau na boca com gosto… foi certinho, fiquei uns 2 segundos com o pau dele todo enfiado na minha boca, sentindo a barriga dele forçando no meu nariz… tirei devagar, dei uma tossida e a respirar fundo, nisso olhei pra ele com os olhos com lagrimas, e a boca babada… ele estava delirando… me jogou de lado e foi tirando minha camiseta do pijama… eu deixei claro… queria que ele chupasse meus biquinhos de novo, o que foi assertivo… logo após tirar, ele já caiu de boca, estavam sensíveis da hora de manhã que ele tinha mordido, e chupado bastante…

Eu – Vai com calma desta vez, não deixa marcas.

Tom – Vou chupar que nem vc gosta… quer que eu paro?

Eu – Não… eu gosto… mas é que vai ficar marca… e vc faz barulho chupando…

Tom – Vou deixar na boca então…

O Desgraçado abocanhou meu peitinho, e ficou rodando a língua em volta dele, e mordendo bem gostoso…. meu, ele sabia fazer aquilo, ou eu que gostava de mais…. Quando ele parava eu puxava a cabeça dele de novo pra continuar… ele ficou me lambendo e chupando uns 10min… eu não tava mais nem ai pra barulho… estava morrendo de tesão… o safado enquanto me chupava ia tirando meu calção bem devagar… eu percebi mas fui deixando até ele tirar tudo.

Tom – Vira, agora é minha vez né…

Eu – Não da Tom… ta doendo ainda, e vc vai querer ir forte…

Tom – To quase gozando já, vai ser rápido…

Eu – Eu chupo você, agora não da…

Ele vai me virando já como se não tivesse me ouvido, e eu vou e me coloco de quatro pra ele, arrebito bem o bum bum, fico olhando pra ele de lado, vejo ele cuspindo no pau dele, e depois passando a mão no meu cuzinho que deu uma piscadinha de alerta…

Eu – Vai devagar…

Ele coloca na estradinha e até que foi com carinho, entra a cabecinha com um pouco de esforço, ele coloca a mão na minha bunda dos dois lados, abre um pouco e vai forçando entrar… como estava mais ou menos seco, começou a dor e não entrava tb,

Eu – Não vai Tom, não tem o gel, não vai entrar…

Tom – tentar sem gel mesmo… aguenta ai …

Eu – Não vai, já ta doendo um pouco, se forçar vai ficar mais dolorido… deixa pra depois…

Ele meio que decepcionado continua colocar e tirar so a cabeça tentando empurrar, eu saio da posição, e sem nem deixar ele tentar outra coisa eu viro e começo a chupar o pau dele… ele ia tentar algo mas quando eu começo a chupar ele deixa… chupo forte do jeito que ele gosta pra ele não querer sair e até começa a fazer barulho, mas nem ligo, só pra ele gozar logo e ir dormir, pois eu estava com medo do pai dele aparecer ou outro pessoa….

Tom – Isso … to quase… quero gozar na sua cara ….

Eu chupando com o barunho chupando, boca com saliva nem escutei direito o que ele tinha falado… e continuo chupando.

Tom – Vou gozar…mmmmm

Ele tira o pau da minha boca quando eu estava chupando que faz até um “Poc” e segura meu rosto de frente com o pau dele, eu fui ir pra chupar de novo e desvia e fala pra mim

Tom – Vai ser no rosto hoje, olha pra mim, abre a boca.

Eu entendi dessa vez, mas fiquei meio assim de sujar a roupa ou sei la… mas fiquei do jeito que ele me segurou e de boca meio aberta…. O desgraçado começa a gemer baixo mas geme, e solta o primeiro jato na minha bochecha, o outro vai em cima da minha boca e depois começa a escorrer do pau dele, eu fiquei parado sentindo aquele gozo quente no meu rosto.. ele me puxa em direção ao pau dele e chupo de novo, agora sentindo o gosto dele e engolindo…. Tirei o pau dele da boca com carinho deixando limpo, me levantei e corri pro banheiro… chegando la acendi a luz e fui lavar o rosto mas antes olhei no espelho, e vi aquele gozo brando em mim, no meu roso, igual aos filmes… até me deu uma tremida de gosto… eu estava me sentindo útil .. sei la … parecia uma conquista toda vez que eles gozavam em mim, porque eu sentia que eu fiz isso tudo, éra por mim que eles estavam gozando …..

Me limpei voltei pra cama, ele estava no meu colchão na parte de baixo…

Eu – Não vai pra sua cama?

Tom – Vou ficar aqui chupando seus biquinhos, sei que você gosta…

Eu – Ta bom, bem gostoso…. Devagar pra não deixar marcas…

Tom – Vai se ferrar… vem logo.

Apagamos a luz ele ficou me lambendo e dando umas chupadinhas, mordidinhas do jeito que eu gosto, durante um tempo, mas logo caímos no sono e ele dormiu na minha cama.

Restante fica para o Próximo… Valew.

Leia outros Contos eróticos gay bem excitantes abaixo:

Gozei com um pau no cu

Fui ajudar meu tio na mudança e acabei dando para ele

4462 views

Contos Eróticos relacionados

Fui pedir um orçamento e acabei cheio de porra

Durante essa pandemia aqui no RJ tive que me adaptar a nova rotina de home office, tudo começou quando o proprietário pediu de volta a casa onde eu estava morando e com isso precisei achar um novo...

LER CONTO

DEI O CU FALANDO NO CELULAR

Esta história que passo a contar agora aconteceu no mês de julho de 2021 e quem me comeu foi o Léo, um homem negro, de 38 anos, 1,78m, 80kg, com cabelo cortado baixo na máquina, que conheci...

LER CONTO

Desejo realizado: ELE COMEU MEU BUMBUM BRANCO

OsENFIM ME REALIZEI. Sempre tive tara e vontade de chupar e foder um velho amigo chamado MARCÃO. Há anos vivia batendo punheta pensando nele desde que o vi nuzão no banho e meu cacete subiu e...

LER CONTO

Um Anjo em minha Vida

Permita que eu me apresento meu nome é Osvaldo sou um homem de meia idade 50 anos de idades minha esposa Maria tem  30 anos sou  vinte anos mais velho que ela  moramos em um sitio no  interior...

LER CONTO

1 - Comentário(s)

  • Mato Grosso 7 10/10/2022 16:34

    Todas as partes ficaram muito boas e muito excitante parabéns .

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 2 + 4 = ?
ContosAdultos.Club - O seu site de Contos Eróticos
Se você gosta de ler contos eróticos ou contos adultos é o site perfeito para você. Aqui você vai ler contos sexuais reais, e o melhor de tudo é que o site é atualizado diariamente.
© 2023 - Contos adultos