website page counter
Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]

Garoto de Sorte

Publicado em maio 6, 2022 por Paulo Henrique do Nascimento

Esta manhã parecia ser normal igual a outros dia no pequeno sitio de minha família  no interior  eu levantando cedo para cumprir com minhas obrigações tratar das criação tirar leite alimentar os porcos as galinhas enquanto meu pai e meus dois irmãos mais velho ir trabalhar na lavoura  na roça cuidando da pequena   plantação ,Em casa minha mãe cuidava dos afazeres da casa com minha irmã na quele dia receberíamos uma mensagem que ia mudar minha vida uma irmã  de minha mãe estaria passar uns dias em casa após umas ferias do trabalho na capital  e iria trazer uma amiga dela pedi-o permissão da minha família se podia trazer ela para respirar ar puro do campo

Minha família claramente concordou  minha mãe respondeu com muito carinho para minha tia que podia trazer sua amiga para respirar o ar puro do campo após três dia chegou em nosso sitio a irmã de minha mãe  seu nome Rosana com ela veio sua amiga Manuela uma mulher branca com um corpo bem em forma  quase na meia idade de vida  aparência de uma mulher muito  ti meda e bonita  ,A noite já estava as duas estaladas em um quarto que minha mãe fez a gente preparar para elas  nesta noite passamos um pouco do horário de dormir pois era visita e quem mora em sitio sabe que horário tem que ser comprido a risca,

 

No outro dia tudo como antes eu alimentando os animais  tirando leite mas com novos olhares da minha tia e sua amiga eu como bom menino educado ofereci a elas leite quentinho direto da fonte das vaquinhas da família elas ficaram encantada principalmente a  amiga da minha tia que toda vez que falava sua voz era muito encantadora envolvente  eu ficava encantado pois garoto de 18 anos apenas sempre com o pé firme na roça  e com a vida bruta de trabalho após  o decorrer do dia tiro um tempinho para eu me refrescar em uma cachoeira que tem em nosso sitio  aonde eu levei minha tia e sua amiga para  ver esta linda maravilha  sua amiga falava pouco mas sempre que falava gostava de ficar olhando nos olhos para ver a reação das pessoas seus olhos castanho sua boca  pequena bem formada  ao chegar na cachoeira  eu rapidamente entrei e fui mostrando aonde dava pé  se e fundo aonde tem poço fundo  após vários mergulhos eu sai da água  e  fiz convite as duas para dar um mergulho elas recusaram,

Fomos em bora  a noite após o jantar sentamos no lado de fora e começamos todos conversar em volta a uma fogueira feira pelo meu irmão conversamos sobre família casos de assombração lendas da região  percebi que a Manuela ficava toda arrepiada com medo  das nossa conversa de terror contada por nós fomos dormir para começa tudo de novo outro dia mas  o outro dia amanheceu chuvoso depois que eu tirei leite aproveitei para limpar a cocheira com a  água da chuva fiquei somente de calça e botina  e comecei a retirar muito esterco misturado com lama estava bem a vontade nem percebi que estava sendo vigiado por olhares castanho  após o terminou eu fui até o quarto ao  fundo da cocheira aonde tem uma parte reservada aonde fica a ração e o feno veneno das criação e também uma pequena cama para tirar um cochilo durante o dia  fui tirar a roupa molhada para lavar quando fui surpreendido  com a presença de Manuela que pedi-o desculpa por estar ali  de surpresa ela queira mais um pouco de leite de vaca  tirada  na hora  informei que ja tinha parado de retirar leite mas percebi que ela queria somente me espiar trocando de roupa estava enrolado em uma toalha de uma me descuidei  e a toalha caiu deixando a mostra meu pênis pedi desculpa pelo ocorrido ela ficou toda vermelha com o acontecido voltou para casa  na quela noite eu fiquei meio perturbado achando que ela iria contar para minha tia ou minha mãe  fiquei com medo mas no mesmo tempo curioso em poder ver seu corpo .

Outro dia  voltei a limpar a cocheira Manuela voltou e disse que ontem  na hora em que ela foi no quarto do fundo ela derrubou um brinco então fui com ela procurar mas foi somente um pretexto ela me pedi-o que eu a beijá-la  eu rapidamente peguei em meus braços e dei um grande beijo senti seu corpo muito quente colado ao meu  estava com meu pau tinindo de duro pois fazia muito tempo que eu não tocava em uma mulher somente tirava meu alivio através de uma boa punheta bem batida na cachoeira no final de tarde pois ali eu estava prestei a transar de verdade rapidamente eu peguei ela nos braços e fui deitando ela na pequena cama ela indagou calma garoto devagar   ela me fez eu me retirar toda roupa e me fez eu deitar ela simples mente sentou em cima de mim com a roupa e começou a roçar esfregar sua boceta em cima de meu pau  pra cima pra baixo me fazendo carinho me deu um grande beijo que mexeu com meus sentimentos  e ao mesmo tempo me fez ficar com duvida sera que ela iria ficar comigo eu estava a preste a gozar ela parou se levantou e começou a me beijar fazendo muitos carinhos

Então ela se começou a tirar a roupa tirou a blusa  e pude ver que ela tem um belo seios formosos e grandes rapidamente cai de boca pois era lindos depois ela se abaixou e começou a fazer caricias em meu pau colocando em sua boca uma boca quente que me levou a loucura  rapidamente eu gozei  pedi desculpa por ter gozado em sua boca mas aconteceu então ela começou a tirar a calça eu pude ver sua boceta coberta com uma calcinha rosa e dos lados uns pouco pelos bem ralos que foi aparados retirei sua calcinha com os dedos e fui logo colocando minha linguá na quela boceta cheirosa e rosadinha bem carnuda  comecei a chupar seu clitosfe    ela se contorcia também rapidamente ela gozou subi beijando sua barriga e seus seios até chegar em sua boca coloquei uma perna dela em cima da cama deixando sua boceta a mostra e comecei a colocar meu pau latejando em sua boceta quente mexendo de vaga rinho e aumentando cada vez mais  levando ela  a loucura depois deitei ela de barriga para baixo e comecei a penetrar ela por trás  ela se arrepiava e contorcia de tesão   não resisti e coloquei a cabecinha de meu pau na portinha de seu cu e empurrei até o fim ela se contorceu diz que tinha doido mas estava gostando apertei ela forte depois ela deitou em cima de meu pau cavalgou bastante até eu  e gozar  muito novamente  ela também  depois nos trocamos e ela voltou com minha família na casa eu fiquei no afazeres na cocheira ,

Na noite  após a janta minha tia informou que no dia seguinte elas estaria voltando para capital  e na madrugada  em meu quarto Manuela me fez uma visita  para se despedir  ela estava de camisola branca e dava para ver sua boceta  peludinha querendo foder não pensei duas vezes peguei ela em meus braços encostei na parede   tirei sua calcinha de lado e coloquei meu pau  que estava duro parecia que ele tinha adivinhado que ela iria fazer a ultima visita tive que conter os gemidos pois minha família estava dormindo do lado  cada vez que eu metia a tesão aumentava ela estava no delírio deitamos no chão mesmo e fomos a loucuras com o gozo total na manhã seguinte elas se despediram de todos minha tia veio se despedir de mim parecia que ela sabia de tudo e me disse baixinho em meus ouvidos ela vai voltar se prepara vamos ficar mais tempo

26076 views

Contos Eróticos relacionados

A MINHA LINDA E TESUDA VIZINHA – 2º CAPÍTULO

- . . . – A MINHA LINDA E TESUDA VIZINHA. - - - - . . . – UMA DESCONFIANÇA INTERMINÁVEL. - - - Personagens desta História – Karoline e Ferdinando – Vizinhos. Categoria – Conto Erótico...

LER CONTO

MEU ANTIGO AMOR – 2º CAPÍTULO

- - - . . . - MEU ANTIGO AMOR. - - - SEGUNDO CAPÍTULO. ... - . . . – A Minha História. ... Os personagens. ... E o desenrolar da história. ... Podemos classificar como uma história dinâmica e...

LER CONTO

De uma noite estressante, para uma noite inesquecível

Era 15 de abril, o dia de trabalho tinha sido longo para mim, muito cansativo e estressante por conta de vários imprevistos que haviam acontecido. Cheguei em casa quase 8 da noite, tomei um bom...

LER CONTO

MINHA MÃE E O VIADO DELA

MINHA MÃE E SEUS NAMORADOS Um dia cheguei mais cedo em casa e ouvi uns ruídos vindo do quarto de minha mãe. Espiei por um buraquinho que havia feito na porta e vi minha mãe de 4 sendo enrabada...

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 2 + 1 = ?
ContosAdultos.Club - O seu site de Contos Eróticos
Se você gosta de ler contos eróticos ou contos adultos é o site perfeito para você. Aqui você vai ler contos sexuais reais, e o melhor de tudo é que o site é atualizado diariamente.
© 2022 - Contos adultos