website page counter
Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Contos adultos » Contos eróticos gay » Fui pedir um orçamento e acabei cheio de porra – parte 2

Fui pedir um orçamento e acabei cheio de porra – parte 2

Publicado em julho 29, 2022 por Luis

Finalmente chegou o tão esperado dia, sábado!

No dia anterior o Diego havia me mandado mensagem que chegaria as 9h e pediu para eu providenciar um café e confirmei que tudo bem.

Continua depois da publicidade
 

As 9h em ponto me chega ele, de mochila, caixa de ferramentas, blusa regata e short da seleção brasileira e tênis, a mesa do café já estava pronta, nada demais, pão, queijo e mortadela, café e um bolo panco.

Ele entrou e já chegou com tudo.

Continua depois da publicidade
 

– Cheguei de pau duro, está esperando o quê? Disse ele.

Segurei firme por cima do short e já ajoelhei colocando a boca, enquanto isso ele tirava a mochila e deixava a caixa de ferramenta no chão.

Abaixei logo o short e a cueca e cai de boca, ele gemia e pedia para eu olhar para ele. Depois de aproximadamente uns 3min mamando aquele pau maravilhoso, levantei e disse:

– Vamos tomar café, porque você tem muito trabalho pela frente hoje.

Ele riu e disse que iria trabalhar só de regata e que era para eu fazer o mesmo, passar o dia apenas de blusa.

Tomamos café, naquele clima de querendo fuder logo, ele foi até o quarto para começar a colocar a massa na parte da parede que precisava e instalar o ventilador e o filho da puta de fato ficou só de regata e eu olhando aquilo desesperado de tesão.

Ele começou pela massa, fechei a porta do quarto por conta da poeira e fui arrumar a mesa do café e fazer outras coisas enquanto ele terminava, depois de uns 40min ele saiu e pediu a escada para instalar o ventilador, peguei a escada na área de serviço e passei para ele, então ele parou e ficou me olhando na entrada da cozinha e disse.

– Dá um volta novamente e levanta só um pouco a blusa.

Fiz o que ele pediu e já vi aquele pau reagindo.

– Pode vir comigo agora no quarto para me ajudar, vou instalar e preciso de um apoio para não ficar descendo da escada. Disse ele.

Fomos para o quarto ele subiu na escada e ficou aquele pau e saco pentelhudo na altura do meu rosto, obviamente peguei suavemente com a mão, fazendo um carinho e dando uns beijinhos, em menos de um minuto ficou rígido igual um pedaço de ferro.

– É para continuar trabalhando, eu disse.

Ele de pau duro trabalhando com outro macho tocando ele, escutava ele gemendo baixinho enquanto terminava a instalação.

Após o término, ele disse.

– É hora do banho e de fazer você virar a minha puta hoje!

Confesso que ouvindo aquilo da boca dele, ele de pau duro, sujo de massa, eu faria qualquer coisa que ele quisesse.

Fomos para o banho, peguei o sabonete e comecei a esfregar no corpo dele, ele me beijando e com um olhar bem safado de que realmente iria judiar do meu corpo.

Me colocou de bruço contra a parede, passou o sabonete no meu corpo e ficou esfregando o pau na minha bunda e colocando só a cabecinha na porta do meu cuzinho, nessa altura ambos de pau duro cheios de tesão, abaixei e mamei novamente aquela pica maravilhosa, ele empurrou com força e segurou minha cabeça contra o corpo dele, senti a cabeça no fundo da minha garganta, meus olhos lacrimejavam, eu tentando tirar a boca e ele pressionando para manter.

Finalmente levantei, terminamos e fomos para o quarto, ele colocou a camisinha e eu peguei o lubrificante, ele ordenou que eu ficasse de quatro e ele sem dó, enfiou com tudo. Quanto vigor, ele metia sem parar, segurando na minha cintura e ele falando putaria sem parar. Eu já cansando da posição fiquei de joelhos e ele por trás metendo e me beijando, dizendo que iria me fuder o dia inteiro.

Fomos para o frango assado ele metendo com tudo segurando meu pau duro de tesão, depois de alguns minutos naquela posição eu não aguentei e gozei e ele lá sem me dar trégua.

– Agora quero comer você em pé na cozinha! Disse ele.

Vamos, eu com parte do abdomen todo gozado da minha porra, levantamos e fomos para cozinha, me apoie na bancada da cozinha americana, ele novamente por trás começou a empurrar aquele pica que mais parecia que era feito de titânio de tão dura que estava.

Ele metendo e gemendo, até que depois de alguns minutos senti a camisinha enchendo dentro do meu rabo, ainda em pé e sem tirar ele foi me puxando para o sofá, sentou e não me deixou sair.

– Foi bom? Perguntei para ele.
– Foi ótimo, mas foi só o começo, hoje só vou embora daqui com pelo menos 3 gozadas.
– Então você vai passar o dia aqui comigo! Eu disse.

Continua parte 3…

7783 views

Contos relacionados

sexo noturno

sempre quis escrever um conto, mas não tenho certeza se sou bem sexual. A historia que vou contar aconteceu recentemente. Eu me chamo Adriano (nome fictício) , tenho 1,70cm, olhos castanhos médio,...

LER CONTO

Dias de verão

Passava férias com a minha esposa, quando se deu esta história. Não gosto muito de praia e quando posso escapar, prefiro. Ao contrário da minha esposa que adora praia. numa tarde de muito calor...

LER CONTO

ENTREGADOR DE PIZZA – Parte 1°

[Capítulo 1°] Olá me chamo Thiago (nome fictício) tenho 24 anos , moreno claro , 1.82 altura , 80 kg . Me mudei recentemente para uma nova casa no bairro da liberdade em Salvador e divido...

LER CONTO

Com um senhor maduro (parte I)

Já contei como foi minha primeira experiência homosexual, completa e realmente satisfatória, no relato anterior, com meu primo no mato, lá no início doa anos 80. Depois daquela primeira...

LER CONTO

Recebi uma Punheta no Ônibus

Sou novinho, meu cu e pau são virgens, me considero heterossexual, tenho estatura magra, não sou muito alto e nem baixo, tenho 14cm de pau, sou liso na maior parte do corpo, pois me sinto mais...

LER CONTO

Conto erotico gay Amigos novinhos no sexo gostoso

Meu nome é victor tenho 18 anos, cabelos escuros, pele clara, corpo bem definido e lisinho, e o que eu vou contar aconteceu no ano passado com meus dois melhores amigos Felipe e Eduardo. Somos...

LER CONTO

Chupei o Coroa – A vontade que muitos tem!!

Vou contar a história do início para entenderem como aconteceu. Sou casado, Somos adeptos ao swing, tivemos várias experiencias  sempre com casais, adoro ver um marido pauzudo metendo na minha...

LER CONTO

Troca-troca de nudes

Meu primeiro emprego foi como estoquista em uma loja de roupas, próxima de um shopping bem movimentado, perto do centro da cidade. Entre os muitos funcionários, o Ricardo era o único gay do turno...

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 1 + 4 = ?

Se você gosta de ler contos eróticos o contos adultos é o site perfeito para você. Aqui você vai ler contos sexuais reais, e o melhor de tudo é que o site é atualizado diariamente.

© 2022 - Contos adultos