website page counter
Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Contos adultos » Contos de putaria » EU LAURA ( 18 ) pior dia

EU LAURA ( 18 ) pior dia

Publicado em julho 5, 2024 por Laura
5
(2)

As coisas estavam caminhando bem, no que diz respeito ao dinheiro que eu ganhava, era ruim ter que aguentar homens de todos os tipos, mas eu estava conseguindo o que queria , que era dinheiro.

Em uma das tardes quando cheguei pra “trabalhar”, a tia que cuidava da casa me chamou, num canto, eu ainda era menor de idade me falando que um policial que ia seguido lá, ele escolhia uma das gurias que ele queria e não pagava nada, havia falado pra ele, que tinha um colega que gostava de novinhas, mas ele era um jovem , e queria sempre a bunda das gurias. Me avisou que ele viria naquela tarde, e que sabia de mim, queria ficar comigo, me disse que ele não ia pagar nada, era pra obedecer ele por ser policial , e quanto ao dinheiro ela mesma ia me pagar minha parte.

Eu sempre ficava nos fundos da casa, em um quarto, pq como menor não podia ficar na sala.

Passado alguns minutos ele chegou, Saulo o nome dele. A tia abriu a porta do quarto, só ele entrou, sentou ao meu lado, “falaram de mim pra vc?”, respondi que sim,”então vc sabe o que eu quero né ?, tira a roupa que eu já venho”, e entrou no banheiro. Fiquei nua sentada na cama, logo ele saiu enrolado em uma toalha, na mão um tubo, que depois soube que era de gel. Deixou cair a toalha e um medo enorme tomou conta de mim, pauzudo, já haviam me dito que era horrível a dor. “Ajoelha aqui “, me colocou na beira da cama ajoelhada, ” deixa eu ver esse cuzinho “, abrindo minha nádegas, um dedo tocou meu cuzinho.

Logo senti que ele estava untando meu cuzinho com o gel, gelado, e forçou um dedo pra dentro, tirou voltou a passar gel e outra vez um dedo, mais gel e senti que era mais de um dedo, pq senti dor, ele havia entrado com dois dedos, e em seguida senti que alguma coisa estava ali forçando a entrada, “não contrai, relaxa, relaxa, faz força pra fora, que entra mais fácil, ele me segurava pela cintura com uma mão, a outro com certeza segurando o pau, ajudando a empurrar, foi então que senti que alguma coisa começava entrar e senti uma dor horrível, gritei, ela parou, senti que tinha entrado um pouco, quando ele puxou pra fora, um alívio na dor. “deita aí” mandou, deitei na cama ele subiu pra cima de mim, e me deu uma estocada direta na minha bucetinha, na hora pensei que tinha desistido, mas tirou pra fora, mais duro ainda, senti ele esfregando a cabeça no meu cuzinho e logo a dor voltando, outra vez aquela dor horrível, gritei outra vez e ele parou, me ajeitou na posição e entrou com tudo na minha bucetinha, desta vez socando, socando, socava forte como se estivesse bravo, começo a gemer , se contorceu todo e puxando pra fora, gozando por tudo, por cima de mim.

Deitou ao meu lado, sem nada falar, apalpou meus seios, colocou a mão na minha bucetinha , senti que entrou com um dedo, escorregou a mão e o dedo foi pro meu cuzinho, “venho outro dia só pra arrombar esse cuzinho e dai não vai adiantar gritar”. Levantou, se vestiu e saiu porta a fora. Ainda estava deitada, com meu cuzinho dolorido, quando a tia entrou, ” ele me falou que não conseguiu né?”, confirmei, “pois é ele disse que vem outra vez e que vc não escapa, vai arrombara teu cuzinho”……

Quando cheguei em casa meu amigo estava lá. Contei pra ele, ele brincou, “pq vc não me chamou”, falei que estava dolorida ele então pediu pra ver, eu tinha medo que tivesse me machucado, deixei ele olhar, abriu minha nádegas, “menina, bem vermelho e esta endurecido, arrombou vc, kkk” ainda riu de mim. Depois me deu uma aula de como eu devia fazer pra doer menos e sim fazer força pra fora, que dai entrava mais fácil…….

….. segue no próximo..minha vida louca ( 19 )

 

O que você achou deste conto?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 2

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Leia outros Contos de putaria bem excitantes abaixo:

É DESSE JEITO QUE TECLO COM AMIGOS AQUI DE CASA, PARA FAZER NOVOS AMIGOS.

Minha PUTINHA BOQUETEIRA

9691 views

Contos Eróticos relacionados

Rapidinha na Academia

Amanda e eu tivemos algumas aventuras, e uma delas foi que nos marcamos de malhar juntos, viramos grandes amigos e amantes. Praticamente sempre dávamos um jeito de ficarmos juntos. Um belo dia na...

LER CONTO

Uma putinha do BADOO

Instalei esse app e fui conversando com algumas garotas. normalmente eu ligo e converso e vejo se rola alguma quimica. Mas uma em particular foi uma delicia.. ela sabia como deixar um homem com...

LER CONTO

Espiando filho bater punheta

Espiando filho bater punheta

LER CONTO
  • Enviado por: Admin
  • ADS

Policial Viciada em Cacetete

Policial Viciada em Cacetete

LER CONTO
  • Enviado por: Admin
  • ADS

Arrombando A Filhinha

Arrombando A Filhinha

LER CONTO
  • Enviado por: Admin
  • ADS

Lembranças

Meu nome é Fernando, sou moreno, tenho 1,82 Alt, sou gordinho, olhos castanhos e lábios carnudos. O relato que vou trazer aqui é uma lembrança, tive uma amiga em que compartilhávamos os desejos...

LER CONTO

Dei para um negão velho dentro do depósito de recicláveis da loja que eu trabalho

Olá tudo bem? Meu nome é Luana lembram_se de mim , sou gerente de uma loja de eletrodomésticos famosa aqui em São Paulo , pois é conheci um outro velho negão catador de recicláveis , aliás já...

LER CONTO

Essa tortura foi demais.

Evelyn depois de passar a mão sobre a minha boca, ajoelhou no meio das minhas pernas e tirou a minha calça, ao fazer isso meu pau logo saltou para fora da calça. Silvana também se levantou e veio...

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 2 + 3 = ?
ContosAdultos.Club - O seu site de Contos Eróticos
Se você gosta de ler contos eróticos ou contos adultos é o site perfeito para você. Aqui você vai ler contos sexuais reais, e o melhor de tudo é que o site é atualizado diariamente.
© 2024 - Contos adultos