website page counter
Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Contos adultos » Contos de putaria » EU LAURA ( 14 ) VIDA FÁCIL ?? fatos reais. nomes fictícios

EU LAURA ( 14 ) VIDA FÁCIL ?? fatos reais. nomes fictícios

Publicado em abril 5, 2024 por Laura

….. segui naquela vidinha, já não me importava mais com algumas grosseiras que aconteciam, sempre, sempre pensando no dinheiro que estava juntando pra me libertar. Voltei a estudar, fui fazer um curso de técnica de enfermagem, tinha na minha classe um moreno ( Lauro ), bem moreno mesmo, mas não era negro, ele era bissexual, muito querido, começamos a conversar nos intervalos, ficamos amigos mesmo, ele me contava da vida dele, eu escondia muita coisa da minha vida, eu estava morando num tipo de pensão, pequeno quarto, cozinha, banheiro, etc, bem pequeno mesmo, num bloco com outros quitinetes.

Lauro me acompanhava até onde eu morava, muitos solteiros moravam eu outros quitinetes, tinha 28 alí. Pouquíssimas mulheres, todas trabalhando fora. Não tinha amizade com ninguém ali. Um dia o Lauro pediu pra subir comigo até meu apartamento, precisava ir no banheiro. Aceitei, ele entrou e foi direto. Quando ele saiu, e como estava na hora de jantar algo, ofereci dividir uma pizza com ele, aceitou e ficamos alí, conversando, quando ele entrou a falar na vida dele, confirmou sua bissexualidade, dizendo que havia começado muito cedo, com um amiguinho, faziam troca troca, mas ele era mais passivo.

Contou de uma paixão que teve, mas que o amigo deixou ele por uma namorada e perguntou de mim. Queria saber do que eu vivia, gelei, enrolei, enrolei, ele deve ter entendido, ” amiga, vc é uma mulher bonita, jeitosa, educada, corpinho bem formado, sei de uma maneira de vc ganhar um bom dinheirinho, usando teu corpo, entende ? ” falou. Fiquei muda, ele levantou, veio por trás de mim sentada na cadeira e colocou as duas mãos nos meu ombros, e no meu ouvido falou, “sei que vc pode estar com medo, mas conheço bem esse lugar, já trabalhei lá, levo vc lá e cuido de vc, nada de ruim vai acontecer “, enquanto falava as duas mãos escorregaram para os meus seios, sentiu uma coisa muito estranha, sei que era tesão pela maneira que ele havia falado comigo.

Ele me puxou pelos braços, fez eu levantar, era bem mais alto que eu, devia ter 1,80 de altura, me abraçou por trás, e senti o volume dele nas minhas costas, logo me virou pra ele, me abraçando e se roçando em mim, eu estava dominada. “Vem deixa eu te fazer uns carinhos “, me levando pela mão em direção ao meu quarto. Me deixou de pé ao lado da cama, e começou tirara minha roupa, fiquei nua, ele então começou a tirar a roupa dele, ali bem na minha frente, quando tirou a cueca, mostrou dependurado querendo ficar reto um pauzão, grade cabeçudo, que em segundos ficou meio que erguido pra cima e meio torto pro lado. Assim nunca tinha visto nada parecido.

Me foi ajeitando a deitar na cama, me acariciando, por tudo, entrou no meio das minhas pernas e veio de boca na minha bucetinha, que já estava prontinha, “vou devagar, vc é pequena, não quero machucar vc, qualquer coisa, me avisa eu paro”, em seguida senti ela começando empurrar, senti sendo alargada, estava ótimo, eu estava gostando muito, ele fez um movimento forte, e tocou no meu útero, gemi, ele parou ficou imóvel, devagarinho voltou a fazer aquele, vai e vem gostoso, socou tempo, demorou pra começar a gemer, logo se contraindo , puxou rápido pra fora, já saiu cuspindo o gozo dele, ele completou se masturbando, eu não gozei.

Se deitou ao meu lado, me acariciando, puxou minha mão fez eu pegar o pau dele, meio mole. ” me conta gostou ? “, não respondi nada. Ele se mexeu um pouco na cama, deixa eu acariciar essa rica bunda, meio que já fazendo força pra me virar de bunda pra cima e apartando minhas nádegas, coisa que adoro, sentou na cama e continuou amassando minhas nádegas, num momento parou e abriu elas, e o dedo direto no meu cuzinho, tremi quando ele tocou, senti que ele massageava meu cuzinho, estava legal, ” aqui vc pode cobrar mais cara tá, os homens são tarados por cuzinho, eu sei bem disso, ainda mais fechadinho como ele esta, olha o meu ” falou, ficando de quatro ao meu lado, com a bunda pra cima.

Eu nunca tinha visto, nem o meu, abriu as adegas pra mim olhar, deu pra ver que já tinha sido bem usado, brincamos com o que ví, rimos bastante. Ele se levantou, começou se vestir, eu senti minha bucetinha ainda meio ardida, pouco mas sentia ela. “Amanhã depois do almoço, venho aqui e levo vc lá , combinado ? ” falou e saiu porta a fora.

Foi pontual, eu ainda estava na cozinha quando a campainha tocou , entrou esperou eu terminar a arrumação na cozinha, “vou descer, chamar um taxi, espero vc lá embaixo”………..

 

…..segue no (15)… vida fácil ???

Leia outros Contos de putaria bem excitantes abaixo:

Aventuras

Traindo com o tatuador

15265 views

Contos Eróticos relacionados

Avançando o sinal com a equipa da obra

Sou Ana, tenho 40 anos, casada há dez anos e dois filhos. Há três anos eu e meu marido começamos a experimentar o mundo liberal. Já estivemos em casa de swing, mas apenas como observadores, e por...

LER CONTO

Bff da minha namorada

Olá, me chamo Marcos e vim contar um relato pra vocês que aconteceu quando eu ainda namorava. Eu, nos meus 19 anos, namorava a Marcela. Marcela era uma menina morena que era uma delícia e...

LER CONTO

A secretaria do papai

A secretaria do papai

LER CONTO
  • Enviado por: Admin
  • ADS

Devorando a buceta da maezona

Devorando a buceta da maezona

LER CONTO
  • Enviado por: Admin
  • ADS

Primeira dupla penetração da filhinha

Primeira dupla penetração da filhinha

LER CONTO
  • Enviado por: Admin
  • ADS

Amiga da minha irmã caçula

  Deste a pre-adolescência conhecia uma garotinha que se chamava angelina na epoca eu tinha 13 anos e ela 9 anos. ate essa época não tinha nehuma maldade o meu interesse por ela veio quando...

LER CONTO

Tia da creche 2

Esse conto que vou trazer é continuação da transa que eu e a tia da creche tivemos, e vou trazer um conto um pouco diferente dos que eu já trouxe. Roberta e eu sentamos nos sofá e ficamos nos...

LER CONTO

Comeram minha namorada na minha frente

Saudações gente do bem, meu nome é José Henrique, tenho 29 anos e vou contar para vocês como foi o dia em que comeram minha namorada na minha frente. Tudo aconteceu este ano, na festa do meu...

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 4 + 3 = ?
ContosAdultos.Club - O seu site de Contos Eróticos
Se você gosta de ler contos eróticos ou contos adultos é o site perfeito para você. Aqui você vai ler contos sexuais reais, e o melhor de tudo é que o site é atualizado diariamente.
© 2024 - Contos adultos