website page counter
Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Contos adultos » Contos de fetiche » EU E MINHA ESPOSA SENDO ENRRABADOS PELO MESMO HOMEM

EU E MINHA ESPOSA SENDO ENRRABADOS PELO MESMO HOMEM

Publicado em novembro 21, 2022 por Ademir

EU E MINHA ESPOSA DANDO O CU PARA O MESMO HOMEM

A muito tempo eu estava planejando uma aventura envolvendo eu minha esposa e um homem

 

disposto a comer os dois, eu apesar de gostar de dar o cuzinho, nunca tinha feito isso diante da minha esposa, que sabia que eu gostava pois ambos éramos liberais sobre sexo, ela dava seus pulos eu os meus e a gente vivia feliz assim, mas por um certo pudor ainda não tinha tido coragem de fazer isso na frente dela ou de participar de uma aventura onde eu e ela seriamos passivos de um homem, de preferência negão que costuma ser mais potente a aguentar mais durante o sexo, um dia tomei coragem e comentei com minha esposa sobre o assunto, ela a princípio ficou meia sem graça mas depois entrou no clima e topou na boa desde que o homem fosse bem dotado e potente para aguentar nos dois, prometi que iria procurar um assim e parti para a caça, tentei com diversos homens mas todos desistiram quando souberam que teriam de comer eu e minha esposa, mesmo tendo como premio foder minha mulher que é um mulherão de 30 anos morena linda com um corpo extremamente delicioso e eu não queria garoto de programa, até que um dia encontrei o cara certo, estava em uma boate no centro vendo se achava um macho para dar conta de mim e da minha esposa ao mesmo tempo, quanto percebi um negro jovem de uns 25 anos alto e forte todo entusiasmado de olho nas meninas seminuas que dançavam no pequeno palco provocativamente, o homem estava vidrado nas meninas e eu pude perceber o grande volume sob sua calça, mostrando que estava de pau duro, devia ter um pinto enorme pela mala que eu via, me aproximei dele e puxei conversa comentando sobre as meninas que dançavam, ele estava entusiasmado com a nudez das garotas e comecei a mostrar a ele e a comentar os detalhes dos corpos da meninas, ele entrou na conversa e depois de algum tempo já estávamos bebendo juntos e comentando sobre mulheres, depois de duas cervejas, ele já estava meio alto ai entrei no assunto devagar para não assustá-lo, falei a ele sobre a beleza da minha esposa e que ela gostava de aventuras com homens negros, ele estranhou um pouco o meu papo e perguntou se eu não me importava com isso, eu expliquei a ele sobre nosso relacionamento liberal, que éramos casados mas muito abertos a respeito de sexo, ela tinha suas aventuras e eu as minhas sem problemas de culpas ou ciúmes e já estávamos casados a mais de 5 anos vivendo assim sem problemas, ele achou estranho esse modo de encarar as coisas mas se interessou pela conversa querendo saber mais, ai fui entrando no assunto sobre a possibilidade dele fazer sexo com minha esposa, ele ficou muito entusiasmado e interessado, ai falei a ele sobre os planos meu e dela de uma aventura diferente, e me abri com ele, explicando que eu e minha esposa queríamos ser passivos de um homem assim como ele, a princípio ele disse que não que assim não ia dar pois nunca fizera sexo com homem, mas conforme fui descrevendo minha esposa ele ficou mais e mais interessado, mostrei a ele algumas fotos da minha esposa semi nua com aquele bundão maravilhoso vestido em um fio dental mínimo que realçava suas nádegas carnudas e firmes e a testa da boceta carnuda e ele pirou, nossa que delicia de mulher disse quase devorando as fotos rsrsrs, eu exaltei as qualidades dela e disse a ele que além de linda e gostosa, era insaciável no sexo, e topava qualquer coisa, ele meio em duvida e me pediu um tempo para pensar, trocamos telefone e nos despedimos ali; no dia seguinte comentei com minha esposa que estava quase conseguindo um macho para nos, ele riu e concordou; fiquei esperando ansioso que ele me ligasse e depois de uma semana aconteceu, ele ligou e perguntou se podiámos nos encontrar para acertamos a transa, eu fiquei super satisfeito por ele ter aceito e marquei com ele naquela noite no mesmo bar em que nos conhecemos, conversamos um pouco e ele disse que iria aceitar a transa nos meus termos mais pela possibilidade de poder comer a minha esposa, ai eu disse a ele que tinha de ser honesto e realmente tratar a mim e minha esposa como passivos comendo os dois, ele concordou e fiquei de ligar para ele para marcar um dia depois de acertar com minha esposa, falei com ela e marcamos para 2 dias depois, ele topou ir a um motel e no dia acertado lá fomos eu e minha digníssima esposa para o matadouro rsrsrs, pegamos o Fábio nome dele no mesmo bar onde nos conhecemos e fomos no meu carro até o motel onde eu já havia reservado uma suíte de luxo, minha esposa foi apresentada a ele que fez um comentário sobre ela ser mais bonita ainda do que nas fotos que eu mostrei a ele, minha esposa também gostou dele, deu pra ver o entusiasmo dela ao conhecer o negro e fomos batendo um papo gostoso até chegar ao motel, entramos na suíte meio sem graça e envergonhados pois a situação era diferente para os três, eu pedi uma garrafa de vinho e ficamos um pouco tomando vinho e conversando, minha esposa estava meio nervosa pela situação inédita e ele também mas depois do vinho fomos relaxando e convidei ele para sentar-se ao lado da minha esposa enquanto eu preparava as minhas câmeras para filmar a transa, ele meio timidamente, sentou ao lado dela e depois de algum tempo a convidou esposa para dançar ao som suave que enchia o quarto e ela foi para seus braços, percebi que o volume do pinto do homem estava quase estourando as calças rsrsr, dançaram, com minha esposa se esfregando nele e ele começou a alisar suas costas e descendo as mãos começou a apalpar sua bunda sobre o vestido, minha esposa se esfregava nele com volúpia gemendo baixinho e ele criou coragem e começou a puxar sua saia para cima desnudando a calcinha, espartilho e meias brancas que minha esposa usava, estava deliciosa, parecendo um putinha e o macho ficou sem ação olhando vidrado sua bunda ondulante através dos espelhos que forravam todas as paredes da suíte, procurou sua boca em um beijo longo e molhado, e abriu o zíper do vestido da minha mulher e eu filmando cada lance acompanhei suas mãos empurrando as alças e o vestido ir escorregando pelo corpo bem feito da minha esposa acompanhado as ondulações do seu corpo esguio até cair no chão deixando a minha mulher semi nua só de calcinhas , espartilho e meias com cinta liga pois estava sem sutiã , os seios estavam amassados pelo peito nu e musculoso do negro que desabotoou as calças que caíram ao chão ficando só de cueca tipo box com um volume enorme e assustador na frente, com a língua introduzida em sua boca, foi se aproximando da cama e literalmente a derrubou sobre a cama caindo de boca em seus seios durinhos com os bicos arrepiados, mamando os dois com ela gemendo de olhos fechados, eu já pelado me deitei ali também e comecei a beijar as coxas do macho, puxei sua cueca para baixo e o pinto enorme saltou batendo nas coxas da minha mulher, a meu pedido tirou a boca dos seios dela e deitou-se, de barriga para cima com aquele nervo duro e cheios de veias grossas empinando , ela veio para cima dele e foi beijando até chegar no enorme falo preto, me juntei a ela e juntos levamos o macho as nuvens de prazer com duas bocas mamando seu pau e seu saco, lambendo todo seu pinto, nossa o macho gemia feito animal ferida, ficamos disputando seu enorme pinto até que ele explodiu em um gozo absurdo, enorme abundante e grosso,nossa como tinha porra aquele homem, eu sabia que negros costumam ser potentes e produzem muita porra mas aquele macho era exagerado tal a quantidade de esperma que saiu do seu pau, eu e minha esposa mamamos como bezerros famintos seu esperma quentinho e delicioso, o macho gemia de olhos esgazeados pelo gozo intenso, mamamos até a ultima gota do seu leite , descansou um pouco do gozo violento e depois de algum tempo, novamente partiu para cima da minha mulher, beijando e mamando suas tetas, logo após abriu suas coxas com exigência e devagar enterrando aquele pinto preto enorme dentro dela, que gemia e chorava de dor e prazer, meteu um pouco assim e em seguida, tirou o pau e colocando ela de 4 . meteu profundamente o cacetão em sua boceta, nestas alturas toda arreganhada devido a grossura do seu pau, eu via bem pertinho seu pinto preto sumir totalmente dentro da bocetinha da minha mulher enquanto eu lambia seu saco e um pouco da boceta dela, minha esposa estava alucinada sofrendo de puro prazer nos braços do negro incansável, ele metia forte nela até que os dois tiveram um orgasmo escandaloso, cheios de gemidos e gritos da minha esposa , pela intensidade do gozo e mesmo com o pinto todo dentro dela, a porra abundante do macho vazava pelos lados da boceta da minha esposa e eu lambia cada gota, que escapava, depois de gozar feito um cavalo, o macho saiu de dentro dela e deitou-se a seu lado, minha esposa estava quase desfalecida devido ao orgasmo intenso, eu, parti para cima dele e lambi seu pau todinho todo melado do seu próprio gozo e dos sucos da minha mulher e depois meti a cara entre as coxas dela e lambi sua boceta melada do esperma do homem, suguei toda a porra do macho de dentro da boceta da minha esposa, que gozou novamente, na minha língua, depois de mamar todo o esperma morninho do macho diretamente da boceta da minha esposa, tomamos um banho revigorante na pequena piscina de água quente e depois de um lanche, nos dois mamamos seu delicioso pinto novamente para deixar ele bem duro de novo em seguida deitamos lado a lado eu e minha esposa de bruços na cama bem próximos com os cuzinhos bem besuntados de creme KY e o nosso macho veio para cima de nos, primeiro enfiou o cacete no cuzinho da minha esposa , que sofreu muito com a penetração, ela gemeu de dor devido o tamanho do seu cacete mas aguentou bem, ele meteu algum tempo nela se deliciando na maravilhosa bunda da minha esposa e tirando do seu cu com certa relutância pois não da pra trocar uma bunda feminina linda como a da minha mulher por uma bunda de homem mesmo sendo ajeitada como a minha é e veio para cima de mim, enfiou devagar o enorme pinto em meu cu até o saco, eu também sofri muito, gemia de dor e prazer ao mesmo tempo, ele meteu um pouco em mim e tirando foi para o cu da minha esposa de novo, depois no meu de novo e de novo nela e depois de trocar de cu umas 5 vezes, a meu pedido gozou no meu cu totalmente enterrado, um monte de porra me enchendo de leite abundante que até transbordava entre seu pinto e o meu cuzinho,, uma delicia de gozada, eu gozei gostoso sentindo as contrações do seu imenso cacete despejando um monte de porra dentro do meu cuzinho todo arreganhado e dolorido pela grossura do seu pau, ficou dentro até passar os espasmos do gozo e seu pau começar a amolecer e diminuir até escapar do meu cu, senti seu esperma escorrer pelas minhas nádegas em grande quantidade melando a cama, descansamos um pouco e depois de um novo banho na piscina ele de novo comeu a boceta da minha mulher, enquanto eu me masturbava enquanto lambia seu saco, o homem era insaciável, enfim ele acabou gozando 4 vezes 2 na boceta da minha esposa, 1 nas nossas bocas e uma em meu cuzinho, minha esposa gozou mais de 6 vezes e eu 2 vezes com aquele cacetão delicioso enterrado na bunda ,, foi uma trepada maravilhosa demais, trepamos com ele mais algumas vezes com muita meteção e porra abundante mas ele começou a ficar apaixonado pela minha mulher e achamos melhor parar de sair com ele mas dai para frente eu sempre disputava os machos da minha esposa e acabei sendo comido por diversos deles, me tornei o maior concorrente da minha mulher rsrsrs…

10637 views

Contos Eróticos relacionados

O Estagiario submisso

Olà,eu sou Rodrigo e vou relatar outra de minhas loucuras sexuais.... Era uma segunda feira e eu estava com muito tzão(era um daqueles dias que punheta nenhuma resolve) cheguei no trabalho e geral...

LER CONTO

Minha primeira DP, com meu marido e o amigo dele!

Boa noite caros leitores, meu nome Cristina ( fictício), 29 anos, morena, cabelos pretos, seios fartos e pernas grossas. Meu marido Heitor (fictício) 35 anos branco, alto e forte. Vou contar um fato...

LER CONTO

FIST ANAL É FODA! DANIEL ENFIA A MÃO NO MEU CU, NA FRENTE DE MEU CORNO.

Olha, esse lance de oferecer a bunda para um macho enfiar a mão no CU é loucura mesmo, viu? Caralho, como essa porra dói! Mas como sou louca por aventuras anais, desde 2007, não resisto quando...

LER CONTO

Transei com um casal de lésbicas

Era uma noite de sexta feira, o clima estava agradável e eu fui em um barzinho não muito longe de casa tomar uma cerveja. Chegando lá em uma das mesas tinha duas gostosas (Paula e Amanda). A...

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 4 + 5 = ?
ContosAdultos.Club - O seu site de Contos Eróticos
Se você gosta de ler contos eróticos ou contos adultos é o site perfeito para você. Aqui você vai ler contos sexuais reais, e o melhor de tudo é que o site é atualizado diariamente.
© 2022 - Contos adultos