website page counter
Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Contos adultos » Contos eróticos de corno » ENGANEI MINHA ESPOSA PARA ELA DAR O CU PARA UM NEGÃO

ENGANEI MINHA ESPOSA PARA ELA DAR O CU PARA UM NEGÃO

Publicado em novembro 21, 2022 por Ademir

Olá, sou Mário casado com Beatriz, nomes fictício, Beatriz e uma mulher de 24 anos extremamente linda e deliciosa demais, porém beata de igreja, filha de pastor de uma igreja famosa que vou omitir o nome por questões óbvias, Beatriz depois do parto, temos uma filhinha de 2 anos ficou ainda mais gostosa, é loira, de olhos azuis com seios grandes e duros que ficaram ainda maiores depois de amamentar, ancas largas e coxas grossas, tem uma bunda de parar o transito e mesmo usando vestidos e saias, (nunca usa calça ou shorts) discretos, longos e com cores apagadas, chama a atenção de todos os homens por onde passa pois sua bunda é algo assim de tirar o fôlego, mas como eu disse, é extremamente religiosa e não olha para ninguém, o sexo com ela é somente papai e mamãe e conforme ela mesmo diz, só serve para procriar; não sei se ela já gozou comigo, pois nunca demonstra, se gozou soube disfarçar muito bem, mas como a visão do seu corpo nu é realmente algo muito sensual, eu gozo muito dentro da sua maravilhosa boceta pequena e apertada, com pelos loiros que deixa sua boceta mais apetitosa; Ela não gosta de ficar totalmente nua e detesta fazer sexo com luz acessa, fica muito brava quando no auge eu acendo a luz para ver seu maravilhoso corpo.

Já tentei mudar seu modo de ver sobre sexo mas não tem jeito, é puritana demais devido a criação regida e religiosas dos pais, adoraria enfiar meu pau naquela maravilhosa bunda mas todas as vezes que tentei foi a maior briga e fui castigado ficando sem sexo por semanas, então desisti, chupeta então nem pensar ela diz que chupar e sujo e pecado mortal rsrsrsr e eu fico sempre achando que faltou algo em nosso relacionamento sensual.

 

Ela vive para a igreja, inclusive trabalha lá como funcionária na contabilidade, aliais foi lá que a conheci pois também sou contador e trabalhava nessa mesma igreja rsrrs, namoramos um mês e seu pai já forçou o nosso casamento como eu estava louco para comê-la, e vivia só em São Paulo, aceite casar o mais rápido possível.

Somos casados a 3 anos e como já disse temos uma filha de 2 anos; a principio fiquei muito chateado devido ao sexo feito pela metade mas como ela e muito gostosa, fui ficando e acabei me acostumando mas sempre com a esperança de um dia conseguir mudar seu modo de pensar sobre sexo.

Um dia desses peguei o ônibus com ela e ela me explicou que sempre esperava aquele ônibus pois seu

Jeremias o motorista era muito cuidadoso, bom motorista, pontual e muito respeitador; Seu Jeremias Um mulato quase negro aparentando 40 anos, é grande e meio barrigudo mas muito simpático e conversador, porém percebi que quando minha mulher entrou no ônibus, seus olhos brilharam e disfarçadamente reparou por mais tempo que o normal em seus grandes seios e sua bunda; eu percebi que o motorista estava afim da minha mulher, e dai em diante passei a pegar o mesmo ônibus com ela para confirmar, e verifiquei que era isso mesmo, o sr Jeremias dava uma atenção toda especial para minha mulher e estava sempre de olho nela, quando ela descia do ônibus ficava olhando sua bunda enorme e passava a língua nos lábios cheio de desejos rsrsrs, ela não percebia pois era puritana demais mas eu macaco velho via o desejo crescente do seu Jeremias por ela; pois dava para perceber o volume enorme em sua calça devido a ereção cada vez que ela a via rsrsrs.

Comecei a bolar um plano para ver se conseguia mudar minha esposa de vez em relação ao sexo; se eu conseguisse que seu Jeremias a comesse ela certamente iria melhorar comigo e coloquei meu plano em prática.

Meu sogro apesar de pastor chefe da igreja, metido a puritano e honesto tinha uma grande sujeira a esconder, na época em que trabalhei na igreja na contabilidade, ainda não havia casado, descobri um desfalque de uma grande quantia em dinheiro que foi feita pelo meu sogro para comprar a enorme casa onde moravam, a quantia era realmente exorbitante mas quando levei o caso para o meu chefe, ele me pediu sigilo e nunca mais ouvi falar sobre o assunto, acho que foi abafado devido a importância do meu sogro na igreja, mas por vias das duvidas, tirei cópias de todos os documentos que provavam o desfalque feito pelo meu sogro, depois sai do emprego e esqueci o assunto porem guardei os documentos e ali surgiu uma oportunidade de utilizá-los.

Um dia peguei o ônibus do sr Jeremias e segui até o ponto final conversando com ele, depois de descermos do ônibus, fui com ele até uma lanchonete e enquanto comíamos fui direto ao assunto e disse ao sr Jeremias que sabia que ele estava de olho na minha mulher, ele engasgou com o lanche muito assustado, eu sorrindo falei que tudo bem, era normal sentir desejo pela minha mulher pois era muito boa, ele desconversou e tentou justificar dizendo que não, mas novamente fui direto, e disse a ele que poderia ajudá-lo a comer minha esposa, ele ficou de boca aberta algum tempo mas muito interessado, expliquei a ele sobre meu plano e ele concordou; Era um plano simples, ele iria conversar com minha esposa explicando a ela que estava de posse de documentos que poderiam levar seu pai a cadeia que seria desastroso para todos, ela a princípio não acreditou mas ele mostrou a ela as cópias dos documentos que omitiu onde conseguira e ela como contadora percebeu logo que eram uma bomba atômica, e que certamente iriam levar seu pai a cadeia e desmoralização de toda a sua família.

Ela muito assustada perguntou quanto ele queria para se calar sobre aquilo mas ele conforme minhas instruções disse que não queria dinheiro mas sim fazer sexo com ela, ela ficou escandalizada e agressiva e disse que jamais faria aquilo que era casada e tinha uma filha, nunca iria para a cama com outro homem, ele então disse que tudo bem, iria a policia entregar os documentos e seu pai seria preso e ela muito a contra gosto mas com muito medo pelo pai,acabou aceitando a chantagem do negro, acertaram que ela iria a sua casa no dia seguinte e eu conforme havia acertado com o negro, estaria escondido atrás de uma parede falsa de madeira que eu próprio preparei em sua casa, instalei diversas câmeras pela casa mas principalmente no quarto onde eu pretendia filmar toda a transa da minha esposa com o negro e no dia seguinte eu muito excitado fiquei escondido na casa do seu Jeremias esperando a chegada dos dois. Depois de algum tempo ouvi ruído e espiando pelos diversos buracos que fiz na parede falsa, vi minha esposa e seu Jeremias entrando na casa; ela estava toda envergonhada e parecia meia assustada com a situação, seu Jeremias a levou diretamente para o quarto onde o circo estava armado e tentou agarrar minha esposa que esquivou-se, ele insistiu e ela continuou fugindo até que ele a agarrou por trás, ela debateu-se enquanto seu Jeremias mordia seu pescoço e apertava seus seios esfregando o pau já bem duro em sua bunda, ela toda assustada, tentava sair daquele abraço de urso mas seu Jeremias continuava bolinando seu corpo e apertando seus seios, ela chorou e pediu misericórdia mas seu Jeremias cheio de tesão não se comoveu e novamente disse a ela que o único meio de deixar seu pai livre seria ela sendo boazinha com ele e deixando ele fazer sexo com ela, ela ainda chorosa concordou e permitiu que o homem continuasse a pegar em seu delicioso corpo, sem tentar afasta-lo, seu Jeremias já com um grande volume aparecendo sob a calça começou a abrir as roupas dela, deixando ela só de calcinha e sutiã, ela estava deliciosa com uma calcinha branca que mal conseguia cobri sua enorme bunda, os olhos do homem brilharam de tesão com a visão daquele corpo divino, ela toda envergonhada tentava se cobrir com os braços enquanto seu Jeremias tirava a própria roupa ficando peladão com um pinto assustador de uns 25 ctms, preto e muito grosso, babando de tesão, ela olhava para o homem pelado, barrigudo e baixinho mas fixou no pau do homem com expressão de medo, reclamou que não poderia fazer aquilo, o homem não lhe deu atenção e a agarrou esfregando o pinto em suas coxas, ela assustada mas sem opções se entregou aquele homem horrível, feio preto, barrigudo, baixinho mas o pinto era descomunal, ele a deitou na cama e começou a morder seu pescoço enquanto tirava seu sutiã, os seios enormes saltaram e os olhos do homem brilharam agarrou os seios e começou a mamar hora um ora outro, ela continuava assustada esboçando uma reação de empurrá-lo mas excitava com medo das consequências, o macho mamou seus seios ate deixar os bicos avermelhados e enfiou a mão entre suas coxas apalpando a boceta, desceu a boca pela sua barriga e segurando o elástico da calcinha puxou para baixo devagar desnudando sua maravilhosa boceta totalmente depilada e com um grelo enorme que aparecia entre os lábios do bucetão, caiu de boca e começou a mamar e morder as carnes delicadas da sua boceta, ela sem opção resolveu aproveitar, gemeu e se abriu para a boca do macho devorando sua boceta , gemia de puro prazer com os olhos fechados começou a ter orgasmos seguidos, até que o macho veio para cima dela e encaixou o enorme pinto na entrada da sua boceta e escorregou devagar para dentro dela, ela gritou de dor e se agarrou ao homem que se enterrava nela, se abriu o máximo que pode e o enorme caralho se aninhou totalmente dentro da sua boceta, e homem sofria de pura tesão enquanto metia em sua boceta totalmente aberta para agasalhar seu pinto, ficou uns 10 minutos metendo enquanto ela tinha orgasmos seguidos e de repente se enterrou totalmente dentro dela e gozou ruidosamente, ela assustada pedia a ele para não gozar dentro dela mas ele nem a ouvia tão deliciosa estava a situação, o gozo dele se prolongou por longos 2 minutos, o esperma era tanto que mesmo com o pau bem duro atolado totalmente nela, a porra vazava pelos lados entre o pinto e as paredes da sua boceta, ficaram assim agarrados ate passar os espasmos do gozo, ela havia tido um orgasmo enorme entre os diversos que já tivera enquanto era possuída pelo seu Jeremias, ele deitou-se sobre seu corpo e ali ficou respirando forte misturando seu suor com o dela até o pau começar a amolecer e escapar da sua boceta, ai então ele saiu de cima dela e deitou-se a seu lado ofegante, ela de olhos fechados também ofegava devido aos intensos orgasmos que tinha tido, ficaram assim por uns 10 minutos ai ela levantou-se e correu para o banheiro, seu Jeremias foi atrás e entrou no chuveiro com ela que não se importou, tomaram banho juntos e assim que se enxugaram ele a agarrou novamente e cairão na cama e começou tudo de novo, seu Jeremias esfregava o enorme cacete entre suas tetas, gemendo de prazer, ai esfregou a cabeça do pau em sua boca mandando ela chupar, eu nestas alturas já tinha gozado 2 vezes vendo a trepada da minha mulher com o negro, ela tentava virar o rosto mas o homem insistiu ai vi ela abrir a boca e receber o enorme falo na boca, o macho metia na boquinha da minha mulher gostosamente e de repente esporrou na boca dela, ela se engasgou com o esperma abundante do homem, engoliu um pouco mas a maioria escapou escorrendo pelo seu rosto, o macho esfregou a cabeça da cacete em seu rosto melando tudo de porra, ai se deitou novamente ao seu lado descansando da gozada, depois de algum tempo ele começou a bolinar seu corpo novamente, ela querendo ir embora dizendo que ele já tivera tudo que queria mas ele disse, ainda não gostosa, quero foder esse cuzão maravilhoso que já me rendeu tantas punhetas, quero finalmente sentir meu pau entrando nessa bunda divina, ela tentou escapar dizendo que jamais faria isso mas ele a pegou e fez ela fica de bruços, começou a morder suas nádegas e enfiou a língua em seu cu, ela gemeu tentando escapar mas ele a segurou forte pelas ancas e continuou a enfia a língua em seu cu, ela gemia pedindo para ele parar, que aquilo era pecado, pare por favor, mas ele estava no auge da tesão se ajeitando sobre seu corpo, encaixou a cabeça do enormes cacete em seu cuzinho virgem, forçou e eu vi a cabeça do cacete entrar no cu da minha mulher, ela gritou e tentou de novo escapar mas o macho a segurou e continuou a penetrar sua bunda, ela se debatia tentando escapar mas não conseguia, seu Jeremias enterrou todo o enorme cacete no cuzinho da minha mulher, deitado sobre seu corpo, ela gemia e chorava de dor, enquanto o macho sobre ela metia em seu delicioso cu, a cada estocada profunda ela gemia forte, o macho estava no auge do prazer dentro do delicioso cu e de repente se retesou enterrado totalmente em seu cu e gozou, um gozo forte e abundante, ela estava inerte cansada de lutar só chorava baixinho enquanto o homem terminava de gozar dentro do seu cu dilacerado, ficou assim ligada a ela com o enorme falo atolado na sua bunda ate passar os espasmos do gozo, ela gemia baixinho, ele tirou o pau do seu cu e deitou-se a seu lado, eu do meu esconderijo via o buraco enorme que ele deixou na bunda da minha esposa escorrendo esperma, melando as suas nádegas e os lençóis, ficaram assim por algum tempo até minha esposa levantar-se da cama, recolheu suas roupas e foi ao banheiro, eu havia gozado uma terceira vez na punheta, seu Jeremias continuava na cama exausto, tinha gozado 3 vezes dentro da minha esposa, ela saiu do banheiro e pediu a ele que se vestisse pois teriam de terminar o acerto do contrato, ele se vestiu e na sala ele entregou a minha esposa os papeis que incriminavam seu pai, ela saiu dali sem nada dizer, meio manca devido a penetração do cacete enorme do seu Jeremias e foi -se embora, depois da sua saída, sai do meu esconderijo e parabenizei o seu Jeremias, pela performance e explicando a ele que até aquela data, nunca tinha conseguido que minha mulher chupasse meu pau ou deixasse eu por em seu cu e ele conseguiu tudo isso, abrindo caminho para mim, ele me agradeceu pela oportunidade de estar com minha mulher e disse que ela deixou ele fazer tudo aquilo por estar com medo devido a possível prisão do pai, nos despedimos ali com a promessa do seu Jeremias que jamais iria contar aquilo para alguém e nunca mais iria procurar minha esposa, por outro lado, depois disso, nossa vida sensual melhorou cem por cento, minha esposa de repente começou a chupar meu pau e deixou eu meter em seu cu, ela nunca comentou comigo sobre o assunto, hoje somos um casal muito feliz ….

5922 views

Contos Eróticos relacionados

Transei com um velho negro

Olá amores. Sou a cyntya. Uma bbw hotwife de 88kg com peitos, coxas e bunda grandao. Vou contar minhas aventuras com velhos negros. Meu marido é enfermeiro e desde que começou a pandemia tem...

LER CONTO

Vendo a mãezinha ser depravada

Gina vai lentamente se abaixando enquanto a sogra do jovem deputado segura o cacete direcionado pra boquinha de seu anus. A sogrinha arregala os olhos e sibila por entre os dentes de pura tesão...

LER CONTO

Amigo levou a calcinha dela

Naquela noite estávamos eu minha esposa com um amigo que recentemente havíamos conhecido. Walter chegou de sua cidade e nos encontramos num bar para casais, pedimos algumas bebidas e ficamos nos...

LER CONTO

Diana e o estagiário negro IV

Já se tinha passado oito dias desde do acontecido entre a dra. Diana, diretora da área jurídica de uma grande companhia de seguros e seu estagiário Bernardo, um belo negro de de 25 anos, que todos...

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 4 + 3 = ?
ContosAdultos.Club - O seu site de Contos Eróticos
Se você gosta de ler contos eróticos ou contos adultos é o site perfeito para você. Aqui você vai ler contos sexuais reais, e o melhor de tudo é que o site é atualizado diariamente.
© 2022 - Contos adultos