Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Contos adultos » Contos eróticos verídicos » Dois garotos de 17 anos me comeram segundo encontro

Dois garotos de 17 anos me comeram segundo encontro

Publicado em fevereiro 18, 2021 por ALEX RICARDO BARRETO

Ola pessoal, meu nome e Lígia, hoje vou contar como foi meu segundo encontro com os dois garotos de 17 anos, Lucas e Bruno da confeitaria, só relembrando, sou morena, 1.65 altura, olhos castanhos, seios médios a grandes, cintura fina e quadril largo, tenho 23 anos, como havia relatado antes, eu fui puta de dois garotos virgens, que de virgens não tinham nada, sabiam muito bem o que estavam fazendo. Depois deste dia eles me mandavam mensagens direto falando sacanagens e que queriam me comer novamente.

Então marquei de sair com eles, de irmos em um barzinho na sexta a noite, me produzi toda, dei aquela caprichada, depilei a bucetinha deixando lisinha, coloquei uma calcinha preta minúscula, uma calça legging preta e uma blusinha branca com detalhes em preto bem decotada e sem sutiã, como eles não tinham carro fui buscar eles com o carro do meu pai, encontrei com eles na esquina da confeitaria, eles estavam uns gatos, cheirosos, cada um veio me cumprimentar com um beijo na boca, o Lucas como era o mais safado meteu a mão na minha bunda e deu um apertão me puxando ao seu corpo, aquilo já me deixou com muito tesao, ai ele me falou, se prepara que hoje você vai ser nossa putinha a noite toda.

Continua depois da publicidade

Gente aquilo me deixou tao excitada que quase dei para eles ali mesmo, entramos no carro e fomos ate o barzinho ficamos conversando por mais ou menos umas duas horas eu não sou de beber, mas acabei que tomando um coquetel e foi o suficiente para me deixar alegre, nisso o Bruno veio ate mim e disse vamos sair daqui, eu perguntei por que? ele respondeu, queremos você agora, na hora aceitei, naquele momento eu estava bem doidinha e com muito tesao, pois la no bar muitos homens me comiam com os olhos, chegando no carro perguntei onde iriamos, Lucas disse para ir dirigindo que ele indicava, mas não disse aonde, bom ai entramos e fomos e ele dizendo vira aqui vira ali, ate que chegamos no em um park da cidade, ele mandou eu estacionamento em uma parte meio escura não dava para ver nada, ai perguntei, achei que íamos no motel, eles responderam que não.

Bruno então desceu do carro, abriu minha porta e me puxou para fora, me levou ate a frente do carro e mandou eu tirar a blusa, disse que ali não, alguém podia ver, ele respondeu tira a roupa sua puta, aqui quem manda somos nós, fiquei toda molhada com aquela ordem, nunca tinha transado ao ar livre, Lucas então veio e tirou minha blusa meio que a força e como estava sem sutiã, meus peitos ficaram a mostra, os dois ficaram só me observando, e dizendo que delicia você e Lígia, você e uma putinha gostosa, ai fui deixando o receio de lado e fui me soltando, ai eles pediram para tirar a calca, respondi que não, somente se fosse dentro do carro, Lucas falou que se eu não tirasse, ele iria tirar e rasgar minhas roupas, aquela atitude de mandar e ser submissa estava me deixando louca de tesao, então tirei e só fiquei de calcinha.

Lucas falou para o Bruno, nossa putinha já vem preparada para ser socada, olha que delicia ela, a calcinha enfiada na bunda, eles mandaram eu virar para o carro e por as mãos no capo como se eu fosse ser revistada, obedeci, nisso Lucas veio começou a passar a mão na minha bunda e deu um tapa, que me encheu de tesao e ao pé do meu ouvido disse, agora vamos te fuder gostos vadia, ele tirou minha calcinha e começou a lamber meu cuzinho e chupar minha bucetinha, Bruno chegou mais perto e começou a me beijar e apertar meus seios, Lucas levantou e tirou o pau para fora, Bruno fez a mesma coisa, eu me ajoelhei e comecei a chupar os dois, que delicia eu nua ao ar livre chupando dois paus.

Continua depois da publicidade

Bruno me levantou me pôs de costas com as mãos no capo novamente, colocou o pau na minha bucetinha e começou a meter com força, Lucas então me pegou pelo pescoço e direcionou o pau na minha boca, adorei esta posição, enquanto chupava um o outro metia gostoso, Bruno então tirou o pau da bucetinha e começou por no cuzinho, nisso eu empinei mais a bunda para receber aquele pau gostoso no meu cuzinho, gente fui ao delírio, doeu um pouco mas estava com muito tesao, quando senti um jato de porra no meu cuzinho, Bruno então saiu e sentou no carro, achei que iriamos dar uma parada mas o Lucas disse que agora era vez dele, me colocou deitada no capo ergueu minhas pernas e começou a meter na minha bucetinha a posição favorecia pois o capo e inclinado então o peso do meu corpo descia com tudo no pau dele, ele meteu com mais força, eu gemendo cada vez mais alto, estava muito bom, falava para ele, me come, come sua putinha, mete esse pau gostoso na minha buceta, Lucas anunciou que iria gozar eu respondi, goza.

Ele disse que queria gozar nos meus seios então me abaixei e ele gozou nos meus seios, ai ele pediu para eu chupar o pau dele, chupei tudinho, o Bruno veio e disse que também queria ganhar uma chupada, então comecei a chupar ele ate ele dizer que iria gozar mas quando ele foi tirar o pau não deu tempo, o jato de porra veio todo no meu rosto, o Bruno parecia em êxtase com aquela cena, perguntei se tinha onde me limpar, Lucas respondeu que ali atrás da arvore tinha uma torneira, eu fui colocar a roupa, porém, ele disse que não era para pôr a roupa, que era para eu ir nua ate lá, eu disse não, que era para parar com criancice, ele então pegou minhas roupas e trancou dentro do carro, ele mandava e era para eu obedecer, não tinha outro jeito, fui ate a torneira pelada, me limpei e voltei, então pedi minhas roupas, eles responderam que ainda não acabou, eles avisaram que eu seria a puta deles a noite toda, eles mandaram eu deitar no capo, e Bruno caiu de boca na minha bucetinha.

Gente que delicia de chupada, nunca vi tanto folego desses dois, parecia que nada saciava eles, mas como e bom transar com esses dois garotos, me chuparam inteira ate eu gozar na boca do Bruno, ai me vesti e entramos no carro e ficamos conversando por um tempo, perguntei se realmente eles eram virgens? eles responderam que sim, disse que não perecia pois eles faziam sexo muito bem, Lucas respondeu que e por causa dos filmes e videos que eles assistiam, que eles gostam de videos de submissão, Lucas disse que nunca imaginou que iria experimentar mulher como eu, depois disso deixei o Bruno em casa e por ultimo o Lucas, na hora que fui me despedir ele me deu um beijo na boca e disse para eu aparecer a noite na confeitaria, fui mais duas vezes, espero que gostem, vou contar todas as minhas aventuras, beijos.

2118 views

Contos relacionados

Pamela na Casa de Swing

Se você já leu no conto anterior, "A PRIMEIRA GANGBANG DE MINHA ESPOSA" e "PAMELA VOLTA NA CASA DO CUMPADRE", "SURPRESA NO BAILE", "SURPRESA DE PAMELA", minha esposa soube aproveitar minha...

LER CONTO

Traindo o noivo na festa da empresa – Kelly

"peguei meu celular e enviei uma SMS, não tínhamos watts ainda infelizmente ou felizmente, pois assim sem watts não era monitorada, SMS < TU NÃO TEM HISTÓRIAS PARA CONTAR?...TO CURIOSA; vi...

LER CONTO

Dois garotos de 17 anos me comeram

Ola, vou contar para vocês sobre minha aventura, meu nome e fictício, Lígia, sou morena, 1.65, 23 anos, seios grandes, cintura fina e quadril largo, eu morava no interior de São Paulo e me mudei...

LER CONTO

No cuzinho da minha amiga

Olá, sou Maurício (nome fictício) tenho 28 anos e sou de Juiz de Fora - MG. Tive muitas experiências sexuais na vida, até pq acho sexo muito importante, sempre li esses contos, ficava morrendo de...

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 5 + 3 = ?

Se você gosta de ler contos eróticos o contos adultos é o site perfeito para você. Aqui você vai ler contos sexuais reais, e o melhor de tudo é que o site é atualizado diariamente.

© 2021 - Contos adultos