website page counter
Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Contos adultos » Contos eróticos de corno » Dei várias vezes a buceta um morador de rua escondida do meu marido (Parte 2)

Dei várias vezes a buceta um morador de rua escondida do meu marido (Parte 2)

Publicado em janeiro 12, 2022 por Edilene Soares

Olá sou a Marcela, 35 anos sou de São Paulo , trabalho em operadora de caixa em um supermercado perto de minha casa, lembram_se de mim ,sou aquela funcionária do supermercado que há uns dois anos atrás fui transferida para trabalhar em uma outra filial em outro bairro e quando voltava pra casa fugia do trânsito do centro e passava por algumas ruas tranquila , algumas dessas ruas com lombadas em que quase tinha que parar o carro para passar, em uma dessas ruas conheci um senhor morador de rua, hoje ele tem 64 anos, me envolvi com esse morador de rua se você quiser entender melhor essa minha história verdadeira sugiro que leia a primeira parte, okey!

Dias desses tirei folgas do trabalho e aproveitei para ir rever aquele morador de rua porque não estava aguentando mais de tantas saudades dele e do cacete enorme e grosso que ele tem, também já não estava mais me satisfazendo só em masturbar com um vibrador atolado na buceta e no cuzinho , apesar de eu ser uma mulher casada entretanto meu marido só pensa em trabalho, bar e amigos, tem um bom tempo que ele não liga mais prá mim isso é nem tá aí prá minha buceta . Saí com meu carro pela manhã chegando alí naquele bairro naquela rua tudo estava normal ,a casa velha abandonada com o porão , entretanto não o vi aquele morador de rua, deixei meu carro na rua que por sinal é bem sossegada e fui até o porão daquela casa velha, lá descobri que aquele homem ainda mora naquele porão, conversei com pessoas ali naquela rua sobre aquele homem que mora no porão daquela casa velha abandonada , uma pessoa me falou que ele saí cedo e só volta depois das quatro horas da tarde essa informação me tranquilizou porque queria dar novamente a buceta aquele morador de rua do cacete grande e grosso , aproveitei e fui resolver outras coisas pendentes pela cidade anciosissima com a chegada do momento do meu reencontro com aquele morador de rua .

Continua depois da publicidade
 

Às horas se passaram por volta das quatro e meia voltei alí naquela rua e observei que o homem já estava no porão onde ele residi, conternei meu carro e como eu fazia há uns dois anos ou mais , estacionei meu carro na garagem daquela casa velha abandonada , quando ele ouviu barulho de carro saiu e me reconheceu  apesar que estou mais gordinha kkkk e cabelos mais compridos e aloirados , dei um abraço nele senti as cutucadas do cacete dele em minhas coxas grossas , ele me falou quanto tempo Marcela você tá linda , falei para ele que voltaria um dia reve_lo   e vim mesma , rápido aquele morador de rua me chamou para dentro do porão acompanhei ele até um quartinho lá já fui tirando minha blusa , a bermuda ficando só de calcinha e sutiã, dei outro abraço nele , beijando _o , ele falou nossa você tá gostosa hein ,   o morador de rua me agarrou me jogou na cama  arrancou minha calcinha e meu sutiã palpou meus seios grandes , chupou eles , contudo falei para ele atola esse pau grosso enorme em minha buceta gulosa por um cacete grosso , ele colocou aquela rola grossa em minha buceta socou , estocou , rebolei sem parar naquele cacete grosso, sussurrando  eu estava sedenta queria mais e mais socadas na minha bucetona cabeluda , então meu orgasmo veio e eu gozei gostoso porém não parei de rebolar no pau grosso daquele morador de rua , até que ele gozou senti o pulsar do pauzão dele bem lá dentro de minha pepeka e jogou um delicioso jato de porra quente , porém o desejo de dar ele continuava fiquei de quatro para ele comer meu cuzinho , antes de comer ele deu uns bons tapas em minha bunda grande me chamou eu de casada puta , vadia , gostosa , o morador de rua atolou aquele cacete de jumento no meu rabo isso é no meu cuzinho e socou incessantemente , rebolei, rebolei até ter certeza que o cacete grosso dele estava atolado em meu cuzinho até nas bolas , foi então que ele falou casada vadia gulosa do cuzinho apertado meu pau tá enterrado até nas bolas e gozou a porra escorreu pela minha bunda adorei . O homem chupou muito meus seios , chupou meu cuzinho , chupou minha buceta o grelinho dela fiquei extremamente excitada gemi e gozei gostoso outra vez , mas eu queria mais e falei agora quero chupar esse seu cacete , o homem enfiou aquele pistolão em minha boca eu mamei igual uma bezerra naquela coisa grande e dura ele gozou e me deu mais prazeres em sentir aquele leitinho quente na boca, huumm delícia na minha boquinha que sabor de quero mais até escorreu de minha boca.

Fiquei mais de duas horas dando aquele morador de rua do cacete grande e grosso , alí no porão daquela casa velha abandonada, saí daquele local já era noite , prometi para ele qualquer dia desses vou voltar e dar novamente para ele a buceta,o cuzinho , escondida do meu marido .

Continua depois da publicidade
 

Deixe um comentário , uma palavra sobre meu conto verídico .

Obrigada !

10995 views

Contos relacionados

SANDRA CHUPA MARY QUE CHUPA SANDRA

SANDRA  CHUPA MARY QUE CHUPA  SANDRA   Então! O coronavírus forçou uma parada na fodeção. As casadas deram uma segurada, colocando a buceta o cuzinho bem como a boca na quarentena...

LER CONTO

Comi a casada em Curitiba a pedido do Corno

Enviado por: Dimostrari Tem muito marido desesperado , e suas esposas nem sabe o que esta acontecendo. Mauro me disse que ele havia sido o segundo homem de Kelly, que ela tinha um namoradinho e...

LER CONTO

Minha esposa virou puta para ganhar dinheiro

Oi gente do bem, tudo em ordem? Meu nome é Carlos, tenho 33 anos e neste conto erótico vou relatar como foi o dia em que minha esposa virou puta dando para homens fora do casamento. A crise...

LER CONTO

Tiana se encantando com a sodomia

O dr. Daniel se surpreendeu com a visão de Tiana entrando em seu consultório. Ela se vestia elegantemente, conforme sua religião a orientava, mas que não combinava com seus dezessete aninhos. Ela...

LER CONTO

AO VER O PAU DO AMIGO SENTI QUE SERIA CORNO MANSO

AO VER O PAU DO AMIGO SENTI QUE SERIA CORNO MANSO O conteúdo deste e outros contos que editarei são as verdades sobre minha entrada para o Clube dos Cornos Mansos. Foram uns 3 anos de muitas...

LER CONTO

O FETICHE DELE, É MINHA DIVERSÃO

  Sou casada, tenho 46 anos, me chamo Claudia, sou mulata cabelos curtos, 1,72 cm, coxas firmes e grossas, uma bela bunda, meu marido tem 51 anos aqui vou chama lo de Alex. O que vou...

LER CONTO

Trai meu marido na festa

Meu nome é Pâmela, tenho 26 anos 1,62 de altura. Moro em Guarulhos-SP. Sou casada com o Renan desde 2015 e de moro geral somos muito felizes. Não costumo pensar em traição e não tenho esse medo...

LER CONTO

A MARAVILHOSA BUNDA DE LANE BLISS. CASADA E PUTA.

Bom dias queridos amigos, que curtem contos picantes e bunda maravilhosas. Isso mesmo. Hoje falarei de uma das maiores e mais lindas bundas do Brasil. Uma das mais desejadas, desde os anos 90. A bunda...

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 5 + 3 = ?

Se você gosta de ler contos eróticos o contos adultos é o site perfeito para você. Aqui você vai ler contos sexuais reais, e o melhor de tudo é que o site é atualizado diariamente.

© 2022 - Contos adultos