website page counter
Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Contos adultos » Contos de incesto » Dando pro padastro e meio irmão

Dando pro padastro e meio irmão

Publicado em julho 4, 2019 por CooledCutie

Minha família decidiu fazer uma viagem de fim de semana, para um hotel fazenda da região, com várias atividades campestres. Fomos eu, Carol de 18 anos, meu meio irmão Lucas (filho do meu padrasto) de 21, minha mãe de 42 e meu padrasto de 45. A viagem foi super cansativa, 3 horas de estrada e alguns de trechos terríveis, que davam enjoo.

A noite, por volta das 20h, chegamos no hotel, ficamos num apartamento de 2 quartos e todos foram descansar um pouco. Minha mãe tomou remedio para dor de cabeça e eu tomei algo pra enjoo. Tentei dormir, mas nao tava conseguindo, fiquei fazendo idas e vindas ao banheiro. Essa movimentação acabou acordando o meu padrasto que se compadeceu do meu problema e preparou um chá pra mim, foi tiro e queda. melhorei em seguida. Mas continuava sem sono e fiquei fazendo sessão de beleza por horas no banheiro, limpando a pele.

Meu padrasto ainda não tinha tomado banho após a viagem e ja estava um pouco impaciente porque eu não saia do banheiro. Então perguntou se podia tomar banho no box enquanto eu fazia a limpeza e pele. Deixei, não vi problema nenhum. O banheiro era um pouco apertado, e ao passar por mim, ele encostou o pau na minha bunda, aparentemente sem querer. Nao estava duro nem nada, mas me arrepiou.

Fiquei enrolando a sessao de beleza para ver se na saida do banho, ele ia encostar de novo. Ele acabou o banho e eu empinei a bunda, pra ocupar bastante espaço no banheiro. Ele passou meio de lado esquivando, eu tentei encostar, ele voltou e aquilo foi endurecendo. Ficou roçando um pouco, estava muito bom. Até que ele tirou a toalha e ficou por tras de mim, deslizando a cabeça da rola pela minha xaninha, enquanto eu passava creme no rosto. Me molhe toda, fiquei me mexendo pra tras e pra frente pra facilitar. Ficamos assim por um bom tempo. Ele trancou a porta e me virou de frente pra ele, e continuou roçando a pica na minha buceta, sem meter, deslizando entre a rachada e as pernas. Eu ja estava piscando e o pau latejando.

Quando eu menos esperava, ele, forte e alto, num segundo me ergueu e colocou minhas pernas em vota do pescoço dele e começou me chupar bem gostoso, com suavidade, hora chupando, hora passando a lingua. Aos poucos foi tentando enfiar a lingua dentro da minha buceta, a lingua era grande, parecia uma pica macia.

Quando ele percebeu que eu ja estava muito louca de tesão, Me desceu com a mesma rapidez que me subiu, deslizei do seu pescoço pelo peito e seu pau ja estava esperando pra dar aquela cravada gostosa. Ja caí encaixada naquele pau grosso melado (ele tinha passado lubrificante enquanto me chupava). Ele estava um pouco enclinado para tras, encostado na parede pra facilitar o processo. Tomei um susto gostoso, na primeira estocada apertei a buceta de susto e senti o pau me preenchendo toda.

Depois relaxei, agarrei o quadril dele com as minhas pernas e comecei a cavalgar no meu ritmo, devagar, pulava, apertava a bucetinha pra sentir melhor aquele pau e subia relaxando. Fui fazendo assim, ate ele começar a massacrar minha buceta. Quando eu ia caindo na pica dele, ele vinha com uma estocada de baixo, era muito bom. me pegava bem fundo, as vezes eu chegava a tremer. Depois ele comecou a me fazer deslizar mais rapido e estocar com mais força, parecia uma britadeira. Eu ja tava dando espasmos, tendo contrações involuntarias. Ele fazia essa sequencia bem forte e rapida, depois me parava no ar, tirava a pica quase toda e metia de uma vez. Eu ia no ceu e voltava. Na quinta vez ele fez isso, me mijei toda de tesão.

Então ele deixou eu segui devagarinho, no meu ritmo mais lento. Fiquei cavalgando ali tipo cachorrinho nadando, pulinhos curtos. E nada dele gozar. Vi que ja estava cansado também, pedi pra ficarmo em pé, ele me colocou contra a pia de costas pra ele, minha buceta aliviou mas sentiou falta quuando ele tirou a pica. Entao pedi mais, ele ficou metendo de vagar e fundo, era muito bom. pegava bem no fundo da parte de dentro do meu clitoris, Quando eu tava sentindo que ia gozar, eu apertava a pica dele com a minha buceta e me empinava pra tras pra entrar mais fundo. Ele entendia o recado e estocava mais forte. Ate que ele fez aquele modo britadeira e eu nao aguentei, gozei, tremi toda. tive orgasmos multiplos.

 

Depois dessa, tomamos um banho juntos e eu pedi pincelada na bucetinha, adoro isso. Foi muito gostoso. Fiquei muito excitada, mas ele estava morto. Não aquentava mais outra rodada de surra de cacete.

Ouvimos alguem bater na porta, ficamos em panico. Era meu meio irmao apertado. Meu padrasto abriu a porta e pediu pra eu ficar quieta no box. Meu meio irmao entrou e foi mijar, enquanto meu padastro ficou me alisando a xana com os dedos pra nao chamar a atenção. Meu meio irmão tava quase saindo quando ele percebeu algo estranho e abriu o box. Tomou um susto.

Ficamos sem reação, ele ficou duro na hora. Aquilo já me deu tesão de novo. Então convidei pra entrar. O pai dele diz que eu curtia pincelada na bucetinha e ele ficou animado. começou a punhetar a piroca me olhando, o mastro foi crescendo, ficando grande e grosso.

Meu padrasto ficou esfragando a rola na minha bunda, me ergueu e abriu minhas pernas pro meu meio irmao. Ele chegou dando umas lapadas sem dó na minha bucetinha com aquela massaroca de piroca, me deixando vermelha. Depois pincelou gostoso, deslizando do clitoris ate quase la dentro. Eu estava enxarcada de tesão. Ele pincelava umas 3 vezes e fazia que ia meter, ai tirava, me deixava piscando. Fez isso algumas vezes, ate que não aguentei e quando ele tava fazendo que ia meter a rola em mim, agarrei a cintura dele com as pernas e o caralho entrou gostoso.

Deixei atolar tudo. Segurei uns 5 segundo bem la no fundo. Quase gozei so nessa estocada. Mas o cara ficou louco, soltou minha pernas, empurrou eu e o pai dele contra a parede, me deixando em pé e começou a meter endiabrado velocidade mil. Tava muuuuuito gostoso. As vezes ele dava um jeito de se arquear por baixo pra meter melhor e pegar bem fundo. Até que o pai dele quis meter também, me ergueu novamente e foi forçando a pica no meu cuzinho e eu fiquei arreganhada pro meu meio irmao de novo. Ele aproveitou pra meter comigo agarrada nele de novo. Chegamos num ritmo gostoso de sincronismo. Quando eu quicava em duas rolas de uma vez, sentia um prazer indescritivel.

Ficamos assim alguns minutos. Meu padrasto gozou primeiro e saiu, ficou so olhando. O lucas me levou pro vaso sanitario, sentou e me viro de costa pra ele e me deixou cavalgando, tava uma delicia. Quando eu tava pra gozar, apertei bem o caralho dele com a bucetinha e ele me segurou e estocou fundoooo.. numa cravada magestosa. Gozamos juntos, escorreu muita porra pela minha perna. Depois fomos deitar, o Lucas pediu pra trancar a porta do quarto, pra dormirmos juntos, ele queria dormir com pau enterrado na minha buceta. Eu aceitei. Foi muito gostoso dormir com aquele cacetao socado em mim. Passei a noite sugando ele com a minha buceta e ele dando pequenas estocadinhas, alternadas com algumas mais fundas. Dormimos assim. Nem lembro quantas vezes gozei nessa noite.

Leia outros Contos de incesto bem excitantes abaixo:

O dia em que a cunhada perdeu o recato e deixou de ser santinha!

Familia incestuosa (continuação)

109403 views

Contos Eróticos relacionados

Tio , fazendo com meu lindo tio .

Como sempre fazíamos todo ano fomos a família toda para praia no carnaval . Foi uma semana inteira na muvuca , quase 30 pessoas numa enorme casa com piscina e tudo. Luis e casado com a irmã de...

LER CONTO

Meu presente foi a despedida de solteira pra minha Nora

Duas Semanas antes de Eles casarem minha Nora Veio Ficar em casa, pois meu filho tinha uma viagem e ela não queria ficar sozinha antes do casamento, Sara estava bem a vontade em casa e usava algumas...

LER CONTO

Incesto bissexual à três

Amanda resistiu o quanto pôde. Mas como ficar passiva ao molhado beijo de um homem que sabe fazer isso com experiência e tem quase a metade da idade dela? O jovem a segura firmemente pelos cabelos...

LER CONTO

Oferecendo a buceta pros vizinhos

Oferecendo a buceta pros vizinhos

LER CONTO
  • Enviado por: Admin
  • ADS

Violada No Busão Lotado

Violada No Busão Lotado

LER CONTO
  • Enviado por: Admin
  • ADS

Minha Vizinha e Puta?

Minha Vizinha e Puta?

LER CONTO
  • Enviado por: Admin
  • ADS

Dando pro meu primo no churras da família

Sou morena,cabelo cacheado,tenho 21 anos,sou baixinha e tenho um corpo que nenhum homem recusa. Sempre tive contato com meu primo em festas de familia onde todos se reunem e nesse dia a familia...

LER CONTO

Minha primeira gozada foi na boca da minha irmã

Ola pessoal sou o Novinho, me desculpem algum erro e a falta de detalhes faz muito tempo que aconteceu... Bom na época eu e minha irmã éramos bem novos ela sendo mais velha que eu e eu sendo o...

LER CONTO

3 - Comentário(s)

  • Juan Pablo Gomes 07/03/2020 11:59

    Excelente conto. Parabéns. Um abração.

  • Marcio 30/01/2020 16:49

    Mt bom me chama no whats

  • Alec 16/07/2019 02:03

    Vtnc,eu padrasto e minha enteada já passou dos 21 anos é bonita pele branquinha e gostosa cabelos lisos e compridos que é um tesão.Não dá esse mole pra mim.Nunca pratiquei incesto mas morro de tesão e olha que sou putão safado desde novo ja aprontei muito comendo cu de travesti mulher casada macho casado na presença da esposa... Onze nove cinco dois sete três meia dois quatro três

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 2 + 3 = ?
ContosAdultos.Club - O seu site de Contos Eróticos
Se você gosta de ler contos eróticos ou contos adultos é o site perfeito para você. Aqui você vai ler contos sexuais reais, e o melhor de tudo é que o site é atualizado diariamente.
© 2024 - Contos adultos