Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Contos adultos » Contos de incesto » Como perdi minha virgindade no cu da minha mãe

Como perdi minha virgindade no cu da minha mãe

Publicado em setembro 16, 2019 por Incestuoso
  • Vou contar aqui da forma que nunca contei em toda a minha vida.

     Os meus pecados e desejos que eu deveria mas não me arrependo, me arrependo sim de não ter aproveitado as situações que me surgirão,

    O meu tesão por incesto começou cedo eu tinha de 11 para 12 anos eu tinha um colega de punheta que se chamava Guilherme, 

    nós trocamos revistas pornôs,,

    Ele era viajado,

     e certa vez trouxe uma revista importada, que era em 3 idiomas inglês francês e espanhol.

    Esta revista era sobre um filho que flagra a mãe em uma fazenda masturbando um cavalo, pelada e passa a ter tesão por  ela e passa a querer comê la,,

      no final consegue, a história me deixou tarado eu não cansava de bater punheta com esta mãe fudendo com o filho..

    Até então eu nunca tinha nem ouvido a palavra incesto.

    A Partir daí eu comecei a reparar mais na minha mãe,  na época era uma mulher muito gostosa, ruiva de cabelos cacheados.

    Seios médios e uma bunda que até hoje é seu maior atributo, uma bunda grande gostosa,

    Daquelas que chamam atenção por onde passa .

    minha mãe era sossegada acordava de camisola preta semi transparente e ficava assim pela casa o dia todo, eu andava atrás dela o dia todo pra ver ela pelos flash de sol que passavam por sua camisola por entre as pernas e me deixava admirar a grandeza da sua buceta por traz entre as nádegas volumosas.

    Seu seios estavam sempre à mostra em casa, e eu como um tonto ficava olhando pra ela o dia todo, com o pau duro .

    Serto dia minha mãe reparou no meu olhar para os peitos dela, e me perguntou, porque você me olha assim são peitos de velha!

    quer olhar?

     os tirou pra fora eu fiquei sem palavras olhando para aqueles peito grandes meio caidos mas com bicos marrons grandes e pontudos, parecia que ela estava com muito tesão..

    Mas eu fiquei sem graça e não fiz nada..

    Poderia ter sido naquela vez… Eu deveria ter pedido pra chupá los tenho certeza que ela deixaria….

    Os anos se passaram e nada de mais aconteceu, até que em uma viagem com a familha meu tesão voltou a Cena, eu já não perseguia mas minha mãe pela casa, eu tinha 13 anos e estávamos no interior do Paraná meu pai era vendedor e viajávamos com ele eu meu irmão minha irmã e minha mãe e claro,

    Nós tínhamos um caminhão f 4000 com baú que meu pai improvisou como motorhome, dormíamos todos juntos eu minha mãe minha irmã caçula e o meu pai nesta ordem que falei, eu dormia do lado  da minha mãe,

    Mas já sem tentar mais nada minha mente já estava em outras garotas,

    Serta manhã minha mãe me chamou pra ir com ela pra ela tomar banho,pois estávamos em um posto de gasolina e a porta do chuveiro não fechava..

    Fui na boa sem malícia fiquei do lado de fora enquanto ela se banhava,

    Eu estava distraído quando reparei que a porta do banheiro estava quebrada, e faltava uma grande lasca, pela qual se via perfeitamente dentro do banheiro ,

    onde a minha mãe estava, pude ver-la nitidamente pelada na minha frente.

      ela lavava a buceta com muito asseio enfiava os dedos dentro  dela sabonete, aquela buceta de pelos pretos e cheios, ela abria as pernas e arregaçava a buceta pra fora pra lavar..

    Esfregando seu grande grelo…

    O meu pau ficou explodindo, nas calças..

    O pior ou seria o melhor!

     foi quando ela virou de costas…

     e abria a bunda na minha direção, arreganhou o cú e colocando os dedos  ensaboado pra dentro… 

    Mãe que cú delicioso! eu babava que delícia de cú que tesão ver minha mãe assim me gozei todo sem precisar me tocar..

    Minha mãe terminou o banho e fomos pro caminhão,

    O dia todo fiquei de pau duro.

     sem conceguir tirar aquela visão do cú da minha mãe da cabeça!

    eu  cuidando da minha irmãzinha de 2 anos sozinho .

    e de tanto tesão pra aliviar eu brincava com ela de cachorrinho só pra lamber  a bundinha dela por cima da roupa mesmo pra imaginar como seria fazer com a minha, mãe.. Não se assustem não abusei a bebê eu só insinuava pra atiçar o meu tesão…

    Mas ao anoitecer fomos dormir! minha mãe usava aquela camisola preta transparente que me deixava doido.

     eram 2 da madrugada eu não conseguia dormir o cú da minha mãe prarecia me chamar  piscando na minha mente,

    Eu olhava para o lado lá estava o fruto proibido do meu desejo,

    Me virei e fiquei de conchinha com a minha mãe, meu pau pulsava na bunda dela, comecei a alisar de leve aquela bunda gostosa, ela não manifestou sinal de acordar…

    Fui alisando a coxa subindo a camisola aos poucos…

     deixando a bunda da minha mãe descoberta .

    Ela ainda estava coberta pelo edredom, pois fazia frio,

    Minha mãe estava com uma calcinha velha de algodão que ficava meio molenga na sua bunda então foi fácil afastá la .

    Bem devagar pra não despertar a mamãe!

    meu coração saia pela boca !

    quando toquei com o meu dedo no cuzinho da mamãe.

     ele estava bem quente no meio daquelas nádegas enormes…

    Escorreguei o dedo pra dentro da buceta quente e peluda da minha mãe !

    a gruta dela estava molhada…

     enfiei o dedo fundo pra dentro dela.  ela não reagiu!

    Com o dedo melado da buceta eu o coloquei no cuzinho dela!

     Com uma certa dificuldade…

     mas pude penetrar sem sinal de desaprovação! ou de súbito despertar.

    Fiquei movimentando meu dedo dentro dela .

    Em  um vai e vem sem preocupações ,

    o sono da minha mãe era de pedra ou ela fingia nunca vou saber …

    A falta de reação me incentivou a tentar algo mais arriscado..

    Saquei o meu pau pra fora!

      o coloquei na entrada do cú da mamã…

    A segurei pelas cintura e forcei entrada do cuzinho. ..

     O cú dela parecia pegar fogo até me queimava a cabeça do pau…

     no cú dela era apertado demais!

     o cú estava todo suado,mas meu pau já na época era grande e grosso!

    A penetração era complicada!

     então eu cuspi na minha mão,uma grande quantidades de saliva, a com a qual lubrifiquei o cuzinho,

    Com o pau todo melado de cuspi tentei novamente a penetração, agora entrava mas era muito quente,e apertado.

     meu pau desapareceu entres as nádegas, e eu enfiava as poucos. senti o cú da minha mãe me agasalhar!

     a cabeça entrou …

     o corpo ia aos poucos…

    aquele cú quente gostoso, apertado,piscava no meu pau tão gostoso  não segurei dei um jato de porra no fundo do cuzinho dela, o’que facilitou meu o pau entrar bem   fundo .

     Deixei  meu pau parado ali até ele amolecer.

     arrumei a calcinha e a camisola e dormi…

    Ele realmente estava dormindo ?

    Que sono e este que toma no cú e não acorda?

    Olhava pra minha mãe andando ela estava meio descadeirada…

    Mais não falou nada..

    Na outra noite eu já fui mais direto! Era  02 :00 hrs madrugada

    me aproximei de minha mãe já erguendo a sua camisola sem medo  coloquei a calcinha dela de lado,meu pau pra fora novamente o lambuzei com saliva e o coloquei no cú dela!

    Desta vez  entrou com dificuldade mas foi mais fácil.

    Me sentia mais confiante pois agora já era um homem !

    tinha perdido a virgindade no cú de minha mãe !

    Eu era foda !!

    O pau mal entrou eu já explodi em gozo inundando todo o cú da minha mãezinha…

    A porra grossa escorria pelas bordas 

    Na noite seguinte já fui mais abusado, pois eu tinha certeza que ela está gostando e deixando..

    Era pouco mais de meia noite, todos tinham acabado de dormir,

    abaixei minha bermuda até o joelho, levantei a camisola da bunda da mamãe abaixei a calcinha  desta vez até os joelhos,

     Nem molhei o meu pau com cuspe, segurei firme minha mãe pelos peitos e coloquei meu pau pra dentro do cú dela desta   vez a seco…..

    Então minha mãe se desvencilhar rapidamente de mim e levantou… 

    E já me batendo na cara gritando  o’que vc está fazendo seu tarado! 

    Ta querendo  comer a bunda da sua mãe?

    Eu fingia que estava dormindo ..

    ela batia na minha cara..

    Então acordou meu pai,

    -olá o’que teu filho tava fazendo!

     ele queria comer a minha bunda..

    O meu pai me defendeu,

    – mulher ele é um menino, isto é coisa de sonho …

    Minha mãe tirou as cobertas de mim e mostrou pra ele o meu pau pra fora das calças…

    Olha pra isso!

    Ela  pegando no meu pau…

     o apertando com força olha o tamanho deste pinto!

     isto é pinto de criança?

    Com os seus movimentos gozei em sua mão.

     ela com raiva me bateu novamente e sai de perto de mim..

    A Partir deste dia ela não dormia mais do meu lado .

    E sim o meu pai !

    os anos se passaram e tive várias mulheres …

    Mas nunca esquecia da minha mãe…

    Como são as coisas acho que o diabo sempre bola estas armadilhas pra pegar a gente…

    Teve uma festa um dia  na minha casa, eu já tinha 16 anos e todos os convidados da festa beberam muito. .

    O meu pai bêbado dormiu na minha cama,  se vomitou todo!

    O’Que  restou pra mim era ir  dormir no quarto dele com a mãe .

     Acho eu que ela estava  também muito bêbada pois a casa estava cheia,

    E ela estava deitada no quarto dela dormindo totalmente nua…

    A chance parecia perfeita entrei no quarto e encostei a porta deixando um flash de luz pra que eu pudesse olhar pra ela…

     ela estava de barriga pra cima com as pernas semi abertas…

    Não pensei muito…

    Entrei no quarto e cai de boca na buceta dela…

    Ela era muito peluda e minha boca enchia de pelos…

    pude lamber seu grande grelo que se exaltava no meio de todos aqueles pelos ala Cláudia Ohana..

    Eu lambia o grelo dela enfiava minha língua dentro chupava ela se tremia na minha boca …

    Senti ela gozar na minha boca 

    Me levantei tirei meu pau pra fora das calças

    Abri mais as pernas dela e tentei a penetrar sua buceta !

    mas eu não conseguia pois estava com medo  pois ela poderia acordar comigo a dentro dela e com a casa cheia !

    em um momento de covardia ou sanidade ..

     saindo do quarto de pau duro e fui dormir na sala com os gozo da minha mãe na boca …

     me arrependo pois nunca mais tive chance de fuder a buceta dela …

    Hoje tenho 35 anos minha mãe já não é tão bonita .

    Está gorda velha …

     mas volte e meia quando ela bebe fica mais assanhada comigo…

    Quando ela está com dor nas costas pede pra eu a massageá-la 

     e a vejo ela molhar a cama  com meu toque .

    Um dia ainda tomo coragem e falo com ela sobre  ter perdido a virgindade fodedo o seu cú…

6433 views

Contos relacionados

Comi minha ex-enteada

Bem, eu me chamo Carlos, hoje tenho 45 anos, na época tinha 40 e era casado com Raquel. Ela tem uma filha chamada Kananda, na época kananda tinha 16 anos uma delícia de menina ai então eu sempre...

LER CONTO

Meu sogro me comeu dentro do carro

Meu nome é Larissa, tenho 25 anos e hoje vou contar a história do dia em que meu sogro me comeu dentro do carro parado na beira da BR. Certo dia eu estava na parada de ônibus quando de repente...

LER CONTO

Meu genro me comeu na cama do motel

Tudo bem meu povo? Meu nome é Maria, tenho 53 anos e neste conto erótico vou relatar como foi o dia em que meu genro me comeu me chamando de velha safada e puta gostosa. Antes de começar a...

LER CONTO

No mato com minha prima

meu nome é valmir, tenho 39 anos e gosto de pescar e minha prima silvana sempre vai jundo comigo e o marido dela Ela tem 55 anos a bunda grande, seios grandes, é gordinha, tem uma buceta bem...

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 5 + 2 = ?

Se você gosta de ler contos eróticos o contos adultos é o site perfeito para você. Aqui você vai ler contos sexuais reais, e o melhor de tudo é que o site é atualizado diariamente.

© 2020 - Contos adultos