website page counter
Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Contos adultos » Contos eróticos picantes » COMENDO A MINHA ADORÁVEL ‘’PUTINHA’’

COMENDO A MINHA ADORÁVEL ‘’PUTINHA’’

Publicado em julho 10, 2022 por CARLOS A. LYRA

COMENDO A MINHA ADORÁVEL ‘’PUTINHA’’
– – – . . . – Introdução – Neste último final de semana de setembro – era o ano de 2019… Fui convidado pelo meu cunhado… Chama-se Gustavo – nome fictício… Para passar o domingo na casa deles… Estava eu, minha esposa e a minha filha pequena… Me chamo Arnaldo…
– – – . . . – Minha esposa chama-se Bianca e a minha filha Rebeca… Chegamos lá aproximadamente por volta das 10 horas e como estava muito calor, ele já estava na piscina que fica situada na parte de trás da casa..
– – – . . . – Entrei na casa com a minha esposa e a minha filha de 6 anos…

– – – . . . – Fomos recebidos pela minha cunhada Ana Paula… Sempre atraente e atrativa no trato com as pessoas… muito linda e gostosa…
– – – . . . – Ela tem cerca de 1.70 cm… Loira… Corpinho de boneca… Estava vestida com uma saia por cima do biquíni e por baixo uma saída de praia…
– – – . . . – Ela disse para entrarmos e ficarmos a vontade, pois o seu marido estava na piscina e já nos esperava… Fui até a piscina e o meu cunhado logo me disse para que vestisse uns calções de banho dele e entrar na piscina… Assim eu fiz…
– – – . . . – Fui até o quarto deles onde já estavam em cima da cama as referidas vestimentas e fui para piscina…

– Ficamos na piscina por cerca de uma hora e tomamos alguns ‘martinis’ e conversando sobre vários assuntos… As mulheres estavam na cozinha cuidando do almoço… saímos da água e fomos em direção a churrasqueira para fazer os preparativos do churrasco…
– – – . . . – De repente a minha cunhada, chamou o meu cunhado e disse-lhe que tinha que ir ao supermercado para comprar carne de frango, pois ela tinha esquecido que a minha mulher não comia carnes vermelhas…
– – – . . . – Ele então foi lá com a minha mulher (sua irmã) e a minha filha, pois ela é muito ligada à mãe… Ficando só eu e a minha cunhada… Logo que eles saíram, eu fui à cozinha perguntar a minha cunhada Paula se queria algum tipo de ajuda com alguma coisa, pois o fogo do churrasco já estava praticamente pronto…

– – – . . . – Quando entrei na cozinha, a Paula já estava sem a saída de praia que cobria toda aquela silhueta linda e apetitosa de sua costa e seu traseiro lindo, estando só de biquíni…
– – – . . . – Olhei para ela e disse-lhe se queria ajuda, ela respondeu logo que estava tudo pronto e que ia dar um mergulho e perguntou-me se queria acompanhá-la… Disse que sim… Já com pensamento de desejo de possuí-la… Se ela deixasse me satisfazer… Pois já estava com tesão nela…
– – – . . . – Entramos na piscina e começamos a brincar… Eu a pegava com muito desejo… Mandava-a sempre para o lado… Dando nela belos tapas na água e sentindo o tesão da sua linda bundinha… E ela sempre fugindo…
– – – . . . – Ela percebeu que eu estava com tesão por ela e percebeu o meu membro muito duro por ela… E de repente perguntou-me se a minha mulher não comia todos os tipos de carne e porque…? Eu vi logo nela segundas intenções e disse-lhe que dava para comer à minha mulher várias vezes ao dia em que ela respondeu que já tinha reparado no volume do meu membro que estava por debaixo do calção…

– – – . . . – Eu a agarrei e a beijei na boca, ela prontamente correspondeu e me disse: “Querido cunhado, há muito tempo que te desejo, mas não tinha coragem para lhe falar isto”… Senti o corpo dela desejoso de am or… Fomos para uma espreguiçadeira que estava junto da piscina, e continuamos nos tocando e fazendo carícias e nos beijando loucamente… Eu vagarosamente fui deslizando as minhas mãos pelas pernas dela e senti toda a sua vulva toda ‘molhadinha’… fui apalpando a sua ‘bucetinha’ linda e molhada…
– – – . . . – Vendo que ela respirava intensa e ofegantemente, tirei o meu membro do calção para fora e ela imediatamente começou a acariciá-lo e fazer massagens bem coordenadas e firmes… Ela se abaixou e com a boca. Ela se abaixou e passou a língua sobre a cabeça, já muito vermelha e tensa… Depois começou a massageá-lo com a boca. Fez uma massagem muito gostosa…

– – – . . . – Lhe perguntei se não haveria algum problema… pois eles poderiam chegar a qualquer momento… Foi quando ela respondeu que o meu cunhado não tinha levado as chaves da casa e por isso teria que tocar a campainha…
– Pensei logo comigo: “Mas que mulher safadinha e gostosa”
– – – . . . – Virei e pedi para que ela abrisse as pernas… Me abaixei e comecei a chupar aquele grelo e a sua bucetinha linda… Passados poucos minutos tive a resposta do meu ato, pois ela estava gozando abundantemente de muito prazer… Não resistindo aos movimentos da minha língua… E percebi logo o quanto ela gozava…

– – – . . . – Sentei-me na espreguiçadeira e ela encaixou a sua bundinha em cima de mim… Senti o meu membro entrar naquela bucetinha linda bem devagar, depois, subitamente penetrei por completo… Ela me pediu para que eu gozasse fora da sua bucetinha… Sentia os seus movimentos… Mexia com precisão… Coordenava as suas pernas com carinho… Fazia movimentos precisos.
– – – . . . – Aí ela deu um breve gemido de gozo… E disse: “Não Pare”… Continuei a dar várias estocadas nela…

– – – . . . – Dei várias bombadas nela. … E Bombeei naquela buceta com gosto, parecendo que ia furá-la de tanto tesão… Percebi, então, o gozo dela… Ela então começou a rebolar em cima do meu membro e gozava com muito prazer… Gritava e gemia com muita vontade e prazer. …
– – – . . . – Aí, Fui, intempestivamente, tirar o meu membro de dentro dela e ela reclamou já que queria gozar mais e mais… Tirei e comecei a gozar em suas pernas e todo meu esperma foi escorrendo pelas suas pernas… Ela sentiu aquele creme quente em suas pernas… Ela tinha me pedido para gozar fora de dentro dela… Atendi seu pedido… Mas, ela percebeu um resquício do leite nela… Ela era muito cuidadosa…

– – – . . . – Ficamos parados e extasiados, trocando várias carícias… Até que tocou a campainha… Eram eles que tinham chegado… Fui correndo para dentro da piscina… Para que eles não percebessem a nossa transa… Ela se vestiu…
– – – . . . – Colocou a parte de baixo do biquíni e foi abrir a porta…
– – – . . . – O meu cunhado perguntou-lhe o porquê de ela estar com o rosto muito vermelho e ela respondeu que era calor que estava dentro da cozinha…
– – – . . . – Ele, a princípio, acreditou…
C. Carlyle Lyra

3202 views

Contos relacionados

UMA PIROCA NEGRA MUITO GOSTOSA. ……

UMA PIROCA NEGRA MUITO GOSTOSA. ...... Personagens desta História. --- Marilene, a sua amiga Luana Priscila e o gostoso negão da loja de recicláveis.  Aquele velho negão catador de...

LER CONTO

MEU ANTIGO AMOR – 3º CAPÍTULO

- - - . . . - MEU ANTIGO AMOR. - - - TERCEIRO CAPÍTULO. ... - . . . – A Minha História. ... Os personagens. ... E o desenrolar da história. ... Podemos classificar como uma história dinâmica...

LER CONTO

Uma mulher balzaquiana magistral

  Tema: Uma mulher balzaquiana magistral ... Personagens desta História: Os nomes são fictícios. Claudio (Personagem Central) – Rosalia (Mãe do meu amigo) – Luiz Fernando (Meu...

LER CONTO

MINHA SOBRINHA – MINHA ‘PUTINHA’ – MINHA SECRETÁRIA MINHA AMANTE – 1ª PARTE

- . . . – TEMA - MINHA SOBRINHA – MINHA ‘PUTINHA’ – E A MINHA SECRETÁRIA MINHA AMANTE. - - - Personagens – Luiza ( Sobrinha) – Antonio Carlos (Tio) e Camila (Tia) - . . . – Os pais...

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 5 + 3 = ?
ContosAdultos.Club - O seu site de Contos Eróticos
Se você gosta de ler contos eróticos ou contos adultos é o site perfeito para você. Aqui você vai ler contos sexuais reais, e o melhor de tudo é que o site é atualizado diariamente.
© 2022 - Contos adultos