website page counter
Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Contos adultos » Contos eróticos verídicos » CHRIS – UMA MENINA MULHER MARCANTE 1º CAPÍTULO – CAPÍTULO Nº 01

CHRIS – UMA MENINA MULHER MARCANTE 1º CAPÍTULO – CAPÍTULO Nº 01

Publicado em maio 20, 2022 por CARLOS A. LYRA

CHRIS – UMA MENINA MULHER MARCANTE

1º CAPÍTULO. – – – CAPÍTULO Nº 001

– – – . . . 1 – UMA TRAJETÓRIA VITORIOSA E MARCANTE. …

1ª Parte – Os Personagens – Chris Fernanda – Filha – Estela – Mãe – C. L. – Marido.

– – – Todos os personagens desta história são pessoas marcantes, expressivas e muito determinadas naquilo que fazem em suas vidas profissionais. … Os três tem uma vida marcada de sucesso e uma trajetória profissional de respeito e caráter. … Dois são militares da ativa e muito bem-conceituados na sua unidade de trabalho e a outra (Estela) é uma Professora universitária.

– – – Chris, é uma menina / mulher, adolescente, de uma alma pura, doce e de um carinho imenso. A sua trajetória é muito marcante e verdadeira. – – – Ela tem uma vida bastante peculiar. … Estuda em um dos melhores colégios do bairro. … Tem uma família bem estruturada e conceituada e é filha única. … Ela é cativante, meiga, sensual e muito carinhosa.  – – – Por ser filha única e os pais professores universitários, teve um crescimento entre livros e mais livros. … Era muito apegada aos pais e seguia as regras de uma boa família. … Sempre focada nos estudos. … Seu círculo de amizade era bastante restrito e seletivo. … Em tudo que passamos e relatamos é real e verdadeiro. … Por serem Professores conceituados em duas Universidades Federais e os personagens principais, militares de alta patente, mudamos os seus nomes verdadeiros em nomes fictícios. …

– – – . . . 1.1. – O CONHECIMENTO DO SEU PRIMEIRO E ÚNICO AMOR. …

2ª Parte – – – O conhecimento do seu primeiro e único amor. – – – Ela estava se tornando uma menina / moça / mulher muito linda e atraente. … A sua morenice a tornava deslumbrante. … Pela postura, pela altura, pelo carisma e simpatia que transmitia e exercia entre colegas, familiares e amigos, sem ser arrogante e muito estudiosa que era. Tem um sorriso cativante. … A sua diversão sempre em companhia dos pais, por educação e por respeito. … O seu crescimento foi muito fiscalizado e orientado pelos pais. … Ela estava se tornando muito atraente, como adolescente e muito sensual como mulher. …

– – – . . . 1.2. – O NOSSO ENCONTRO E O NOSSO CONHECIMENTO . . .

3ª Parte – – – Um encontro e o orgulho de ser uma menina/mulher linda. – – – Nos cruzamos a caminho da sua escola. … Casualmente. … Nós nos vimos a caminho do Colégio e eu a caminho do meu trabalho. … Ela com passos bem rápidos e coordenados e atenta a movimentação ao seu redor e percebi nela um olhar marcante muito objetivo.  – – – Toda sua trajetória foi marcada por vitórias e conquistas por dedicação, competência e esforço próprio. … Tanto no Primeiro, quanto no Segundo Grau. … Sempre disciplinada e estudiosa. Muito meiga e extremamente observadora. – – – Christina caminhava a passos largos para uma trajetória de vida vitoriosa. … Por ser linda, meiga, educada, estudiosa e determinada. … Ela, na época em que a conheci, tinha somente 17 anos. … Já estava finalizando o seu segundo Grau. … Seus pais tinham um imenso orgulho dela, pois era muito participativa em casa. …

– – – . . . 1.3. – O COMEÇO DE UM RELACIONAMENTO AMOROSO DE CARINHO – RESPEITO E CUMPLICIDADE …

4ª Parte – – – Um relacionamento com muito respeito e cumplicidade. – – – Como disse anteriormente, nós nos conhecemos a caminho da sua Escola/Colégio e trabalho. … Eu realizava um trabalho com crianças especiais em uma clínica de Fisioterapia em Bangu na parte da manhã e a tarde em um expediente no Exército e ela estudava em Colégio em Padre Miguel, perto de nossa casa. … Sempre fazíamos o mesmo trajeto. … Durante uma semana mudei o um trajeto e resolvi seguir pelo campo de futebol e a encontrei caminhando sozinha em direção ao Colégio e apressei os passos para poder encontrá-la e consegui encontrá-la nos cumprimentamos carinhosamente e pude observar aquela linda menina/mulher de um corpo lindo e vistoso. – – – Ela muito receptiva e observadora, me viu com mais atenção. … Ela parou em frente ao Colégio e ficou me observando e eu segui em frente. … Percebi que ela me observava atentamente. … Parei e ficamos nos observando. … Ela não entrava no Colégio e eu não conseguia seguir em frente. – – – Por fim, nos demos conta da nossa responsabilidade, ela com as aulas e eu com meu trabalho. … Segui em frente com ela em meus pensamentos. … Foi marcante conhecê-la. … Sentia aquele caminhar em meus pensamentos e imaginando como seria para conquistá-la e tê-la como minha namorada. … eram somente pensamentos. …

– – – . . . 1.4. – O NOSSO RELACIONAMENTO – TRAJETÓRIAS DE UM ENCONTRO AMOROSO DURADOURO …

5ª Parte – – – Essa menina / mulher, não saia dos meus pensamentos. … Eu tinha a minha rotina diária de trabalho ao sair da Clínica, pois tinha que mudar de roupa, já que a tarde eu tinha expediente no quartel, na Vila Militar. Os meus pensamentos estavam nela. … Imaginava poder encontrá-la. … Arrisquei um possível encontro casual. … E para minha surpresa ela estava saindo do Colégio. – – – Ela me viu vindo em sua direção e ficou me observando e parou para me aguardar. … Nos cumprimentamos, dei um leve beijo no rosto e que acabou sendo direcionado para os lábios dela. Me desculpei pelo lapso e ela sorriu e disse que não tinha problema. … Perguntei como foram as aulas e ela disse que foram boas. – – – Fomos m direção as nossas casas e fiquei observando-a entrar em sua casa. … E segui para minha casa e trocar de roupa e segui para o quartel. …

– – – . . . 1.5. – UMA MENINA / MULHER PERSPICAZ E CURIOSA …

6ª Parte – – – Uma menina / mulher linda, observadora e perspicaz. – – – A noite ao chegar do quartel passei em frente a casa dela, eram aproximadamente 19:45 horas e ela estava na varanda. … Eu estava com uniforme branco, que escondia as minhas estrelas de oficial e ela me chama. … Paro e vou cumprimentá-la e ela… Carlos, você é médico e eu falo que não que sou estudante de Fisiologia e Fisioterapia. … E que estava terminando esse ano, também. … Ela muito atenciosa e observadora, linda, meiga, sensual e com os cabelos livres e soltos. … Ficamos conversando por vários minutos e ela me observando atentamente e vê o meu uniforme de militar e digo que é a minha principal atividade e pergunta o que eu faço e eu falo que dou expediente a tarde e as vezes a noite auxiliando os oficiais de dia. … Ela deu um largo sorriso e eu a observei sorrindo alegremente e comentei… “Meu Amor”, esse seu sorriso é muito marcante e significativo. … Ela me segura pelos braços e diz: … “Adorei e amei você desde o momento em que te vi e nos encontramos. Disse a ela que tinha que me apressar para ir embora pois tinha uma outra missão no quartel. … Aí ela pergunta. … ‘Missão no quartel’… Por quê!!. … Eu disse a ela. … Também sou militar

7ª Parte – – – Uma menina/mulher exuberante e linda. – – – Me despedi dela e dei um carinhoso beijo na boca dela e ela retribuiu e ficou me observando seguir o meu caminho. De manhã cedo ao retornar do serviço, eram 07:20, dava tempo para acompanhá-la no Colégio e nos encontramos e a levei até lá. … Ela. … ‘Amor, posso te chamar assim’. … Eu retribuo com beijo na boca dela e disse: … ‘Amor’ você será sempre a minha ‘paixão’. Ela sorriu e nos beijamos na entrada do Colégio e fui em casa trocar de roupa e ir para Clínica e no retorno para casa passei no Colégio e fomos para as nossas casas. – – – Paramos em frente a casa dela e falei. … ‘Amor e minha paixão’, te amo muito, você surgiu na vida como um furacão e vou amá-la sempre. … Dei um beijo bem mais ardente nela e fui para casa trocar de roupa. … Ela me observava atentamente no seu portão e depois entrou para sua casa. …

– – – . . . 1.6.- O COMEÇO DE UM RELACIONAMENTO LINDO E SEGURO …

8ª Parte – – – As minhas atividades e a alegria dela. – – – Em casa, troquei de roupa e segui para Clínica, já que tinha três pacientes para atender e depois seguir direto para o quartel para apresentar os relatórios do meu serviço ao meu Comandante. … No término do expediente da manhã fui ao Colégio de taxi, peguei-a e a levei para casa e ela ficou assustada e apreensiva e perguntou: … ‘Amor’, você está com pressa!! Eu disse… ‘Amor’, tenho uma reunião com o Comandante da Escola para apresentar os relatórios do meu serviço. … Ela entendeu e pedi o taxi para aguardar e a coloquei dentro de casa com segurança e ela me observava com um lindo sorriso no rosto. – – – Antes de seguir, ela me puxa pelo braço e fala: ‘Amor’, te aguarda a noite, tá. E nos beijamos e segui para o Quartel. … Cumpri toda a minha rotina no Quartel e as 19:30 terminei o meu expediente e segui para me encontrar com essa linda morena / mulher. … Eu sempre saio fardado e não fugi da minha rotina diária e segui para casa dela. Houve uma demora dos ônibus, pois eles estavam passando muito lotados e somente as 20:30 consegui chegar na casa dela. …

9ª Parte – – – O Início das provas. – – – Ela me vê chegando próximo ao portão e saí ao meu encontro e me abraça, beija, me acaricia e fala: … ‘Amor’ houve algum problema no quartel e falo que não. … Os ônibus estavam passando muito lotados. Ela sorriu e ficou muito feliz comigo. … Ela me olha, me observa e abre um lindo sorriso e comenta: … ‘Amor’, adorei a sua farda. … Está muito charmoso e lindo. Dei um beijo nela, na entrada do portão, e ela retribui da mesma forma e os pais dela logo m seguida aparecem e ficam observando-nos nos beijando. … Os pais dela me vê fardado, mas não observa a minha patente e pede para que a Chris Fernanda entre para jantar, já que ela estava em período de provas e teria que estudar mais um pouco. … Eu disse: … ‘Amor’, não quero te atrapalhar, segue o conselho dos seus pais e vai jantar e ainda tem que estudar mais um pouco para as suas provas, Ok.

– – – . . . 1.7. – UM JANTAR DE APROXIMAÇÃO E CONHECIMENTO …

10ª Parte – – – Um agradável jantar de aproximação – conhecimento e um pedido. – – – Ela me observa e fala: …’Amor’, vem jantar comigo e com os meus pais. … Eu a observo e vejo um brilho estonteante em seu olhar e brilhava e falava comigo com o seu lindo olhar. … Os pais dela se aproximam e me vê fardado e falam: … Carlos, seja bem-vindo e venha jantar conosco. … a Chris já me falou de você. … Ela comentou do seu amor e carinho e do amor que ela tem por você também. … Dei um abraço nela, por trás e pude sentir de imediato aquela gostosa bundinha dela e ela retribuiu esse carinho e ela pode sentir o membro que será sempre dela. … Ela muito meiga, carinhosa e atenciosa. E falei com ela: … ‘Amor’ você já comentou sobre nós dois com seus pais!!!. … Ela me olhou com muito carinho e falou: … ‘Sim’, Amor, fiz mal, já que disse para eles que encontrei um homem muito carinhoso, atencioso e meigo e que me ama muito. … Entramos e fomos jantar. … Ela muito atenciosa e foi me servindo. … E os pais observando aquele carinho dela comigo. … Eles, observam e comentam. … Carlos, neste espaço curto de tempo a Chris nos falou muito de ti, do seu carinho, da sua atenção, da sua preocupação com a segurança, e dos estudos dela. … Ficamos preocupados, sim, mas felizes, apesar de vocês estarem namorando e se conhecendo em um período muito curto, você mexeu com a dinâmica de vida dela e com o ego e a cabecinha dela. … O pensamento dela está muito voltado para você, para o seu trabalho e as suas atividades no quartel. … Senti uma segurança nela em relação a você e isto nos tranquilizou. … Você é muito bem-vindo nesta casa e a nossa filha será toda sua, como namorada, noiva e com certeza esposa. seja bem-vindo e os três me deram um abraço bem afetuoso. E pedi autorização para tê-la como minha namorada, noiva e futuramente esposa. … E os pais sorriram de felicidade. … Estou terminando a minha faculdade de Fisioterapia, de manhã trabalho em uma clínica e a tarde dou expediente no Exército … Do qual me orgulho muito …

– – – – . . . . – 1.10 – UMA LINDA MULHER EM FORMA DE MENINA/MOÇA. – – –

11ª Parte – – – A formosura de uma linda mulher/menina na sua plenitude e juventude. – – – Tudo transcorria bem e os pais, criteriosos e cautelosos, por ser a única filha e ela por ser muito carinhosa e receptiva com todos e eles tinham um cuidado muito rigoroso com ela. – – –

12ª Parte – – – O início de uma relação muito gratificante. – – – A nossa relação começou de forma muito proveitosa e com um carinho extremo. – – – Tudo conspirava a nosso favor e a nossa relação, neste curto espaço de tempo, tornara-se mais intima. – – – Os pais a observavam com muito carinho e atenção. – – – Os estudos dela eram bem monitorados e os horários bem controlados. – – – Com a nossa relação tudo mudou e ela ficou mais tempo dedicado a ela. – – – A sua vida de mulher/menina que era. – – – Ficávamos mais grudados um ao outro. – – – Tanto nos estudos, quanto nos afazeres de casa. – – – Mas eu a observava em todos os detalhes dela e ela me observava atentamente, também. – – – Fomos nos tornando mais íntimos. – – – Sentia aquela carne lisa e bem raspada em mim e ela sentia aquele membro tocar aquela linda e formosa bucetinha dela. – – – Ela, como minha namorada, não rejeitava e sentia nela um desejo intenso.

13ª Parte. – – – A percepção de uma linda mulher/menina como namorada e noiva. – – – Percebia que estava diante da minha futura noiva e esposa. – – – Sentia as suas carícias e a sua forma de ação de menina/mulher linda, formosa e tesuda. – – – Ela me sentia e permitia que eu o colocasse inteiro entre as suas coxas. – – – Via nela o brilho dos seus olhos e a forma como carinhosamente o alisava e o colocava em suas mãos. – – – Mas tinha medo de ser penetrada e possuída. – – – Os pais percebiam a forma extasiante da filha e sempre estava próximo de nós. – – – Nós nos controlávamos ao máximo e teve uma semana que não aguentamos e gozamos um no outro. … Ela sentiu o calor do leite e perguntou: ‘Amor’, você gozou em mim e eu gozei em você. – – – Você sentiu!!!. … Eu disse que sim e ela sorriu. – – – Ficamos separados por alguns minutos para diminuir a tensão do tesão que sentíamos. – – –

14ª Parte – – – A arrumação da nossa cama. – – – Ela já tinha m seu quarto uma cama de casal, como sempre foi desejo dela. – – – Estávamos terminando os nossos estudos e os pais falam para ela arrumar a cama dela e já se passavam das 01:00 hora da manhã e a mãe da uma-noite. – – – Só fez um alerta: “Filha’, cuidado, tá!!!. … E se comportem!!!. – – – Ela guardou e arrumou todo seu material do Colégio e fomos tomar banho. … Ela nua, linda, gostosa, meiga, sensual e tesuda. … Vislumbrei aquela obra-prima de Deus a minha frente e quando ela me viu, deu um sorriso entre espanto e gratidão. Tomamos banho e fomos dormir. … Ela: … ‘Amor’, você será o meu primeiro homem e vai me fazer ‘mulher’. … Quero muito esse momento sublime, tá. … A beijei ardentemente e ela me beijava com muito tesão e falou: … ‘Amor’, já está tarde e daqui a pouco teremos muita coisa para fazer, já que são 02:30 da manhã e teremos pouco tempo para descansar. Vamos deixar para mais tarde, já que você é o meu ‘marido’ mesmo. … Sorrimos e nos beijamos e fomos dormir bem agarrados. … Às 06:45 a mãe dela bate no quarto para nos acordar e a Chris já tinha se levantado e me chama para tomarmos banho juntos. … Foi um banho com muito tesão, senti aquele corpo em minhas mãos e nos meus braços. … Seios, braços, uma barriguinha sarada de exercícios físicos praticados no Colégio, uma coxa bem torneada, uma bucetinha lindamente raspada e uma linda bundinha, linda e perfeita.Nos vestimos e fomos para cozinha e a mãe comenta: … ‘Filhos’, vocês não fizeram ‘Amor’ ou fizeram!! Nós dissemos que não, pois era muito tarde e a Chris me aconselhou descansarmos mais, já que teremos um final de semana bem longo. …

– – – – . . . . – 1.12. – UMA MENINA / MOÇA SENSUALÍSSIMA. … UMA MULHER SUPER TESUDA. – – –

15ª Parte – – – Uma menina / mulher, linda, sensual, fogosa e muito inteligente. – – – Retornamos das nossas atividades, ela no colégio e eu na clínica. – – – Fui ao encontro dela no colégio e fomos para sua casa. – – – Ela estava linda no seu uniforme de educação física, com uma calça bem colante ao corpo e delineava os seus lindos seios e a formosura da sua vistosa e charmosa bucetinha. – – – Chegamos na sua casa e ela me abraça e fala: ‘Amor’, essa casa não é só minha e sua também. … Acariciei os seios dela e ela vibrou intensamente e falou: … “Amor’, meus pais vão chegar daqui a pouco. … Vamos deixar para mais tarde quando você vier do quartel. … Eu concordei com ela, mas o nosso tesão era imenso. … Tanto a ‘piroca’, quanto a buceta dela fervilhavam de tesão. … Mas nos controlamos. … E logo em seguida os pais dela chegam e tentei me despedir, mas eles não deixaram e mandaram almoçar com eles. …

16ª Parte – – – Um almoço e um pedido. – – – Durante o almoço fiz um pedido informal aos pais dela e eles, curiosos, perguntaram. … Sim, Meu Caro: Nós dissemos: Vamos nos casar, queremos a autorização de vocês. Eles ficaram admirados com a rapidez do pedido. – – – Terminamos o almoço e a Chris foi pegar o meu uniforme e falou: ‘Amor’, está lavado e passado. – – – Fiquei admirado e surpreso com a atitude dela. – – – Agradeci e dei um beijo nela. – – – Me vesti e segui para o quartel e ela: ‘Amor’ te espero a noite. – – – O meu expediente se encerrava sempre as 19 horas e eu seguia sempre para a minha casa. – – – Passei a mudar a minha rotina de vida. – – – Falei com os meus pais da Chris e eles adoraram a ideia do namoro e noivado com a Chris.

17ª Parte – – – Uma noiva atenta e observadora em todos os detalhes. – – – Cheguei em casa eram 19:30 horas e ela me aguardava no portão de casa. – – – Ela veio me recepcionar muito linda, meiga e amorosa. … Estava em um lindo short cinza, bem sensual, charmoso e delineava a sua linda bundinha. … A blusa bem colante ao corpo e deixava os seus seios e os biquinhos bem sensuais e pareciam querer furar a blusa. … Ela já tinha preparado boa parte do jantar e demonstrava as suas habilidades de mestre de cozinha. … Ficamos conversando na varanda e ela curiosa perguntando sobre as minhas atividades no quartel. … Fiz um relatório minucioso para ela e ela estava adorando como eu passava o meu relatório a ela. … Em meia hora os pais dela me convida para jantar com eles e falam: ‘Meus Filhos’, esse jantar e uma comemoração e dedicado a vocês dois, ok. … Seja bem-vindo a casa da sua futura esposa, ok. … E fomos brindar e jantar com um delicioso vinho tinto e branco. …

18ª Parte – – – Um Jantar muito amoroso e especial. – – – Chris me abraçou e falou com os pais: … Vamos nos casar em outubro. … Chris sentou-se em meu colo e ela o tempo me acariciando e os pais foram para cozinha lavar a louça do jantar. … E ela: ‘Amor’, parece uma pedra. … Está te machucando, neh!!!. … Eu disse que sim e ela complementa: “Amor”, minha buceta está fervilhando de tesão, amor e desejo. – – – Fomos para a varanda e ela: … ‘Amor’, deixa eu afrouxar a minha bermuda e você o deixa dentro de mim nas coxas e a gente goza um pouco, vamos fazer isso, vai. … Coloquei-o em suas pernas e ela o deixou roçando entre a sua bucetinha e a sua bundinha e logo em seguida gozei muito forte nela e ela sentiu o calor do leite na sua bucetinha. … Ela sorriu e falou: ‘Amor’ que alívio e que gozo muito gostoso. E logo em seguida a mãe dela vai até a varanda e fala: ‘Filha’, cuidado. … E fomos para sala aliviados e sorridentes e ela toda melada. … E fomos ao banheiro se lavar. …

19ª Parte – – – Uma Mãe muito carinhosa, meiga e, também, tesuda. – – – Foi um jantar muito familiar, agradável e chio de carinho de todas as partes. … A mãe cobrindo a filha de carinho, amor, atenção e conselhos, já que é professora e mulher experiente. – – – Percebi uma mulher muito tesuda e formosa. … Ela disse que a Chris a partir de amanhã teria novas missões e outras tarefas e um novo aprendizado. … Ela, muito curiosa que é, pergunta: … Mas, que aprendizado é esse!!!. … E a mãe fala: … ‘Filha’, você agora terá que administrar o teu lar, as finanças e o teu marido e homem, como esposa que é!!!. … Agora, você é uma mulher casada e tem que aprender a administrar as finanças do seu lar, não é mesmo. … O pai ouve tudo e concorda com a esposa e comenta: … ‘Filha’ você é muito inteligente e saberá administrar com perfeição e em seguida me dá um longo beijo. … E diz para mãe: … Mas, esse lar é de vocês!! Ela, a mãe: … Não, é seu e você saberá administrá-lo com perfeição e dá um abraço na filha. … Ela posicionou o membro entre as coxas enquanto jantávamos e a mãe percebeu, mas não comentou nada. … Jantamos com muito carinho e o pai dela foi para o quarto e a mãe comenta com ela: … ‘Filha’ percebi você ajeitando-o entre as suas pernas, ainda bem que seu pai não viu. … Vou acompanhar o seu pai e cuide bem do seu ‘maridinho’, Ok.

C O N T I N U A . . . . . .

6379 views

Contos relacionados

Descobrindo Uma Nova Mulher

Lembrando que essa é uma história verídica. Tenho 45 anos, sou baixinha, loira, magra, seios médios e dona de uma bunda um tanto grande rsrs... Eu era casada e a 23 anos sempre na minha vidinha...

LER CONTO

TRAI MEU MARIDO COM O MOTOBOY

Oií Meu Nome é Ana 22 aninhos, Sou do RJ , tenho 1,65 tenho um corpo bem Desejável, Pele Branca, cabelos compridos cacheados, Tenho um Sorriso bem excitante..  mas vamos lá. Sou Casada...

LER CONTO

A primeira vez que minha namorada engoliu esperma

Meu nome é Daniel eu na época de adolescente namorava uma garota linda loira bunda e seios grandes muito gostosa... ela se chama Carolina foi minha primeira namorada ... quando começamos a namorar...

LER CONTO

Masturbaçao no trabalho

Bom, esse é meu 1º conto... Espero que gostem !!! Me chamo Carol (Segundo nome), tenho 27, 1,64, 85 kilos, não sou a “mulher perfeita”, já estive mais gordinha, emagreci um pouco mais ainda...

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 2 + 3 = ?
ContosAdultos.Club - O seu site de Contos Eróticos
Se você gosta de ler contos eróticos ou contos adultos é o site perfeito para você. Aqui você vai ler contos sexuais reais, e o melhor de tudo é que o site é atualizado diariamente.
© 2022 - Contos adultos