Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Contos adultos » Contos eróticos verídicos » Angela – 9º Capítulo – Uma relação de muito amor e carinho…

Angela – 9º Capítulo – Uma relação de muito amor e carinho…

Publicado em junho 23, 2022 por CARLOS A. LYRA

Tema: Angela – A minha Linda Professora.

Introdução – 9º Capítulo – Uma relação de muito amor e carinho…

Personagens – Carlos e Ângela – Ele Fisioterapeuta e ela Terapeuta Ocupacional e Professora.

– . . . – No Capítulo anterior fomos flagrados discretamente pela filha e ela ficou extasiada quando percebeu o tamanho da ‘vara’.

Continua depois da publicidade
 

– . . . – Capítulo nº 33 – O espanto e a surpresa da filha. – – – Depois do susto da Angel com aquela leve parada cardíaca e a recobrada dos sentidos, não demos conta da filha que logo entra no quarto depois de tê-la ‘metido’ no ‘cuzinho’ dela e ela linda, nua e toda melada, fica surpresa com a presença da filha em nosso quarto. … Ela me olhava fixamente e principalmente boquiaberta em relação a ‘torah’. … A mãe pede para que ela saía do quarto que iremos tomar banho. … Ela saiu do quarto e deu um leve sorriso. … Ou de felicidade ou de espanto. … Fomos para o banho. …

Ela. … Amor, percebi o espanto da Hellen!!!

Continua depois da publicidade
 

Eu falei. … Sim, Amor, ela me olhava fixamente e os olhares eram para a ‘vara’.

Ela. … ‘Amor’, essa ‘vara’ é só minha. Não quero dividir com ninguém. …

Eu. … Ela será sempre só tua. … E essa gostosa será sempre minha.

Ela. … Amor, te amo muito. …

Terminamos o banho e fomos nos vestir para o trabalho. … Ela no MEC e eu na Defesa. … Ela, Angel, levou a filha com ela para ela se familiarizar com o trabalho que ela irá executar no Rio, como voluntária. …

A tarde fui buscá-las aproximadamente ás 15 horas e as duas estavam me esperando na entrada do Ministério e seguimos para casa. … Em casa a minha preocupação era com a saúde da Angel. … Por estarmos em uma cidade acima do nível do mar e ela está mais acostumada com cidades que tem praia e mar. … Talvez ela tenha sentido o impacto. … Era u período de final de secura. … Pois se aproximava dezembro. …

Capítulo nº 34 – Estava um período de chuvas em Brasília e achamos por bem passearmos em um shopping e jantar nele. … Estava um tempo frio e chuvoso, mas bem agradável. … As duas sempre elogiando a arquitetura da cidade. … Realmente a ideia de transferir a capital do Rio para o Centro Oeste foi magistral de J. K. Por ser pequena a cidade e os locais que visitávamos, a nossa locomoção era rápida. … Ficamos passeando em um Shopping perto da antiga rodoviário, hoje terminal exclusivo de ônibus locais. …

Jantamos e a Angel e a Hellen ficaram vendo as lojas e fizeram pequenas compras. … Às 20 horas fomos para casa e a Angel estava maravilhosamente linda. … Percebi isso depois de um dia estafante de trabalho. … Ela muito sorridente e feliz. …

– . . . – Na chegada em casa ela me mostra os presentes comprados e fica muito feliz com os elogios feitos a ela e a filha. … Hellen foi para o quarto dela experimentar as blusas e os biquinis que a mãe comprou e a Angel foi mudar de roupa e, também experimentar as roupas que comprou para ela. …

– . . . – Percebi o ar de felicidade das duas e o carinho delas. …

Capítulo nº 35 – Fiz um exame detalhado na Angel e senti uma pequena alteração da P. A. dela e mesmo que ela desejasse fazer ‘amor’ eu desaconselharia. … Percebi esse desejo dela e ela estava muito carinhosa e meiga e foi me acariciando e senti ela pulsando forte e com uma respiração bem acelerada. …

– . . . – Ela estava lindamente nua e sexy. … Pensei em fazer um ‘amor’ gostoso com ela, mas a saúde dela em primeiro lugar. … Fui no quarto da Hellen, ela estava somente de biquini, apesar do frio, mas ela estava acostumada e pedi para se vestir que nos iremos dar um passeio. … Ao retornar ao quarto encontro a Angel deitada e com baixa respiração e fui fazendo novamente massagens cardíacas nela. …

Hellen já estava vestida e colocamos uma calça e uma blusa na Angel e seguimos para o H F A. … Um Coronel amigo meu estava de plantão e com a vantagem de ser cardiologista. … Ele me avista e vem ao meu encontro e me cumprimenta e fala: … Cel. o que houve com a sua esposa!!. Eu disse que era o segundo desmaio dela em menos de dois dias e isso é preocupante. … Colocaram ela no soro e ficamos aguardando a definição do Cel. Fernandes. … Colega de U F R J. …

– . . . – Hellen estava muito abraçada a mim e pude sentir aquele tesão de mulher roçando a minha coxa. … Ela sentiu o volume entre as suas pernas e encoxou mais ainda aquelas lindas pernas brancas em mim. …

– . . . – Ficamos assim por algumas horas e depois a Angel foi transferida para fazer um E C G. … Meia hora depois veio o resultado. … Ele tem uma disfunção cardíaca grave e precisa de um acompanhamento cardiovascular sério. … Eu e o Fernandes ficamos conversando e ele mandou agendar uma consulta com um colega nosso que é especialista nesta área. …

– . . . – Ela foi liberada e já apresentava um bom estado e fomos para casa pois já passava das 01 hora da manhã. …

– . . . – Capítulo nº 36 – O calor da bucetinha da mãe e da filha. …

– . . . – Chegamos em casa a Angela e a Hellen me abraçam e diz:

– . . . – Ela. … Angela. … Amor, obrigado por me proteger. … Você é o meu protetor sempre. … Te amo muito, muito mesmo. E me deu um beijo na boca. …

– . . . – Hellen se aproxima de mim, me abraça e diz: … Te amo muito, você sempre salvando a vida da minha mãe. … Ficamos abraçados por alguns minutos e ela encosta com mais vigor aquela formosa buceta dela em minha piroca e que vai dando o ar da graça dela. …

– . . . – Levamos a Angela para o quarto, devido os remédios ela adormeceu logo e a Hellen aguardou a mãe dormir e foi tirando a roupa dela e colocou uma camisola nela. … Ela, Hellen, foi no quarto dela trouxe uma camisola para dormir conosco por medida de precaução. … Hellen foi ao banheiro trocar de roupa e voltou linda, sensual e tesuda em uma camisola sensualíssima e sem calcinha. …

São duas mulheres lindas e super sensuais. … Mas a Angela e a minha esposa e não posso pensar em fazer uma traição, isso nunca. … Mesmo a Hellen se sensualizando perante a mim. … Ficamos no quarto conversando. … Hellen falando dos projetos de estudos dela e agora preocupada com a saúde da mãe.

– . . . – Estávamos em constante vigília com a Ângela e ela dormia bem. … A respiração dela sendo normalizada e os batimentos cardíacos estabilizados. … Hellen deitou-se ao lado da mãe e eu fui para o sofá que tem no quarto. … Mas Hellen me puxou para cama e disse: … Quero você ao nosso lado, afinal você é tudo para nós. … E me agarrou na cintura e fomos deitar lado a lado. … Hellen adormeceu e eu me senti mais aliviado. … Mas sentia que ela segurava a vara com muito carinho e a colocava entre as suas coxas. … E travava entre as suas coxas e a bucetinha dela. …

– . . . – Angela dormia bem e em um dado momento percebi que a Hellen tentava colocar a ‘torah’ dentro dela e abria as pernas delicadamente para facilitar a entrada na bucetinha dela. … Ela não estava conseguindo, mas em uma posição na cama ela coloca uma das pernas sobre mim e aí sim enfia a cabeça na buceta dela. … Ela vibra e me aperta. … Em outro gesto ela abre mais as pernas e encaixa ele todo dentro dela. … E fica em um pisca pisca entre a buceta e a piroca já toda dentro dela. … Ela fazia movimentos bem suaves para que a mãe não percebesse e eu fui aceitando essa situação. …

– . . . – De repente eu sinto um calor imenso na minha vara e percebo o líquido dela escorrendo nas minhas pernas e ela vira o pescoço e diz baixinho: ‘Amor’, gozei em você e agora goza em mim. … Em italiana. … As duas falam a língua italiana fluentemente. …

Ela mexia, remexia, apertava a piroca dentro dela e logo falei. … Hellen, não deu tempo e gozei dentro dela. … Ela vibrava com o leite dentro dela com muito gosto. … Ela pegou uma toalha e colocou entre as pernas para o leite não sair dela e fomos dormir. …

Capítulo nº 37 – O calor da Bucetinha da mãe. …

Eu estava sem sono depois dessa investida da Hellen e acabei ficando sem sono, enquanto a Hellen dormia maravilhosamente linda com a toalha entre as pernas. … Ela estava bem aquecida já que tínhamos comprado um cobertor para proteger as duas do frio de Brasília a noite. …

Fiquei acariciando e alisando a Angela e aos poucos ela foi acordando e percebe a filha do lado e me pede para colocá-la na cama dela. … Coloquei-a no colo e a levei para cama dela. … Tive o cuidado de deixar a toalha bem acondicionada e ela continuou dormindo. …

– . . . – Voltei para o meu e encontrei a Angela passando um creme na bucetinha dela e um outro na bundinha dela e falou. … Amor, você me deseja primeiro onde. … E ela mesmo falou. … Amor, me desculpe esse transtorno. … Mas, vem em cima de mim na minha buceta. … Fui rapidamente no banheiro, me lavei e voltei para cama e Angela já estava aberta para ser penetrada e fui entrando nela com muito carinho e cuidado devido ao desgaste emocional dela. … E ela foi absorvendo centímetro por centímetro a sua amada piroca naquela buceta deliciosa de quente. … Fiz vários movimentos delicados de vai e vem nela e ela vibrando de tesão e logo ela despeja uma boa dose deleite na ‘torah’ dela. … E vibra intensamente. …

– . . . – Todos os movimentos vibratórios, toda sua ação de amor eu estava sendo bem cuidadoso. … Ela estava linda e amavelmente gulosa. … Os seus gestos, vibrações, olhares eu procurava monitorar de forma que ela não percebesse e a cada estocada que eu dava nela eu sentia nela o retorno daquela mulher vibrante e tesuda que é. … Fiquei meia hora excitando e exercitando a libido dela e ela vibrava intensamente e com muito amor.

– . . . – Ela gozou várias vezes e vibrava e dizia: Amour, Amour, Amour, délice d’Amour que tu es.  Amor, Amor, Amor, delíciiiiiaaa de Amor que você é. … Sempre em francês ou em italiano, duas línguas mestres do seu doutorado. …

– . . . – Ela deu uma relaxada, suspirou gostosamente e me beijou ardentemente. E ela. … Amor, vamos ficar em casa hoje. … Como está o seu trabalho hoje. …

– . . . – Eu disse que tenho que assinar alguns documentos lá na Defesa e não demorarei. …

– . . . – Ela. … Amor, vou fazer um almoço especial para nós e a Hellen me ajuda. OK.

– . . . – Eu disse: … Ok, Meu Amor, você é a minha Comandante.

– . . . – Fomos tomar banho e senti ela muito sedenta e amorosa. … Nós não resistimos embaixo do chuveiro e dei duas pirocadas nela com muito tesão e ela correspondeu de imediato gozando intensamente naquela piroca que ela ama intensamente. …

– . . . – Terminamos o banho fui me vestir e a Hellen entra no quarto para fazer companhia a mãe e me dá um beijo bem carinhoso e pergunta!. … Você vai para o quartel hoje. … Eu disse: … Não, Minha Filha e no Ministério. … Ela, a filha, ah! Pai pensei que fosse quartel. … E nós sorrimos divertidamente.

 

C O N T I N U A …

No próximo Capítulo – Uma cirurgia para correção de uma válvula cardíaca na Angel. … E o desejo da Hellen em ser novamente ‘pirocada’. …

C.  Carlyle  Lyra // A.  B. // H.  B.

 

 

348 views

Contos relacionados

Apaixonado pelo melhor amigo (Primeira parte)

Eu tinha 17 anos no ano de 2001. Um ano antes, tinha terminado o ensino médio e agora me preparava para o vestibular. Queria muito passar e me mudar daquela cidade. Já não fazia mais sentido...

LER CONTO

Princesinha punheteira

Olá meus amores, Thay aqui. Espero que tenham gostado do meu primeiro relato. Essa é a continuação direta do que aconteceu naquele dia, se você não leu, leia. Aqui está: Depois de punhetar o...

LER CONTO

Paciente novinho me levou na Lábia

Oi genteee, voltei! Não ia nem escrever esses dias, tinha uma história boa pra contar pra vcs lá do asilo, mas aconteceu uma coisa que tenho que compartilhar com Vcs. Bom, não vou me descrever...

LER CONTO

Meu taxista me comeu – PARTE 1

Olá, vou relatar para vocês algo que me aconteceu há alguns anos. Para manter a privacidade dos envolvidos, usarei nomes e endereços falsos. Me chamo Carol (nome fictício). Atualmente tenho 18...

LER CONTO

Dando pro coroa do Tinder

De: Elisa DANDO PRO COROA DO TINDER Sou Elisa ( nome fictício) Tenho 16 anos, cabelo preto ondulado, olhos pretos, alta, 70kg, seios pequenos. Sou totalmente fora dos padrões (não gosto de...

LER CONTO

Perdi minha virgindade no pique esconde

Perdi minha virgindade no pique esconde. Meu nome é Karen, tinha acabado de fazer 14 anos, morena, cabelos enrolados, olhos cor de mel, meu corpo se desenvolveu rápido em comparação com as...

LER CONTO

Dia mágico

Dia normal... Me dirigia a minha aula de yôga como sempre as quartas no começo da noite, quando avisto uma mulher estonteante caminhando pela calçada tranquilamente. Uma verdadeira Deusa do ébano...

LER CONTO

CHRIS – UMA MENINA MULHER MARCANTE 11º CAPÍTULO – CAPÍTULO Nº 11

CHRIS – UMA MENINA MULHER MARCANTE 11º CAPÍTULO. - - - CAPÍTULO Nº 11 Capítulo Anterior: Os personagens, os relatos e o histórico real de uma vida vitoriosa. ... - - -...

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 3 + 5 = ?

Se você gosta de ler contos eróticos o contos adultos é o site perfeito para você. Aqui você vai ler contos sexuais reais, e o melhor de tudo é que o site é atualizado diariamente.

© 2022 - Contos adultos