website page counter
Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Contos adultos » Contos de fetiche » A empregada milf rabuda liberou

A empregada milf rabuda liberou

Publicado em agosto 3, 2022 por Pedro

A empregada da minha casa tem uns 40 anos, menos que isso, loira, baixinha e bem fofinha e gostosa, tem peitos grandes e bunda grande, não tinha muito interesse nem tesão nela, embora gostasse do seu rosto (meio fofo meio safado) e seu rabo gigante.

Explicando primeiro que o banheiro ficava em frente ao meu quarto, então eu sempre saia pelado para tomar banho, ocasionalmente ela me via indo ou vindo pelado, ela nunca comentou nada sobre, mas um dia ela entrou no meu quarto sem bater e eu estava só de cueca, sentado na cama e mexendo no celular, ela perguntou se podia limpar ou se eu estava ocupado, eu disse que só ia me vestir mas deu preguiça e ela poderia limpar, volta e meia ela olhava pra mim, percebi e ela deu um sorrisinho.

Continua depois da publicidade
 

No outro dia qnd fui tomar banho a toalha não estava no banheiro, ela tinha tirado para lavar, pedi ela outra, qnd trouxe ela falou ” pensei que ia sair molhado mesmo, para pegar a toalha, iria molhar a casa toda, mas eu limparia numa boa”, sabia que ela estava querendo algo mais eu só consegui sorrir e sai de trás da porta para pegar a toalha fazendo ela ver meu pau, ela ficou parada com um sorrisinho no rosto, olhei pra ela, ela virou falando, “Ah tá tenho que trabalhar, embora queira ficar aqui, tenho que ir, mas se quiser mais alguma coisa viu, tô aqui” com sorriso bem safado e olhos diretamente no meu pau.

Naquela tarde, estávamos sozinho, ela tomou banho e saiu totalmente nua, nesse momento eu sair do quarto, cheguei na porta da varanda ela estava estendendo a toalha e tirando umas roupas dela, ela me viu e eu disse ” você estar assim, por aqui?” ( Do lado da varanda tinham um apartamento, que pelo menos 3 quartos davam pra ver diretamente a varanda), ela se virou, sua buceta estava lisinha, seu peito era um dos mais bonito que já vi, fiquei de pau duro na hora, ela falou, “ora vc sai assim direto, eu não tenho quarto”.

Continua depois da publicidade
 

Eu disse”se quiser se arrumar no meu quarto, pode ir, não me importo ” ela vestiu uma calcinha preta,  falando “acho que vou ficar só assim hj, perfeito pra fazer uma boa faxina no seu quarto”, depois pegou outra calcinha, essa era de renda, qse transparente, me perguntando qual eu preferia, tirou a preta e botou a outra, eu “essa é melhor”, ela ” melhor né, da pra ver melhor né”.

Ela me deu a calcinha preta, tinha molhado e estava com cheirinho de sua buceta, ela “gostou de como estar?” Eu:”com certeza”, ela me puxou e botou minha mão na sua buceta, estava bem molhadinha, eu esfregava, pegando na sua bunda e passando a língua no seu peito, ela perguntando se tava bom, me beijou e falou, vamos para seu quarto fazer uma brincadeirinha, fomos e la ela me mostrou que seu rostinho era fofo mas ela era bem safadinha e que trabalhava muito bem com seu corpo gostoso.

Pegou meu pau com vontade, batia na cara, chupava bem, se lambuzava toda e mordia os lábios, se deitou de frente, bateu meu pau e esfregou na sua buceta, antes de enfiar, chupei ela já que estava muito molhadinha, enfiei nela e fui beijando, comendo bem gostoso, gozei nos seus peitos, depois peguei ela de 4, naquele dia fiquei impressionado com todo seu talento e ela tbm ficou bem satisfeita, óbvio que continuamos sempre que dava certo e esse caso ainda acontece, já faz um tempo e ninguém ainda descobriu

14659 views

Contos relacionados

Meu primeiro menage

Oi, meu nome é Alice e vou contar como foi minha primeira experiência de ménage. Sou baixinha, 1,60, um pouco gordinha mas bem gostosa, meu marido alto, 1,90, magro e corpo escultural, ambos...

LER CONTO

Foda na praia com minha namorada gostosa

Eai gente, tudo bem?! Meu nome é João, moro em Natal e hoje vou contar para vocês como foi o dia em que eu dei uma foda na praia com minha namorada. Era sábado, minha namorada estava de...

LER CONTO

A Princesa do Sexo Oral

Já dizia o ditado: Quem tem boca, vai à Roma. A minha não me levou à Roma, mas há lugares muito mais interessantes. Primeiro ano do ensino médio. Tinha 16 anos. Era uma garota extrovertida,...

LER CONTO

Primeira noite com João – Throat Fuck

Meia hora atrás estávamos num barzinho, pertinho de casa, de esquina, numa roda de amigos. Conversando sobre a vida e rindo das nossas próprias bobagens. Um amigo, Marcelo, que é gay, reclamava...

LER CONTO

Carol minha filha agora na suruba parte3

Eu descobri toda minha fraqueza perto daquele cara que percebeu o quanto eu era tão passivo fraco e covarde, então ele tomou conta da minha casa da minha filha se apossando de tudo que eu tinha na...

LER CONTO

Trepando com 2 vizinhos e o corno olhando

Olà eu sou karen 19 anos casada com o cara dos meus sonhos, me faz muito feliz e realiza todas as minhas fantasia e eu as dele,não nos rotulamos e nem temos limites quando o assunto é sexo/prazer. ...

LER CONTO

Voyeur da filha

Eu estava perplexo, com as cenas que iam se desenrolando, a poucos metros de distância do local onde eu estava escondido. Carol minha filha tem apenas dezesseis anos,  sempre eu a vi como uma...

LER CONTO

Lembranças de um velho voyeur parte2

Eu sentia, um medo enorme, de um dia ser descoberto, e por vinte anos o consegui, mas para  isto mantinha a maior discrição possível, disfarçando  máximo que conseguia, mas minha tara por...

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 4 + 3 = ?

Se você gosta de ler contos eróticos o contos adultos é o site perfeito para você. Aqui você vai ler contos sexuais reais, e o melhor de tudo é que o site é atualizado diariamente.

© 2022 - Contos adultos