website page counter
Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Contos adultos » Contos de fetiche » A dentista e seu paciente…

A dentista e seu paciente…

Publicado em fevereiro 16, 2022 por julia Guedes

A dentista e seu paciente…

Sou aquariana com ascendência em libra me chamam de Milena, tenho 1,68 de altura, sou morena clara, cabelos lisos na cor preta na altura do ombro, tenho seios e bunda proporcional ao meu corpo e olhos castanhos. Dizem que sou misteriosa e ao ouvir isso pela primeira vez, não concordei com tal afirmação, vindo a perceber ser verdadeira alguns meses depois.

 

Descobri com o tempo através de um paciente de um procedimento, eu ser atrativa, irreverente e explosiva em poucas conversas ele me decifrou até melhor do que como me imaginava ser.

Sou muito ligada à família, mesmo estando morando em uma cidade diferente da que minhas duas irmãs mais novas moram. Sou muito emotiva, procuro me recolher para dentro de mim mesma quando me magoam, saindo apenas depois de receber um pedido de perdão, outra coisa que não havia percebido em mim é que costumo exagerar nos meus cuidados correndo o risco de sufocar as pessoas que amo. Sejam nos relacionamentos amorosos ou mesmo nos de amizade.

Tal diagnóstico me foi dado por um paciente que conheci há pouco tempo, passamos a ter um contato virtual maior quando indiquei minha professora pra realizar o seu implante. Durante nossas comunicações por mensagens de texto, passamos a ter uma grande afinidade, em uma de nossas conversas.

Durante nossos diálogos ele vai aos poucos me elogiando profissionalmente e estrategicamente raras vezes exalta meu corpo e de que havia tido a impressão, de que além de linda eu passava uma timidez ou insegurança.

E com o passar dos dias fui me habituando a falar com ele durante a semana, geralmente após finalizar os procedimentos dentários dos meus pacientes e a cada conversa nossa ele ia desarmando os meus escudos e a cada desarme me envolvia sem que eu percebesse, até que durante o final de semana fiquei com desejo de mandar mensagem pra ele, mas como era final de semana não tinha segurança em mandar mensagem de texto.

E agora por saber que havia me apegado a ele, busco fugir passando alguns dias sem mandar mensagens, ele é aquele tipo de homem que, se ele manda mensagem e a gente não o responde, ele não retorna a mandar uma outra e por não o ter respondido estava carente de suas mensagens e isso fazia com que todos os dias antes e principalmente após meus atendimentos recordasse-me dele.

Passei a reler suas mensagens e em uma delas que me passou batida falava eu ter uma sensualidade natural e bastante aguçada, faltando-me aprimorar essas qualidades existentes em mim, pois se eu unisse meu talento e competência a arte de seduzir eu iria crescer ainda mais profissionalmente e como mulher. Depois de ter feito essa releitura ele passou a ficar ainda mais presente em minha cabeça.

Uma determinada noite quando chego a minha casa e não me contentando mais em ficar só revivendo as mensagens de texto que ele havia escrito, mando a foto do “print” sobre a minha sensualidade escrevendo em seguida que gostaria muito de trabalhar isto em mim. Em minutos ele retorna afirmando que em três messes, me transformaria numa nova mulher. Uma mulher segura, sedutora e intensa…

Fiquei até tarde da noite trocando mensagens com ele e aquelas palavras atraíram-me tanto que durante a madrugada tive um sonho erótico com ele, no sonho o atendia de vestidinho, executando todos os protocolos de segurança, só que às vezes para fazermos tal procedimento, involuntariamente encostei meus seios em seu braço, percebendo em seguida que ele o movimentava minimamente causando-me um prazer enlouquecedor.

Ao concluir o trabalho retornei a aproximar ainda mais os meus seios do braço dele, que ao perceber eu ter feito propositalmente, vai ponde a mão dele por baixo do meu vestido entre minhas coxas e com o polegar vai movimentando por cima de minha calcinha até chegar a minha xoxota, imediatamente vou fechando as pernas pra não perder aquela sensação de ter as suas mãos entre as minhas coxas e gozo deliciosamente.

Se antes só com as palavras escritas trocadas por telefone não deixava de pensar nele, imagine como estou depois desse sonho… O sonho se impregnou em minha cabeça não paro de pensar em meu paciente e pra deixar o sonho ainda mais aflorado em minha memória resolvo confidencia-lo a uma amiga chamada Julia que ao ouvir pediu-me autorização pra transformar minha confidência em conto ouvindo de mim uma resposta positiva para sua ideia.

Principalmente, após o sonho não consigo removê-lo de minha cabeça e o meu medo de me apegar a ele é tão grande que adiei por duas vezes na semana passada iniciar o trabalho dele em  desenvolver minha sensualidade.

Em virtude disso sumi, mais uma vez, só que ao sumir o eternizei em minha “Placa mãe”, mesmo fugindo dele o escrevi buscando ainda me fazer de difícil. Afirmava-lhe:

– Creio que esta semana ainda será complicado, pra iniciarmos o trabalho, porém na próxima semana acredito que será possível.

Tendo dele a seguinte resposta:

“Você me avisa quando quer começar e eu te transformarei”

Aquelas palavras mexiam de novo comigo, deixando-me excitadamente ansiosa pra começar o referido curso e esta ansiedade me faz retornar ao sonho que tive com ele, aproveitando o atraso de uma paciente vou ao banheiro, passando a me masturbar deliciosamente, ouvindo uma mensagem de voz antiga onde me dizia que me faria se sentir intensamente mulher… Gozo com bastante volúpia.

Saio toda desconfiada do banheiro dizendo só pra mim. “Será que a técnica de saúde bucal percebeu que eu estava excitada e que fui me masturbar no banheiro”.

Este homem já está me transformando antes de começar o treinamento. Sinto que ele já sente que eu serei dele.

O pior é que ele reverteu à situação, ou seja, não é ele que vai vir dizer-me o dia em que começará o treinamento e sim, eu que agora terei que dizer o dia que quero começar.  Em outras palavras, terei que dizer:

– Quero que me faça ser uma mulher sedutora.

Finalmente o ligo à noite quando chego em casa após tomar banho, dizendo está preparada para iniciar o curso, o mesmo pede que eu comece a fazer um “Strip-tease” pra mim de frente ao espelho, pedindo que eu focasse apenas na menina do espelho, que eu não tirasse meus olhos da boca e dos olhar dela.

Passo a enxergar através do espelho em mim, uma mulher que eu não conhecia, eu passava a me sentir gostosa, poderosa, estranha, porém segura. Foram duas semanas diariamente durante quinze minutos, todos os dias e a cada dia passei a ver que os defeitos que achava ter eram agora quase insignificantes, pois ele me ensinou a valorizar não os meus defeitos e sim os meus atributos.

Neste quatorze dias comecei a ver em mim o quanto eu era sedutora e quanto que as outras pessoas me olhavam e me desejavam nas ruas. Mal chegava em minha casa, corria pro quarto pra ligar para meu professor de sedução sobre a tarefa que teria que realizar e em cada exercício realizado eu tinha que relatar todas as movimentações que fazia e de como estava me sentindo.

Eu passei a me sentir intensa e segura com ele, até no consultório as pessoas me sentiam diferente, diziam não saber em que mudei, só sabiam  dizer que eu estava mudada pra melhor, inclusive, uma antiga paciente minha muito bonita ao me encontrar casualmente em um restaurante deu em cima de mim e isso nunca ocorrera antes, se essa mulher passou a se interessar por mim fico pensando como os homens estão me enxergando agora.

Percebendo que os resultados do trabalho eram imediatos nas duas semanas seguintes já fui fazendo “Strip-tease” ao vivo no celular o fixava ao lado do espelho, eu me via tirando a roupa pra menina do espelho e pra meu instrutor.

Confesso que nos dois primeiros dias não consegui fazer o strip-tease interrompendo pela metade. Mas, a partir do terceiro dia perdi toda minha timidez percebendo que os resultados eram imediatos e pela primeira vez na vida estava adquirindo amor próprio desejava agora seduzir esse homem pra mim, se mesmo de forma virtual ele conseguiu me transformar, pessoalmente então, ele me deixará ainda mais intensa.

Já me notando segura finalmente ele pergunta se eu estaria pessoalmente pronta pra na noite do dia seguinte eu tirar a roupa pra ele.

Sem titubear respondo que sim.

Ele pediu que no dia seguinte, eu interpretasse um fetiche onde eu faria o que está no imaginário de muitos pacientes odontológicos, eu seria buscada no final do expediente e ao sair do consultório, andaria até o meio da quadra imaginando ser uma garota de programa que vai realizar a fantasia de um paciente.

Ao ouvir aquelas palavras confesso que fiquei muito excitada, aquela coisa de não nos envolvermos com nossos pacientes e aceitar fazer um programa com um, aquele enredo me leva ao delírio e confidencio que, passei o dia inteiro ansiosa e desejosa que entardecesse o mais rápido possível, já que aquela narrativa martelou minha cabeça pra realizar aquela fantasia insana.

Depois de atender minha última paciente saí da clinica, andei vagarosamente até o meio do quarteirão e ao ver as piscadas de luzes do farol do carro dele, vou me dirigindo até o automóvel com o coração acelerado, ao chegar à janela do passageiro me curvo pra que ele baixe o vidro  pra mim, passando a negociar um preço, acordamos em um determinado valor, ele abre em seguida a porta pra mim e ao entrar no carro ele vai apalpando minha coxa esquerda e me conduzindo direto para o motel.

Ao chegar ao quarto faço “Strip-tease” intenso me sentindo puta e mulher ao mesmo tempo e passo a me entregar  todinha a ele, como nunca me entreguei a homem nenhum. Tudo que ele me pediu eu dei e fiz. E o que ele não tivesse pedido eu daria.

Ao me levar pra casa elogiou meu desempenho dizendo eu ser muito talentosa e gostaria de ter no dia seguinte outro encontro secreto comigo e me pegaria mesmo local e horário, abriu a porta do carro e me levou até a porta de minha casa e me beijou enquanto sua mão apalpava minha bunda.   Que homem, amanhã será uma nova história.

Deixem aqui seus votos e comentários ou escrevam para

[email protected]

25226 views

Contos Eróticos relacionados

A amiga da minha namorada não queria mas se rendeu ao prazer de um sexo a três

Certa vez minha namorada fez uma viagem com uma amiga para Argentina. O nome fictício da minha namorada é Lene e da amiga é Lia. Ficaram um semana lá, se divertiram, compraram vários vinhos,...

LER CONTO

Minha primeira encoxada

Olá, hoje vou contar como foi a primeira vez que realizei uma encoxada em um transporte público, tudo começou quando eu trabalhava em São Paulo, tinha 18 anos e aquele era o meu primeiro emprego,...

LER CONTO

Terceiro Carinha – Christian

Matheus tinha sumido a três dias. E eu não sabia ainda, eles já tinham começado uma briga. O que acabaria na separação dos dois. Lucas me mandou mensagem perguntando se poderia me encontrar....

LER CONTO

A babá moreninha

Essa história faz um tempinho, é sobre a ex babá do meu sobrinho, nesse tempo, eu estudava de manhã, meus pais e minha irmã trabalhavam, por isso minha irmã deixava uma babá com seu filho, a...

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 2 + 2 = ?
ContosAdultos.Club - O seu site de Contos Eróticos
Se você gosta de ler contos eróticos ou contos adultos é o site perfeito para você. Aqui você vai ler contos sexuais reais, e o melhor de tudo é que o site é atualizado diariamente.
© 2022 - Contos adultos