website page counter
Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]

A Chegada

Publicado em janeiro 20, 2023 por Azev

Então quando o Carlos viu o rapaz sorriu e falou:

– Meu filho!!! Carlos correu em direção ao rapaz e o abraçou com ternura

– Sua benção meu pai! Tudo bem com você!!!

– Silas esse é o meu filho Gabriel! Carlos falou super empolgado, apos o termino do primeiro casamento de Carlos ele foi morar com a mae dele no interior. E agora ele estava ali então tratei de ser educado com o rapaz e respondi:

– Tudo bem?

– Tudo! Ele respondeu mas, voltou a falar com o Carlos:

– Pai, vou ter uma prova essa semana da segunda fase do vestibular da UFPE, queria sua permissão para ficar hospedado aqui esses dias até fazer a prova e poder voltar para o interior, e se eu passar vou alugar um apartamento e trabalhar…

– Filho! fico feliz que você passou na primeira fase. Pode ficar aqui em casa o tempo que for necessário!

Deu pra ver que minha mãe não gostou nada daquela história mas, ela não diria nada pra ele, como esse assunto não era da minha conta fui até o banheiro e tomei um banho. quando saí do banho Carlos me esperava na porta com um sorriso no rosto e uma cara bem sinica como era de costume quando ele queria algo e perguntei logo:

– O que você quer Carlos?

Ele deu uma risada e falou:

– Queria pedir um favor, deixa meu filho dormir no seu quarto?

Carlos sabia que meu quarto era um lugar sagrado pra mim, a ponto de que nem meus parentes por parte de mãe, quando resolviam nos visitar ficavam lá, pois eu batia o pé e não deixava! (Chegando até mesmo a ser mal educado), eu estava odiando a ideia de ter um intruso no meu quarto mas, era minha chance de me dar bem e eu ia aproveita-lá:

– o que eu vou ganhar com isso?

Carlos fez uma cara que não estava gostando da conversa mas, continuou:

– Você é um cara que eu considero muito, e estou precisando muito de que meu filho seja bem recebido, se sinta acolhido pois ele tem a prova mais importante da vida dele essa semana e precisa estar bem para estudar e senti que sua mãe não gosta dele então eu conto com você e seu irmão para que dê tudo certo para o meu filho. Então faça seu preço!!!

– Bem vou pedir algo simples! Quero poder ter meus romances em paz! Sem você me ameaçar de me expor, sem agressões e muito menos sexo comigo a força agora e só com amor…

Vi a expressão contrariedade no seu rosto, e ele falou:

– Nunca proibi você de ter ninguém mas, tinha receio de que você fizesse alguma irresponsabilidade até por que eu era quem mais ficava com você e a partir de agora

eu vou deixar você em paz! mas, já vou avisando é você quem vai me querer! e só vai me ter quando eu quiser! Será quando eu quiser eu é quem vou dar as cartas. Só peço que você se cuide tanto pela saúde como pela sua reputação que depois que se perde o respeito das pessoas é uma estrada sem volta.

Vi no rosto de Carlos que ele tinha ficado triste comigo mas, ele aceitou meus termos e eu tinha conseguido o que eu queria minha liberdade! poderia ficar com quem eu quisesse sem perigo de punições! Isso era o máximo.

– Carlos pode pedir para Gabriel ir ate meu quarto guardar as coisas dele, hoje ele dorme na minha cama e amanhã você compra uma para ele!

Fui ate o quarto da minha mãe e pedi a rede antiga que ela tinha para instalar no meu quarto, ela se surpreendeu pois eu jamais havia deixado ninguém se hospedar no meu quarto e falou:

– Já ia levar lençóis e um travesseiro para ele dormir no sofá

– Ele vai dormir no meu quarto, é só uma semana! Peguei os lençóis o travesseiro e a rede e fui até meu quarto, e lá já estava Gabriel sem entender nada:

– Pensei que eu ia dormir no sofá!

– Não hoje você dorme na minha cama e amanhã seu pai vai comprar uma cama para você dormir aqui!

– Não quero incomodar. Ele falou já quase sem jeito e eu argumentei:

– Você tem uma prova muito importante semana que vem, e precisa estar em um ambiente calmo e tranquilo, onde você vai poder estudar com calma.

Ele me deu um sorriso e apertou minha mão!

– obrigado.

– Boa sorte! Bem, vou dormir! fui montar minha rede, e ele começou a tirou a roupa, ficando apenas de cueca, ele tinha 1,82 de altura, 85 kilos bem distribuídos, um corpo dem definido quase atlético, uma bunda linda e bem farta, coxas grossas e o corpo bem peludo era como o pai só que sem o barril de chopp na barriga… definitivamente era o pai melhorado só tinha um defeito os óculos davam uma cara de nerd. Ele se percebeu que eu estava olhando e falou:

– Eu só durmo pelado, espero que você não se importe…

Eu balancei a cabeça e ele tirou tudo bem ali na minha frente, o pau dele era muito lindo com os pelos pubianos cortados e era circuncidado com a cabeça vermelhinha e devia uns 18cm duro pois ele mole já era de um tamanho considerável. Ele percebeu que eu olhei pra seu pau e foi logo falando:

– Tive um problema de fimose quando era pequeno. Percebi que isso o deixou chateado e perguntei:

– E que nunca tinha visto um homem circuncidado. Falei tentando justificar minha olhada mais demorada.

– Sempre acontece.

Então fiz várias perguntas se doeu muito a cirurgia, como era a sensibilidade e várias outras e ele foi pacientemente respondendo uma a uma e no final do papo ele falou:

– Vamos parar de falar da minha rola, pois parece que você ficou bem interessado nesse assunto!

Fiz uma cara de surpreso e joguei meu travesseiro na cara dele e ele jogou de volta e fui pra cima dele e acabou que fizemos uma guerra de travesseiros como duas crianças se batendo com os travesseiros e rindo muito, final deitados na minha cama ofegantes e ele perguntou:

– Mas é sério você é gay?

Parei de rir na hora e fiquei sério.

– Não

– Então por que você tá de pau duro? Senti ele quando você veio pra cima de mim com o travesseiro!

E realmente estava excitado. Fiquei vermelho de vergonha afinal fui pego em flagrante. Não sabia o que responder então respondi:

– Sou.

– Sabia!!!

Então pensei: tô acabado agora ele vai espalhar para todo mundo, minha mãe vai me matar. Mas ele me olhou nos olhos e falou:

– Não vou contar pra ninguém! Ele estendeu a mão dele e eu apertei como um voto de confiança só nosso. Fiquei feliz por conseguir encontrar alguém em que eu pudesse confiar. Então ele se levantou foi ate a bolsa dele e tirou uma garrafinha prata tomou um gole e disse

– Um brinde a você Silas! E ao início da nossa amizade!!!

E ele me deu a garrafa e tomei um gole. Aquilo desceu pela minha garganta queimando tudo a ponto de uma lágrima cair dos meus olhos, ele riu e foi a vez dele me fazer perguntas sobre tudo: se eu já tinha transado com alguém? Se tinha doído muito? E foram tantas perguntas que quando respondi a última aí foi minha vez de dar uma alfinetada:

– Vamos parar de falar do meu rabo pois parece que você ficou bem interessado nesse assunto!

Ele deu uma risada e tomou um gole do whisky e falou:

– E se eu tiver?

Fiquei meio atônito com a resposta e falei:

– Essa me surpreendeu! Preciso beber alguma coisa. E ele me estendeu um pouco do whisky e bebi um gole e perguntei:

– O que é que você quer fazer?

– Quero fazer tudo! Então fui para perto dele na intenção de beija-lo mas ele segurou meus lábios com o dedo indicador e falou:

– Mas, tudo no seu tempo e com regras…

– Como assim regras? (Já tinha visto esse papo com o pai dele eu pensei: só faltava ele querer bater em mim).

– Tem que ter algumas regras só pra não virar avacalhação ( Expressão Pernambucana para baderna, bagunça, desordem).

– Certo, quais seriam as regras?

– Primeira: O que rolar rolou… sem compromisso ou cobranças!

– O.K. próxima.

– Segunda: Sem beijo na boca!

– Continue… Comecei a ficar meio descontente, afinal ele tinha uns lábios carnudos lindos ia ser uma pena não beijar ele…

– Temos que ter cuidado pra ninguém descobrir!

– Certo mais alguma?

– Você quer incluir alguma regra?

– Achei um absurdo você apartir do momento que cria a regra: “o que rolar rolou já anula todas as outras…”

– É só uma regra de segurança, nunca fiz isso antes e só farei por curiosidade.

– Então tá! Vamos fazer do seu jeito…

Já fui me aproximando dele e ele falou:

– Tem um filminho não, para ajudar?

Comecei a rir da situação: um cara querendo transar comigo e precisando de ajuda com pôrno, me senti uma velha querendo transar com um jovem. Mas, nunca dispenso um Pau e então peguei um filme hetero até porque se fosse botar um filme gay ele não gostar por sorte tinha um no armário por que os boys eram lindos e coloquei no vídeo cassete meu quarto. (Meu pai não valia nada não pagava pensão alimentar mais uma vez por ano me dava um presente top e naquele ano tinha sido a TV de 14″ e o VHS) quando começou as cenas ele ficou assistindo após uns 15 minutos e comecei a alisar as coxas dele eram peludas e grossas fiquei ali alisando enquanto ele olhava pra televisão e subindo a mão até que cheguei no pau dele e estava duro era tão menor que o de Carlos mas bem maior que o de Wendel tinha uns 18 centímetros era muito parecido com o meu cabeça: fina e ia engrossando sem muitas veias aparentes. Comecei a masturba-lo, bem devagar e já podia ver sua respiração ficando ofegante e ele gemendo e falei:

– Geme baixinho pra ninguém te ouvir.

Ele acenou com a cabeça e modiscando os lábios, fechando os olhos e com a mão o lençol. Queria muito chupar aquele pau mas, algo me disse para não fazer isso AINDA. E continuei a masturbando ele agora com mais velocidade ele já não estava olhando para o filme e sim para mim com uma cara de tesão ele passou a gemer e falei pra ele:

– Tá gostoso?

– Tá!

Ele respondeu deixando escapar um gemido bem baixinho. Ele tava adorando aquela punheta gostosa, más não queria passar a noite toda ali então passei a minha língua na outra mão e troquei de mãos para que minha mão molhada de saliva o masturbasse ainda mais gostoso. O pau dele não parava de babar e pulsar na minha mão, o esforço era grande eu já estava molhado de suor e o braço já estava bem cansando de tanto esforço. E enfim ele começou a respirar ofegante e acabou nem me avisando que ia gozar! já foi gozando. Várias ejaculações, melando desde a minha mão até a barriga dele. Continuei punhetando agora bem devagar pra ele sentir aquela sensação gostosa do prazer de sair até a última gota de porra do cacete dele. Ele deitou ali na minha cama de olhos fechados e ofegante. Então peguei um pano e limpei a sujeira do corpo dele e falei:

– Você é muito peludo é melhor tu ir tomar um banho para limpar os resquícios e tirar o cheiro.

Ele pegou a minha toalha que eu tinha tomado banho, enrolou nela na cintura e foi para o banheiro do corredor, enquanto eu fiquei deitado aonde ele estava, com a mão esquerda ainda suja do gozo no nariz e sentindo aquele cheiro de esperma, com a outra meu pau e pensei:

– É o início de uma grande amizade!

Leia outros Contos eróticos gay bem excitantes abaixo:

Razão e Emoção

CHUPEI PIROCA E DEI O CU DO LADO DA LINHA DO TREM

5898 views

Contos Eróticos relacionados

A Sauna – Parte 1

O mês de novembro foi embora e eu ainda estava de castigo, então só me restava estudar para as provas finais amanda e wendel até tentaram me chamar para o cinema mas castigo era castigo. Então...

LER CONTO

A Vida Tem Que Continuar

Para quem não sabe, meu primo Felipe morreu, mas a vida teve que seguir. Depois daquela montanha russa de emoções os meus pensamentos foram a milhão. Contudo, resolvi continuar a vida da melhor...

LER CONTO

Quando usei doce com meu amigo

Meu amigo eu já tínhamos ficado outras vezes, mas, eramos amigos. Certo dia ele falou que os pais estariam fora no final de semana e perguntou se eu queria usar doce com ele no sábado, eu aceitei...

LER CONTO

VERDADES SECRETAS (início) 01

Me considero BI, como aqui não tem espaço específico para este tema, então o mais proximo é este que escolho. Tenho 58 anos, casado a bom tempo , 3 filhos.  Abracei a profissão de ser...

LER CONTO

1 - Comentário(s)

  • Azev 20/01/2023 17:05

    Mato Grosso 7 deixei uma mensagem no outro conto preste atenção

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 3 + 3 = ?
ContosAdultos.Club - O seu site de Contos Eróticos
Se você gosta de ler contos eróticos ou contos adultos é o site perfeito para você. Aqui você vai ler contos sexuais reais, e o melhor de tudo é que o site é atualizado diariamente.
© 2023 - Contos adultos