website page counter
Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Contos adultos » Contos de fetiche » A babá moreninha

A babá moreninha

Publicado em outubro 26, 2021 por Pedro

Essa história faz um tempinho, é sobre a ex babá do meu sobrinho, nesse tempo, eu estudava de manhã, meus pais e minha irmã trabalhavam, por isso minha irmã deixava uma babá com seu filho, a vitória (babá) é morena, rabuda, não é bonita de rosto, nem tem peitos grandes, mas chama atenção pela sua bunda, tinha uns 27 anos nessa época (2017/2018) e eu tinha 16, ficávamos sozinhos em casa, percebi que em pouco tempo ela começou a dar em cima de mim, assim que o bebê dormia, ela ia tomar banho, deixando a porta do quarto aberta (enquanto eu estava na sala, que dava pra ver tudo) ela passava de um lado para outro nua, as vezes saia do quarto e ia para perto de mim só de toalha, qnd se vestia era com roupas folgadas que apareciam tudo, eu não falava nada pois era muito tímido. Depois qnd ia se vestir de novo, ela fazia questão de ficar nua enquanto ajeitava o quarto, até se vestir, eu sabia que ela queria me deixar louco com isso.

Ela não tinha celular e sempre pedia o meu para falar com namorado pelo face, onde ela falava muita putaria e sempre deixava foto dos peitos salva no meu celular, em um dia, deixei na galeria uma fotos da minha rola na galeria para que ela visse, ela viu e nesse dia ela não me falou nada pessoalmente, só deixou no meu celular muitas fotos da sua bunda e uma mensagem no face, que so vi qnd ela saiu, que tinha uma foto da sua bucetinha e um vídeo dela esfregando a bucetinha, no vídeo ela mostrava que eu estava na sala que se eu virasse minha cabeça iria ver ela, dizendo:” olha aí minha bucetinha ta molhadinha, só falta uma chupada” ainda deixou uma mensagem:’oi bb, gostei das fotinhas que você deixou, quero conhecer ainda mais, deixei presentinhos para você tbm, se quiser mais amanhã é só virar e ver o que eu faço kk’. Qnd vi enlouqueci e respondi, em mensagem:’se vinher com a xereca para cima de mim, não tem como eu dispensar kkk, sabe onde me encontrar de tarde’, no outro dia qnd ela viu a mensagem, veio para mim, com um vestinho falando que eu tava muito safadinho, subindo em cima de mim, se esfregando, botando minha mão na sua bunda e me beijando, depois de me deixar em fogo ela saiu com meu celular dizendo que ia deixar mais presentes, eu percebi que ela tava no banho, então fui lá, qnd entrei ela jogou agua em mim, começou a brincar, peguei meu celular, tinha outras fotos, ela pulou em mim de costas peladinha e molhadinha, mordendo minha orelha, me mandando ficar pelado, qnd tirei a roupa, ela pegou meu pau, fui me empurrando ate a cama, onde eu me deitei e ela me beijando foi descendo até o pau, onde chupou com vontade, depois subiu e sentou muito no pau, gozei na sua cara, enquanto ela se limpava eu estava me vestindo, ela saiu do banheiro falando: ” não se vista não, quero você peladinho, agr qnd eu estiver sozinhos aqui vamos ficar sempre pelados, ninguém precisa saber…”, Eu só tirava minha roupa e concordava e ela continuava:” não vamos ficar só de fotinha não, você vai me comer muito, vai comer de 4, de lado, em cima e em baixo, vou dar meu cuzinho, você vai arrombar ele, vai comer o que quiser, me chupar até eu gozar, vou ser tua putinha”. Eu estava meio assustado, mas ela começou a rir e me beijando botou na cama de novo e sentou na minha cara, botei ela na cama, chupei muito sua buceta, depois ela ficou de 4, falando que eu ia comer o cu dela, chupei o cu e comi ela, alternando do cu pra xota, enquanto ela gemia muito, comi de lado depois ela ficou deitada, enquanto meu pau estava no seu cu, eu esfregava sua buceta, nesse momento ela se contorceu e saiu um líquido deixando ela mais molhada ainda, ela tinha gozado com meu pau no seu cuzinho, eu chupei ela todinha, depois ela voltou sentando no meu pau, com força, depois ela ficou de 4 pedindo leite no cuzinho, enquanto eu comia ela de 4, ela gozou de novo, no momento em que enchi ela de porra, depois de toda gozada, ficamos abraçados, ela elogiando muito como eu fiz ela gozar, isso tinha durado qse a tarde toda, depois ali, com os doisa já vestidos, faltando 10 minutos para ela ir embora, ela puxou meu pau e chupou, depois tirou o short, e puxou a calcinha pedindo que eu gozasse no seu cu de novo, gozei, ela vestiu a calcinha e saiu para casa com a bundinha toda gozada, no outro dia ela me falou o qnd minha porra era gostosa, que chupou toda a calcinha melada, que o cuzinho dela tinha adorado. Nos outros dias quando ficamos sozinhos, sempre fazíamos putaria, por mais de um ano comi muito ela e sua bundinha

Leia outros Contos de fetiche bem excitantes abaixo:

Transei com um casal de lésbicas

Abusado pelo casal

17759 views

Contos Eróticos relacionados

CHEIRO DA BUNDA E DOS PEIDOS DE SELMA DO RECIFE

Meus queridos amigos, tenho uma coisa para contar para vocês. Aliás, não contar. Quero relatar e confirmar algo que o Brasil todos já sabe. O cheiro da bunda de Selma e do seu ânus é uma coisa...

LER CONTO

A primeira vez do Cadeirante Gay – Parte 2

Aqui estou novamente para dar continuidade aquela aventura que aconteceu dentro do ônibus de viagem. Se você perdeu o início desta história vale a pena ler o primeiro conto baseado em fatos reais....

LER CONTO

MEU PRIMEIRO BOQUETE – CONTOS DA LUA

Apesar de o conto a seguir parecer inacreditável, eu garanto que tudo que você vai ler aqui é 100% real. Antes de começar a ler, deixe de lado seus preconceitos e permita-se conhecer o meu mundo. ...

LER CONTO

Loirinha mimada e o negrão borracheiro

      De joelhos sentada em meus próprio calcanhar no meio das pernas de um negro enorme forçando minha cabeça na rua rola preta e grande enquanto eu me engasgava por não...

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 3 + 3 = ?
ContosAdultos.Club - O seu site de Contos Eróticos
Se você gosta de ler contos eróticos ou contos adultos é o site perfeito para você. Aqui você vai ler contos sexuais reais, e o melhor de tudo é que o site é atualizado diariamente.
© 2023 - Contos adultos