Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Contos adultos » Contos eróticos verídicos » Virei a putinha do coroa

Virei a putinha do coroa

Publicado em setembro 9, 2020 por Rose Pinheiro

Olá leitores e leitoras. Este é o primeiro conto que posto aqui. É uma história verídica. Espero que gostem.

Continua depois da publicidade

Meu nome é Rose, tenho 19 anos, 1,62m. Morena do cabelo liso. Quando passo pela rua tem algo em meu corpo que sempre chama a atenção dos homens: meus seios. São grandes e naturais. Adoro receber uma boa mamada neles.

Essa história aconteceu há um pouco mais de um ano quando eu estava desempregada. Já tinha mandado currículo para várias empresas e nada. Uma amiga minha falou que tinha conseguido um emprego num desses aplicativos de anúncios de vendas e falou pra eu testar. Por que não tentar? Pensei.

Continua depois da publicidade

Coloquei o anúncio para emprego na área administrativa ou recepção, um breve currículo meu, dados pra contato e umas duas fotos minhas.

Já tinha se passado dois dias e tudo que eu recebia era macho querendo ser meu namorado. Já tava quase desinstalando o aplicativo quando um homem pergunta se eu tinha interesse num book rosa. Tava desempregada e sem dinheiro, e tudo que eu não precisava no momento era gastar dinheiro fazendo fotos pra book.

– Muito obrigada, moço. Eu até tenho interesse sim, mas no momento não tô podendo gastar dinheiro com book – falei.

– Você sabe o que é um book rosa? – ele perguntou.

– Sim, ensaio fotográfico.

– Não, princesa. Não to querendo vender um ensaio fotográfico pra você.

– E do que se trata? – perguntei curiosa.

– Bom, resumidamente num book rosa você sai com um empresário/executivo e recebe um cachê por isso.

– Sim, mas sair pra fazer o quê?

– Vou ser bem direto com você: se você quiser passar um noite comigo, eu pago R$ 500,00 pra você.

– Não, muito obrigada moço, não tenho interesse.

Confesso que aquela proposta me deixou pensativa. Estava precisando de uma grana e ganhar R$ 500,00 pra sair com um coroa por uma noite não seria tão ruim assim. Mas não estava muito disposta a sair com um desconhecido. Talvez fosse um maníaco ou estuprador, vai saber…

No dia seguinte ele manda outra mensagem:

– Me chamo Antonio Garcia. Trabalho com venda de automóveis e dinheiro pra mim não é problema. Sou casado e gosto de dar umas puladas de cerca, mas um relacionamento fora do casamento é muito complicado. Por isso prefiro pagar por alguns momentos de prazer.

– E porque você não procura uma garota de programa? – perguntei.

– Porque eu estava vendo alguns currículos pra contratar uma recepcionista pra uma de nossas lojas, quando meu sócio me ligou e disse que já tinha arrumado uma. Já tinha visto suas fotos e gostei muito de você. Por isso fiz essa proposta indecente.

– Certo, mas no momento não tô interessada.

– Olha, se você quiser sair a gente vai pra algum motel da sua escolha, onde você quiser. Pago mil reais pra você.

Agora a proposta estava mais interessante! Já tive emprego que ganhava um pouco mais que isso por mês.

– Eu vou pensar e depois te dou uma resposta – falei.

– Pense com carinho, princesa.

Eu estava seriamente pensando em aceitar aquela proposta, mas antes queria saber um pouco mais sobre ele. No dia seguinte ele me manda uma nova mensagem:

– Bom dia, princesa! Pensou na minha proposta?

– Faz o seguinte: me manda umas fotos suas pra eu ver como você é.

Ele me mandou várias fotos, fotos em viagens, lugares bonitos, inclusive algumas com a esposa dele. Era um homem alto, charmoso, devia ter entre 40 e 50 anos, com alguns cabelos grisalhos já. Nada mal para um coroa.

– E como a gente faria, perguntei?

– Eu pego e deixo você onde você quiser. A gente vai pra um motel e depois pago você.

Depois de deixar ele mais de uma hora no vácuo (adoro fazer isso), finalmente falei:

– Eu vou aceitar sua proposta. Mas vou querer o pagamento adiantado.

– Nada disso. A gente pode fazer assim: te pago metade quando a gente chegar no motel e o restante quando a gente sair.

Aceitei, enfim, a proposta daquele coroa. A gente acertou os detalhes, onde ia me pegar, o horário. Só de imaginar, já começava a ficar excitada. Tratei de me depilar, já que a depilação não estava em dias. Tomei um banho bem demorado e passei hidratante por todo meu corpo. Escolhi uma calcinha e sutiã de renda bem provocativos. Saí com uma roupa normal e uma maquiagem não muito chamativa, pra minha mãe não desconfiar. Disse que ia sair com uma amiga pra comer uma pizza.

No local e horário combinados, o coroa apareceu. Era mais bonito pessoalmente e estava muito cheiroso. Adoro homens cheirosos.

Ele me levou pra um dos melhores motéis da cidade. Conforme o combinado, assim que chegamos me deu metade do dinheiro. Contei e guardei. Sem demora ela me dá um abraço por trás e começa e cheirar meu pescoço. Fiquei toda arrepiada. Sua mão começou a passar pelas minhas pernas, levantou minha saia e foi até minha virilha, ao mesmo tempo que beijava e mordia minhas orelhas. Depois me virou de frente, tirou minha blusa e começou a lamber meus mamilos. Aquele coroa safado parece que tinha feito uma aula de como me deixar excitada, naquele momento já estava começando a ficar molhadinha. Mamava meus peitos com muita vontade. Enquanto ele tirava sua roupa, ficava me encarando com cara de safado. Dava pra ver que estava louco pra me comer. Me deitou na cama e começou a me beijar. Tirou toda minha roupa e caiu de boca na minha pepeca. Ele tinha uma língua deliciosa. Me chupou até eu gozar.

– Fica de joelho e chupa meu pau – ele pediu.

Ele tinha uma pica bem grossa e grande. Estava muito duro. Me ajoelhei e comecei lambendo as bolas dele. Comecei a chupar aquela piroca gostosa, nem cabia tudo na minha boca. Chupei até fazer aquele filho da puta gozar, ele deu um grito gostoso quando jorrou leite nos meus peitos.

– Quer fazer uma pausa agora? – perguntei.

– Não, tô com muito tesão, quero comer sua bucetinha.

– Então vem, mas coloca a camisinha antes – falei.

Aquele homem era um touro. Me devorou com vontade. Me comeu de quatro, de ladinho, papai mamãe, fizemos um meia nove, depois me colocou pra cavalgar no seu pau, me comeu de ladinho de novo, foi um espetáculo. Ele gozou umas seis vezes, e eu lembro de ter gozado três, uma com aquela língua gostosa dele. Quem me dera que toda foda minha fosse assim.

Depois que ele estava finalmente saciado, isso já tarde da noite, me deu mais R$ 700,00, duzentos a mais do que a gente tinha combinado. Tomamos um banho e me convidou pra jantar. Falei que poderia ficar pra uma outra vez, porque tava tarde e precisava voltar pra casa.

Me deixou próxima de casa e antes de eu deixar o carro, falou que queria sair comigo de novo.

– Se você pagar bem a gente pode combinar – disse sorrindo.

Ele deu um sorriso e foi embora.

Que noite tinha sido aquela! Tinha conseguido um dinheiro pra pagar algumas contar e, de quebra, tinha dado uma boa foda. Acho que vou querer sair com o coroa de novo.

2468 views

Contos relacionados

Sexo a três

Como conhecemos o Arthur Essa história aconteceu em uma viagem para Balneário de Camboriú, fomos viajar pois conseguimos conciliar as férias do trabalho com as férias da faculdade. Eu namorava...

LER CONTO

Antes de tudo final

Continuando Sem mais de longas hoje estou aqui para dizer do nosso dia mais incrível foi algo que so de fechar os olhos eu imagino cada detalhe tudo aconteceu meio que uma surpresa e não eu...

LER CONTO

Safada desde cedo, levei o desconhecido pra casa por não aguentar mais o tesão!

Meu nome é Carol, tenho 19 anos. Sempre fui muito safadinha, comecei a sentir tesão muito cedo, me lembro que com 6 anos já ficava com a buceta molhada quando íamos ao clube. Ficava obcecada...

LER CONTO

Eu e a síndica na virada do ano.

Muito prazer, sou Otávio, 30 anos, atualmente sou morador da capital de São Paulo, mas o que vou contar aconteceu em 2015, quando eu morava em Sto. André e estudava na UFABC. Resolvi escrever...

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 1 + 5 = ?

Se você gosta de ler contos eróticos o contos adultos é o site perfeito para você. Aqui você vai ler contos sexuais reais, e o melhor de tudo é que o site é atualizado diariamente.

© 2021 - Contos adultos